Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1762
Título: “Avaliação do conhecimento do público leigo e profissionais de saúde sobre a cirurgia e traumatologia buco-maxilo-facial”
Título em inglês: Evaluation of knowledge of the lay public and health professionals about the oral and maxillofacial surgery
Autor(es): Pita Neto, Ivo Cavalcante
Orientador(es): Soares , Eduardo Costa Studart
Palavras-chave: Cirurgia Bucal
Pessoal de Saúde
Data do documento: 2009
Citação: PITA NETO, I. C. (2009)
Resumo: O presente trabalho descreve um estudo da avaliação do conhecimento do público leigo e de profissionais de saúde sobre a cirurgia e traumatologia buco-maxilo-facial na cidade de Fortaleza, CE. Por meio de questionários, foram abordados grupos diferentes, incluindo cirurgiões-dentistas (grupo 1, n=100) acadêmicos de odontologia (grupo 2, n=100), médicos (grupo 3, n=100), acadêmicos de medicina (grupo 4, n=100), enfermeiros (grupo 5, n=100) acadêmicos de enfermagem (grupo 6, n=100), e o público leigo (grupo 7, n=100) não pertencente à área da saúde com nível superior concluído ou em curso. Foram descritos vários casos clínicos de competência da cirurgia e traumatologia buco-maxilo-facial e outros não, e solicitado aos entrevistados a escolha de um especialista para tratar cada caso, dentre eles o cirurgião plástico, o otorrinolaringologista, o cirurgião buco-maxilo-facial, o cirurgião de cabeça e pescoço e a opção “outros”. A análise dos resultados consistiu na construção de tabelas de contingência, aplicando o teste do Qui-Quadrado (X²) e a medida de associação V de Cramer. Nas comparações, utilizaram-se testes bilaterais, onde o valor do nível de significância adotado no presente estudo foi de α= 0,05. Verificou-se que para fratura de nariz, câncer de língua, aumento de volume no pescoço, cirurgia estética do nariz e insatisfação com a estética facial, que todos os grupos foram classificados com conhecimento RUIM. Fazendo a análise com relação ao nível de conhecimento dos grupos estudados, pode-se verificar que, quando o assunto abordado era sobre cirurgia estética do nariz não houve diferença estatística significante com relação ao conhecimento dos grupos. Em contrapartida, na avaliação do nível de conhecimento com relação à fratura dentoalveolar, seis grupos foram classificados como ÓTIMO, e o outro (grupo 7, público leigo) foi classificado como BOM. Quando avaliados a remoção de glândula salivar, a biópsia de lesões na boca, o tumor benigno de mandíbula, o aumento de volume na mandíbula, criança com fissura labial, palatal e lábio-palatal, os grupos 3 e 4 (médicos e acadêmicos de medicina) foram classificados com conhecimento RUIM. Para fratura de zigomático, tratamento de cistos nos maxilares, enxerto mandibular, excesso de mandíbula, deficiência de mandíbula e excesso de maxila, houve classificação REGULAR. Concluiu-se que a amostra do resultado do estudo da avaliação do conhecimento sobre a CTBMF revela dados de conhecimento insatisfatório em relação aos grupos estudados, por falta de instrução da sociedade, percepção deficiente da população acerca da CTBMF no que se refere a área de atuação, esclarecimentos, formação e educação continuada. Em relação aos profissionais de saúde, mais especificamente da área médica, foi constatado desconhecimento sobre diagnóstico e tratamento cirúrgico; encaminhamento e orientações de tratamento acerca da área de atuação da especialidade (CTBMF).
Abstract: This paper describes a study assessing the knowledge of the lay public and health professionals about the oral and maxillofacial surgery in the city of Fortaleza, CE. Through questionnaires, were addressed to different groups including dentistry (group 1, n = 100) academic dentistry (group 2, n = 100), medical (group 3, n = 100), academic of medicine (group 4, n = 100), nurses (group 5, n = 100), academic of nursing (group 6, n = 100) and the lay public (group 7, n = 100) non-health professional with higher level or in course. It described several cases of clinical competence of oral and maxillofacial surgery and other not, and asked the respondents to choose a specialist to treat each case, including the plastic surgeon, the ENT, the oral and maxillofacial surgeon, the head and neck surgeon and the "other" option. The analysis consisted in the construction of contingency tables, applying the chi-square (X ²) and the extent of association of Cramer V. In comparison, bilateral tests were used where the value of the level of significance adopted in this study was α = 0.05. It was found that for fracture of nose, tongue cancer, increase in volume in the neck, cosmetic surgery of the nose and dissatisfaction with facial aesthetics, that all groups were classified as knowledge BAD. The analysis with the level of knowledge of groups, you can verify that when raised on aesthetic surgery of the nose there was no statistically significant difference with respect to knowledge of the groups. However, in assessing the level of knowledge regarding the dentoalveolar fractures, six were classified as OPTIMUM, the other (group 7, lay public) was rated as GOOD. When evaluated the removal of salivary gland, biopsy of lesions in the mouth, benign tumor of mandible, increase in volume in the mandible, children with cleft lip, palate and lip-palate, groups 3 and 4 (medical and academic medicine) were classified with knowledge BAD. To zygomatic fracture, treatment of cysts in the maxillary, mandibular graft, excessive jaw, jaw deficiency and excess of maxilla, there was also REGULAR. It was concluded that the sample of the results of the study assessing the knowledge of the data reveals CTBMF of poor knowledge in relation to groups, lack of education of society, poor perception of the population about the CTBMF with regard to area of operation, information, training and continuing education. For health professionals, especially the medical field, was found knowledge on diagnosis and surgical treatment, routing and guidance of treatment on the area of operation of the specialty (CTBMF).
Descrição: PITA NETO, Ivo Cavalcante. Avaliação do conhecimento do público leigo e profissionais de saúde sobre a cirurgia e traumatologia buco-maxilo-facial. 2009. 84 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2009.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1762
Aparece nas coleções:DCOD - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_dis_icpneto.pdf1,17 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.