Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1765
Título: Conhecimento deficiente acerca da HIV/AIDS em adolescentes do sexo masculino
Título em inglês: Deficient Knowledge concerning HIV/AIDS in male adolescents
Autor(es): Albuquerque, Jaqueline Galdino
Orientador(es): Pinheiro , Patrícia Neyva da Costa
Palavras-chave: Síndrome da Imunodeficiência Adquirida
Diagnóstico de Enfermagem
Saúde do Adolescente
Data do documento: 2008
Citação: ALBUQUERQUE, J. G. (2008)
Resumo: A prevalência das infecções sexualmente transmissíveis nos adolescentes vem apresentando números elevados no que se diz respeito aos casos de contaminação pelo HIV. Dentre os fatores que contribuem para o aumento da vulnerabilidade, destaca-se o conhecimento, por vezes inadequado e inconsistente, que se traduz em um aspecto importante na adoção de medidas preventivas contra o HIV, sendo a escola um importante espaço para se investigar que informações esses adolescentes possuem sobre essa epidemia. Diante disso, objetivou-se identificar o diagnóstico de enfermagem Conhecimento Deficiente acerca do HIV/AIDS em adolescentes do sexo masculino. Tratou-se de um estudo descritivo, do tipo transversal, com abordagem quantitativa. A população consistiu de adolescentes, do sexo masculino, de 12 a 18 anos, pertencentes a uma escola pública e uma particular. A amostra foi de 326 estudantes. Os dados foram coletados nos meses de junho e julho de 2008, através de um questionário contendo os dados relativos à identificação do diagnóstico de enfermagem em estudo. As médias de idade dos alunos foram de 15,25 e 14,52 anos, para aqueles pertencentes às instituições pública e privada, respectivamente. A maioria era solteira. O diagnóstico foi identificado em 97,2% dos pesquisados, sendo o desempenho inadequado em um teste a característica definidora mais presente. O desempenho inferior à 80,0% nos indicadores utilizados para a avaliação desta foi de 68,4% quanto ao conhecimento sobre os aspectos gerais do HIV/AIDS; 72,1% para as formas de contaminação; e as porcentagens referentes ao uso correto do preservativo masculino e às formas de prevenção foram, respectivamente, de 52,5% e 61,3%. Acerca dos fatores relacionados, encontrou-se, freqüentemente, a falta de familiaridade com os recursos da informação. Dentre os meios citados para a aquisição de conhecimento sobre o HIV/ADS, têm-se os profissionais de saúde, as palestras, os hospitais e os professores. Quanto aos recursos procurados, viu-se que as palestras, a internet, os professores e os pais estão entre os mais citados. Os amigos foram a opção de poucos adolescentes. Quanto ao fator relacionado – falta de interesse em aprender - os estudantes que relataram nunca terem buscado informação, justificaram tal conduta, principalmente, em virtude da falta de oportunidade, do desinteresse e de não darem importância ao tema. Concluiu-se que as deficiências de conhecimento encontradas relacionaram-se com o uso do termo portador como referência às pessoas soropositivas, a existência de diferenças entre estar contaminado e desenvolver ou não a AIDS, a transmissão do vírus através do ato sexual com parceiro fixo sem o uso do preservativo, assim como da mãe contaminada para a criança, da relação sexual com penetração vaginal e anal sem camisinha, e por meio da doação de sangue. Quanto ao uso do condon, as alternativas que apresentaram menor percentual de acertos foram referentes ao uso de lubrificantes, ao acondicionamento e à inserção. Portanto, as intervenções de enfermagem, de natureza educativa, devem reforçar os conhecimentos existentes e priorizar os déficits encontrados, de modo a focalizar as ações de enfermagem para a obtenção de resultados favoráveis ao aumento do nível de conhecimento desses adolescentes quanto ao HIV/AIDS.
Abstract: The prevalence of infections sexually transmitted in adolescents has been presenting high numbers when it comes to the cases of HIV contamination. Among the factors that contribute to the increase of vulnerability the knowledge stands out, sometimes inadequate and inconsistent, what constitutes an important aspect in the adoption of preventive measures against HIV, being the school an important space to investigate what information these adolescents have on this epidemic. Facing this, it was aimed to identify the nursing diagnosis, the deficient knowledge concerning HIV/AIDS in male adolescents. This is a descriptive study of the transversal type with quantitative approach. The population consisted of male adolescents, from 12 to 18 years, of one public school and one private. The sample was composed by 326 students. The data were collected in the months of June and July 2008, through a questionnaire containing the data data referring to the identification of the nursing diagnosis in study. The age averages of the students were of 15.25 and 14.52 years, for thoses in the public and private institutions respectively. Most were single. The diagnosis was identified in 97.2% of the researched, being the inadequate performance in a test the most present defining characteristic. The performance inferior to 80.0% in the indicators used to this evaluation was of 68.4% regarding the knowledge on general aspects of HIV/AIDS; 72.1% to the contamination forms; and the referring percentages to the correct use of the male preservative and the prevention forms were respectively 52.5% and 61.3%. Concerning the referring factors it was frequently found the lack of familiarity with the information resources. Among the means mentioned to the knowledge acquisition on HIV/AIDS, we have the health professionals, the lectures, the hospitals and the teachers. About the searched resources, it was seen that the lectures, the internet, the teachers and the parents are among the most mentioned. The friends were the option of few adolescents. Regarding the referring factor - lack of interest in learning - the students that told never had looked for information justified such conduct mainly because of the lack of opportunity, indifference and because they don’t give importance to the theme. It was concluded that the knowledge deficiencies found were related with the use of the term bearer as reference to the soropositives, the existence of differences between being contaminated and develop or not AIDS, the virus transmission through the sexual act with only one partner without the use of preservative, as well as the contaminated mother to the child, the sexual relationship with vaginal and anal penetration without condom, and through blood donation. About the use of condom, the alternatives that presented smaller percentage of success were referring to the use of lubricants, the storage and the insertion. Therefore, the nursing interventions of educational nature should reinforce the existent knowledge and give priority the found deficits, in a way to focus the nursing actions in the acquisition of favorable results to increase the knowledge of these adolescents regarding HIV/AIDS.
Descrição: ALBUQUERQUE, Jaqueline Galdino. Conhecimento deficiente acerca do HIV/AIDS em adolescentes do sexo masculino. 2008. 76 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2008.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1765
Aparece nas coleções:DENF - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_dis_jgalbuquerque.pdf517,66 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.