Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1755
Título: Nível de conhecimento do cirurgião-dentista no diagnóstico diferencial da fluorose dentária
Título em inglês: Level of knowledge of dental surgeons about dental fluorosis
Autor(es): Souza, Maria de Fátima Azevedo
Orientador(es): Menezes, Léa Maria Bezerra de
Palavras-chave: Fluorose Dentária
Fluoretos
Odontopatias
Data do documento: 2007
Citação: SOUZA, M. F. A. (2011)
Resumo: O incremento na incidência da fluorose dentária ocorrido nos últimos tempos, é motivo de preocupação dos epidemiologistas em nível nacional e internacional. A diferenciação entre as alterações do esmalte fluorótico e não fluorótico leva a importantes decisões em epidemiologia e saúde pública bucal. O objetivo deste estudo é investigar a capacidade dos cirurgiões-dentistas do serviço público de saúde no município de Fortaleza, em diagnosticar a fluorose dentária, frente às diversas afecções do esmalte dentário, seus graus de severidade e a conduta terapêutica apropriada a cada caso. Utilizou-se para isso um questionário com questões semi-estruturadas, o qual foi aplicado a 200 cirurgiões-dentistas, de um universo de 527 profissionais do serviço público de saúde de Fortaleza. O questionário foi aplicado no local de trabalho dos participantes, cujas respostas se basearam na apresentação de 20 fotografias digitalizadas de dentes com alterações próprias do esmalte. A presença ou ausência de fluorose dentária e seus graus de severidade foram determinados pelo índice de Dean. Não foram detectadas diferenças significativas no nível de acerto do grau de fluorose, quando os respondentes foram classificados segundo a instituição de graduação (p>0,05). No entanto, aqueles profissionais menos experientes apresentaram melhor desempenho (p<0,05), tanto no diagnóstico de fluorose, quanto na conduta mas não no grau de severidade da doença. Os profissionais gerenciados pela Secretaria Municipal de Saúde obtiveram desempenho superior aos gerenciados pelo Estado, em todas as percepções do teste. Quanto ao agrupamento da amostra por especialidades, nenhuma diferença significativa (p>0,05) foi encontrada entre os Grupos. A média de acertos no diagnóstico diferencial da fluorose dentária foi de 7,70 ± 0,15. Valores inferiores a 30% de acertos foram obtidos no diagnóstico do grau de severidade da fluorose, destacando-se as formas mais graves como de maior percentual de acerto. A maioria (90%) dos respondentes admitiram ter sentido dificuldades no diagnóstico da fluorose, apesar de 75% ter recebido informação acerca do assunto no curso de graduação, porém consideraram escassa e deficiente (79,5%). A média de acertos da conduta clínica foi considerada muito baixa (2,71 ± 0,76). Cerca de 70% dos inquiridos solicitaram curso de capacitação acerca do diagnóstico diferencial da fluorose dentária. A partir desses resultados, conclui-se que os cirurgiões-dentistas que atuam no serviço público de saúde de Fortaleza apresentaram um baixo nível de conhecimento e falta de preparo adequado para o diagnóstico da fluorose dentária, a percepção dos seus graus de severidade e definição da conduta clínica apropriada. Sugere-se que estudos mais abrangentes sejam conduzidos a fim de identificar as carências do setor público de saúde, em todos os níveis de atenção.
Abstract: Increasing levels of dental fluorosis are a major concern to public health authorities. The ability to discriminate fluorosis from other enamel modifications is an important factor to support decision makers in epidemiology and oral health. The main objective of this research is to investigate the ability of the odontologists working for the public health services in Fortaleza, to discriminate fluorosis from other enamel alterations, the severity of the disease and the correct clinical approach. Two hundred dentists out of 527 professionals of the public health services answered a semi-structured survey, based on the evaluation of 20 digitalized pictures showing enamel modifications. The presence or absence of fluorosis, as well as the severity of the disease were determined according to the Dean’s index. We were unable to detect an effect of the school of graduation (p>0.05) on the ability to diagnose fluorosis. However, the youngest, less experienced dentists performed better (p<0.05) for both fluorosis diagnosis and to determine to adequate clinical approach for each case. Also, odontologists working in the city health services were more likely to get higher scores compared to the ones working for the state services, with an average of correct answers for differential diagnosis of 7.70 ± 0.15. Although a few subjects achieved less than 30% of correct answers, pictures displaying more severe cases of fluorosis were more likely to result in correctly answered questions. The vast majority (90%) of the subjects reported to have a poor ability do diagnose fluorosis, although 75% had received information about that disease during undergraduation. The odontologists also displayed a very poor performance (2,71 ± 0,76) in defining the best clinical approach, and about 70% of them asked for specific training for correctly diagnose dental fluorosis. Based on the above results, we conclude that most dental surgeons working for the public health services in Fortaleza displayed a poor knowledge about dental fluorosis and lack an adequate training to diagnose and treat that disease. Similar researchs in other regions of Ceara should be performed in order to better identify the deficiencies of the public health services, at different levels.
Descrição: SOUZA, Maria de Fátima Azevedo. Nível de conhecimento do cirurgião-dentista no diagnóstico diferencial da fluorose dentária. 2007. 168 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem. Programa de Pós-Graduação em Odontologia, Fortaleza, 2007
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1755
Aparece nas coleções:DCOD - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2007_dis_mfasouza.pdf7,6 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.