Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17710
Título: Atividade antimicrobiana do peptídeo sintético LYS-A1 frente a estreptococos orais
Título em inglês: Antimicrobial activity of the synthetic peptide LYS-A1 against oral streptococci
Autor(es): Silva, Bruno Rocha da
Orientador(es): Teixeira, Edson Holanda
Coorientador(es): Carneiro, Victor Alves
Palavras-chave: Streptococus mutans
Cárie dentária
Data do documento: 2013
Citação: SILVA, B. R. (2013)
Resumo: A cárie dental é conceituada como uma doença infectocontagiosa, crônica e multifatorial na qual ocorre uma desmineralização progressiva das estruturas dentais com consequente dor e perda do elemento dental. É considerada um problema de saúde pública em todo mundo devido sua incidência e consequências orais e sistêmicas. Dessa forma, novos métodos de controle microbiano têm sido pesquisados com vista à redução do número de casos. Os peptídeos antimicrobianos são moléculas presentes em diversos seres vivos e possuem uma alta atividade biocida frente a diversos microrganismos patogênicos. O peptídeo Lys-[Trp6]-Hy-A1 (Lys-a1), derivado sintético do peptídeo Hy-A1, isolado inicialmente da espécie Hypsiboas albopunctatus, é uma molécula com atividade antimicrobiana descrita na literatura. Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial antibacteriano do peptídeo sintético Lys-a1 sobre crescimento planctônico e em biofilme de bactérias orais. As metodologias utilizadas para avaliação do potencial antimicrobiano foram: determinação da concentração inibitória mínima (CIM) e concentração bactericida mínima (CBM) em placas de poliestireno para o crescimento em suspensão; e quantificação de biomassa por cristal violeta e contagem de unidades formadoras para crescimento em biofilme. Os micro-organismos, S. oralis, S. sanguinis, S. parasanguinis, S. salivarius, S. mutans e S. sobrinus, foram cultivados em Brain Heart Inffusion caldo suplementado com 1% de sacarose (BHIs) a 37 °C sob atmosfera com 10% de CO2. O peptídeo foi solubilizado em ácido acético 0,1% (v/v) em diferentes concentrações (500 a 1,9 µg.mL-1). Os grupos controle dos ensaios foram meio de cultura BHIs (controle negativo) e Gluconato de Clorexidina 0,12% (controle positivo). O peptídeo testado apresentou um destacado efeito antimicrobiano, sendo capaz de inibir o crescimento planctônico e em biofilme de todas as cepas testadas mesmo em baixas concentrações. Assim, o peptídeo Lys-a1 é uma importante fonte para possíveis agentes antimicrobianos, com ênfase no controle e prevenção de biofilmes microbianos, um dos fatores mais importantes para o desenvolvimento do processo cariogênico
Abstract: Dental caries is defined as an infectious, chronic and multifactorial disease, in which there is a progressive demineralization of tooth structure with consequent pain and dental loss. It is considered a major public health problem worldwide because its high incidence, besides its oral and systemic consequences. Thus, new methods of microbial control have been investigated to reduce the number of cases. Antimicrobial peptides are molecules present in many living beings and have a high biocidal activity against various pathogenic microrganisms. The peptide Lys-[Trp6]-Hy-A1 (Lys-a1) is a synthetic derivative of the peptide Hy-A1, initially isolated from the species Hypsiboas albopunctatus. According to previous research, it is a molecule with broad antimicrobial activity. The objective of this study was to evaluate the antimicrobial activity of the synthetic peptide Lys-a1 on the planktonic and biofilm growth of oral bacteria. The methods used to evaluate antimicrobial activity include the following: determination of the minimum inhibitory concentration (MIC) and minimum bactericidal concentration (MBC) in microtiter plates for growth in suspension and quantification of biomass by crystal violet staining and counting of colony forming units for biofilm growth. The microorganisms S. oralis, S. sanguinis, S. parasanguinis, S. salivarius, S. mutans and S. sobrinus were grown in Brain Heart Infusion broth supplemented with 1% sucrose (BHIs) at 37 °C under atmospheric pressure with 10% CO2. The peptide was solubilized in 0.1% acetic acid (v/v) at various concentrations (500 to 1.9 µg.mL-1). Chlorhexidine gluconate 0.12% was used as the positive control, and BHIs culture medium was used as the negative control. The tested peptide demonstrated a remarkable antimicrobial effect, inhibiting the planktonic and biofilm growth of all strains tested, even at low concentrations. Thus, the peptide Lys-a1 is an important source for potential antimicrobial agents, especially for the control and prevention of microbial biofilms, which is one of the most important factors in cariogenic processes
Descrição: SILVA, B. R. Atividade antimicrobiana do peptídeo sintético LYS-A1 frente a estreptococos orais. 2013. 97 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Campus de Sobral, Universidade Federal do Ceará, Sobral, 2013.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17710
Aparece nas coleções:PPGB - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_dis_brsilva.pdf2,65 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.