Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17674
Título: Influência da morfodinâmica praial na distribuição e variações morfométricas de mellita quinquiesperforata Leske, 1778 no litoral do Estado do Ceará
Autor(es): Dias, Ismália Cassandra Costa Maia
Orientador(es): Rocha-Barreira, Cristina de Almeida
Palavras-chave: Echinodermata - Ceará
Praias - Morfologia
Data do documento: 2014
Citação: DIAS, I.C.C.M. (2014)
Resumo: A distribuição espacial, ocorrência e morfometria de populações de Mellita quinquiesperforata foram estudadas no litoral do Ceará, no período entre agosto de 2010 e abril de 2011. Uma revisão da literatura sobre os aspectos bioecológicos da espécie também foi realizada, considerando a classificação taxonômica proposta por Harold e Telford em 1990. Amostragens pontuais foram realizadas nas praias de Redonda, Majorlândia, Prainha do Canto Verde, Diogo, Iguape, Futuro, Pecém, Paracuru, Flecheiras, Caetanos, Preá, Maceió e Bitupitá. A altura e período de ondas, granulometria da zona entremarés e de surfe, e extensão da maré foram registrados. Perfis de praia, parâmetros adimensional de Dean ( ) e escalar da arrebentação ( ), Índices da Praia (BI) e da Extensão Relativa da Maré (RTR) foram calculados para caracterizar a morfodinâmica praial. Os animais foram coletados através de arrastos perpendiculares à praia, divididos em duas faixas de coleta (0-30m e 30-60m de distância da zona de varrido das ondas). A densidade por faixa de coleta foi expressa como número de indivíduos/m2. Foram obtidos histogramas de frequência de tamanho com intervalos de classes de 6mm. Foi utilizado um teste paramétrico de comparação de médias (teste t de Student), para observar diferenças significativas na densidade entre as duas faixas estudadas, e também entre as classes da estrutura etária, através do software STATISTICA® versão 7.0. O padrão de distribuição espacial foi estimado através do índice de Morisita. Para a análise morfométrica, foram escolhidos 30 indivíduos adultos, considerando 33 parâmetros baseados na forma da carapaça, posições e dimensões das lúnulas e largura dos sulcos alimentares, agrupando os organismos segundo a classificação das praias proposta pelo parâmetro Dean. Foi realizada uma análise discriminante linear livre de tamanho, utilizando o pacote estatístico R. As praias analisadas no litoral do Ceará apresentaram características morfodinâmicas diferentes, e sugere-se uma combinação de índices (Dean e RTR) para caracterizar os estados morfodinâmicos. As praias do Futuro e Pecém foram consideradas dissipativas; Redonda, Majorlândia, Caetanos e Bitupitá ultradissipativas; Diogo, Iguape, Paracuru, Flecheiras, Preá e Maceió, intermediárias; e a prainha do Canto Verde, refletiva. As praias são modificadas por marés, exceto a praia do Pecém, determinada por ondas, segundo o RTR. Considerando o BI apenas Bitupitá é dissipativa, enquanto todas as demais são intermediárias. Todas as populações apresentaram modas de indivíduos adultos; enquanto em Canto Verde, Iguape e Preá foram também evidenciados recrutas. A espécie, na maioria das praias, concentrou-se próximo a arrebentação, sendo a maior densidade observada na praia do Canto Verde, com 7,1 ind/m2, com distribuição agregada. M. quinquiesperforata apresentou diferentes modos de distribuição espacial nas praias analisadas, sendo que os estágios morfodinâmicos não corresponderam a modos semelhantes de distribuição. Observou-se uma redução de indivíduos da espécie estudada na direção oeste do litoral cearense, estando a partir da praia de Preá, ausente nas praias estudadas. As duas primeiras variáveis canônicas explicaram 83,14% da variação total dos dados analisados, observando-se uma separação entre os grupos, principalmente relacionada ao comprimento e espessura da testa e características da região posterior do animal. As variáveis do ambiente praial como o tamanho do grão, altura da onda, declividade do perfil e dissipação de energia, promoveram as variações na densidade e distribuição das populações de M. quinquiesperforata. As características morfodinâmicas das praias cearenses também contribuíram para as variações morfométricas exibidas pelas populações de M. quinquiesperforata, indicando que existem variações fenotípicas como resposta a diferentes condições ambientais, e confirmando a plasticidade fenotípica da espécie.
Abstract: The spatial distribution, occurrence and morphometry of populations of Mellita quinquiesperforata were studied in the Ceará coast, between August 2010 and April 2011. Samplings were performed in Redonda, Majorlândia, Prainha do Canto Verde, Diogo, Iguape, Futuro, Pecém, Paracuru, Flecheiras, Caetanos, Preá, Maceió and Bitupitá. In these sites, the height and period of the waves, granulometry of intertidal and suf zones and the tidal range were recorded. The beach profile, Dean’s dimensionless fall velocity ( ) and surf scaling parameter ( ), Beach Indexes (BI) and the Relative Tide Range (RTR) were obtained in order to characterize the beach morphodynamics. The specimens were sampled through trawls perpendicular to the coastline, divided in two sampling zones (0-30m and 30-60m, distant from the swash zone). For the studied zones, it were obtained the density, expressed in number of individuals per square meter (individuals/m2), and histograms relative to the length frequency, with class intervals of 6mm. Student’s t-tests compared the averages of density between the zones, and also of the age classes. The pattern of spatial distribution was estimated using the Morisita’s index. For the morphological analysis, thirty adult individuals, considering 33 parameters based on the carapace form, lunule positions and dimensions, and also on the food grooves. A size-free linear discriminant analysis was realized using the R Software. Redonda, Majorlândia, Caetanos and Bitupitá were classified as ultra-dissipative; Futuro and Pecém, dissipative; Diogo, Iguape, Paracuru, Flecheiras, Preá and Maceió, intermediate; and Prainha do Canto Verde, reflective. According the RTR index, these beaches were wave-modified; and only Bitupitá was tidal-modified. Considering the BI index, Bitupitá is also the only beach considered dissipative, while the others are intermediate. All M. quinquiesperforata populations have a mode indicating adult individuals, even Canto Verde, Iguape and Preá have also presented recruits. This species, mostly, was concentrated near the breaking waves. The greater density was observed in Canto Verde (7.1 ind/m2), with aggregate distribution. M. quinquiesperforata had different forms of spatial distribution in the analyzed beaches, which did not correspond to the beaches morphodynamics models. A reduction of specimens was observed in direction to the West, being absent from Preá Beach. According the Discriminant Analysis, with 83.4% of variance explained from the two first Axes, the test height and thickness, and also the posterior region, discriminated populations according the beaches morphodynamics. It is suggested a combination of Dean and RTR indexes to characterize the morphodynamics of the studied beaches. The variables grain size, wave height, slope of the beach profile and wave energy dissipation promoted the variations in density and distributions of the studied M. quinquiesperforata populations. The morphodynamics characteristics of beaches off Ceará contributed also for the morphometric variations exhibited by these populations, indicating morphological variations as a result of the different environmental conditions, confirming its phenotypical plasticity.
Descrição: DIAS, I. C. C. M. Influência da morfodinâmica praial na distribuição e variações morfométricas de mellita quinquiesperforata Leske, 1778 no litoral do Estado do Ceará. 2014. 93 f. Tese (Doutorado em Ciências Marinhas Tropicais) - Instituto de Ciências do Mar, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17674
Aparece nas coleções:LABOMAR - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_tese_iccmdias.pdf2,33 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.