Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17663
Título: Suplementação dietética de metionina em resposta a densidade de estocagem do camarão Litopenaeus vannamei (BOONE, 1931) em água verde
Autor(es): Façanha, Felipe Nobre
Orientador(es): Nunes, Alberto Jorge Pinto
Palavras-chave: Camarão - Alimentação e rações
Carcinicultura
Data do documento: 2015
Citação: FAÇANHA, F. N. (2015)
Resumo: Este estudo avaliou o desempenho zootécnico do camarão Litopenaeus vannamei cultivado nas densidades de estocagem de 50, 75 e 100 camarões/m2 em água verde, frente a dietas com uma inclusão de 50 g/kg de farinha de salmão e suplementação de DL-metionil-DL-metionina (Met-Met) de 0, 1,1, 2,1, 3,1 e 4,1 g/kg da dieta (na base natural). As dietas contendo 361 ± 5,3 g/kg de proteína bruta apresentaram 4,8, 6,2, 7,2, 8,1 e 9,4 g/kg de metionina (Met, na matéria seca), respectivamente. O cultivo dos camarões durou 70 dias, sendo utilizados 75 tanques independentes de 1m3, mantidos ao ar livre, cada um equipado com entrada e saída individual de água, renovação (14,2% ao dia) e aeração contínua de água. Os camarões foram alimentados diariamente, às 07:00, 10:00, 13:00 e 16:00 h, exclusivamente em bandejas de alimentação. A sobrevivência final dos camarões alcançou valores superiores a 90%, sendo afetada negativamente sob 75 camarões/m2 quando utilizada a dieta contendo 4,8 g/kg de Met (83.1 ± <0,001%). O consumo alimentar variou apenas entre os níveis de Met nas densidades de 50 e 75 camarões/m2, em geral apresentando uma tendência de aumento até 8,1 g/kg de Met. O FCA variou de um mínimo e máximo de 1.53 ± 0,07 e 1.84 ± 0,06, respectivamente, diminuindo estatisticamente entre 4,8 e 9,4 g/kg de Met sob 50 camarões/m2e entre 4,8 e 6,2 g/kg de Met sob 75 camarões/m2. Em termos de crescimento semanal e peso corporal final, houve um efeito significativo tanto da densidade de estocagem como dos níveis dietéticos de Met. Até 7,2 g/kg de Met, o crescimento semanal foi reduzido de 1,49 ± 0,11 para 1,36 ± 0,06 g, quando a densidade de estocagem excedeu 50 camarões/m2. Sob 50 e 100 camarões/m2, o peso corporal final dos camarões aumentou progressivamente até o nível de 7,2 g/kg de Met (máximo de 16,80 ± 1,95 g). Na densidade de 75 camarões/m2 o peso final foi mais elevado ao nível de 8,1 g/kg de Met (16,59 ± 1,88 g). Valores excedentes de Met na dieta não proporcionaram aos camarões um maior peso corporal. A produtividade de camarão aumentou em resposta a densidades mais elevadas, embora o mesmo efeito não tenha sido detectado para níveis dietéticos de Met. O ganho de produtividade de camarões não foi incrementado quando as dietas apresentaram níveis de Met acima de 6,2 g/kg nas densidades de 50 e 75 camarões/m2. Sob 100 camarões/m2, não foi detectado efeito estatístico dos níveis de Met sobre a produtividade. Este trabalho demonstrou que o aumento nas densidades de estocagem de camarão de 50 para 75 e 100 camarões/m2, não apresentou relação com os níveis crescentes de metionina nas dietas. Independente da densidade empregada, com água verde e perfil nutricional das dietas práticas adotadas, o nível ótimo de metionina para um máximo crescimento de juvenis de L. vannamei ficou entre 7,2 e 8,1 g/kg da dieta.
Abstract: This study evaluated the growth performance of the white shrimp, Litopenaeus vannamei, reared under green water at 50, 75 and 100 shrimp/m2, in response to diets containing 50 g/kg of salmon meal and supplementation of DL-methionyl-DL-methionine (Met-Met) at 0, 1.1, 2.1, 3.1, and 4.1 g/kg of the diet (as fed basis). Diets with 361 ± 5.3 g/kg of crude protein contained 4.8, 6.2, 7.2, 8.1, and 9.4 g/kg of methionine (Met, in a dry matter basis), respectively. Shrimp were reared for 70 days in 75 independent tanks of 1 m3, kept outdoors, equipped with an individual water inlet and outlet. Tanks operated with continuous water exchange (14.2% daily) and aeration. Shrimp were fed daily at 07:00, 10:00, 13:00 and 16:00 h, exclusively in feeding trays. Shrimp final survival exceeded 90%, but it was adversely affected under 75 shrimp/m2 when fed a diet containing 4.8g/kg Met (83.1 ±<0.001%). Feed intake differed only between dietary Met levels at 50 and 75 shrimp/m2, with a trend towards increased intake up to 8.1 g/kg Met. FCR varied between 1.53 ± 0.07 and 1.84 ± 0.06 (minimum and a maximum, respectively) reducing from 4.8 to 9.4 g/kg Met under 50 shrimp/m2 and from 4.8 to 6.2 g/kg Met under 75 shrimp/m2. There was a significant effect of both stocking density and dietary Met on shrimp weekly growth and final body weight. Up to 7.2 g/kg Met, shrimp weekly growth was reduced from 1.49 ± 0.11 to 1.36 ± 0.06 g when stocking density exceeded 50 shrimp/m2. Under 50 and 100 shrimp/m2, shrimp final body weight increased progressively up to 7.2 g/kg Met (maximum of 16.80 ± 1.95 g). Under 75 shrimp/m2 highest final body weight was observed witha dietary Met of 8.1 g/kg (16.59 ± 1.88 g). Dietary Met beyond these levels did not result in a higher shrimp body weight. Gained shrimp yield increased in response to higher stocking densities, although the same effect was not detected for the dietary Met levels. Shrimp yield was not increased when dietary Met exceeded 6.2 g/kg under 50 and 75 shrimp/m2. Under 100 shrimp/m2 no statistical effect of dietary Met was observed on yield. This study demonstrated that the increase in shrimp stocking densities from 50 to 75 and 100 shrimp/m2 did not respond to increasing dietary levels of methionine. Regardless of the density used, under green water and with the nutrient dietary profile adopted, the optimal level of methionine to achieve maximum growth of L. vannamei juveniles was between 7.2 and 8.1 g/kg of the diet.
Descrição: FAÇANHA, F. N. Suplementação dietética de metionina em resposta a densidade de estocagem do camarão Litopenaeus vannamei (BOONE, 1931) em água verde. 2015. 32 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Marinhas Tropicais) - Instituto de Ciências do Mar, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17663
Aparece nas coleções:LABOMAR - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_dis_fnfacanha.pdf442,57 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.