Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17563
Título: O Delírio segundo Freud e Jung: aportes recíprocos e distinções
Autor(es): VIANA, Carlos Augusto Pereira
Palavras-chave: Freud e Jung
Contribuições recíprocas
Data do documento: 2011
Editor: Revista de Psicologia
Citação: VIANA, C. A. P. (2011)
Resumo: Seria leviano desconsiderar que o debate travado entre Freud e Jung agregou valor à trajetória científica de ambos, mesmo em considerando a ruptura que definiria destinos diferentes para suas respectivas teorias. Os encontros e desencontros entre eles é analisado, com rigor e engenho crítico, por Felipe Jesuíno. Sigmund Freud, ao descobrir a realidade do inconsciente de seus pacientes, foi levado, também, a interessar-se por seu próprio inconsciente; dessa empreitada, surgiu a obra fundadora da psicanálise: A interpretação dos Sonhos. Esta, por sua vez, fundaria tanto uma nova teoria acerca da alma humana, como também um novo método de tratamento das neuroses, a Psicanálise - baseada na associação livre e na atenção flutuante, rompendo, assim, em definitivo, com as técnicas da psicoterapia alicerçada nos métodos sugestivos, sobretudo o hipnótico.
Descrição: VIANA, Carlos Augusto Pereira. Resenha. O Delírio segundo Freud e Jung: aportes recíprocos e distinções. Revista de Psicologia, Fortaleza, v. 2, n. 2, p. 167-168, jul./dez. 2011. Resenha de: JESUINO, Filipe. Freud e Jung: contribuições recíprocas. Fortaleza, Editora da UFC, 2009. 284p.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17563
ISSN: 2179-1740 (online)
0102-1222 (impresso)
Aparece nas coleções:DPSI - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_art_capviana.pdf253,44 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.