Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1772
Título: Coccidioidomicose no estado de Ceará (1995-2007) : características clínico-laboratoriais e análise das frações protéicas do antígeno total de Coccidioides posadasii no imunodiagnóstico
Título em inglês: Coccidioidomycosis State of Ceará (1995 - 2007) : characteristics clinical laboratory and analysis of protein fractions of antigen total Coccidioides posadasii in the immunodiagnosis
Autor(es): Bandeira, Silviane Praciano
Orientador(es): Cordeiro , Rossana de Aguiar
Palavras-chave: Coccidioidomicose
Testes Imunológicos
Data do documento: 2008
Citação: BANDEIRA, S. P. (2008)
Resumo: Coccidioidomicose consiste em enfermidade causada pelos fungos dimórficos do gênero Coccidioides – C. immitis e C. posadasii – que acomete o homem e diversos animais como bovinos, ovinos, roedores e cães. Restrita ao continente americano, casos da doença vem ocorrendo no Estado do Ceará desde 1995. A infecção ocorre geralmente por contato inalatório com as estruturas infectantes do fungo presentes no ambiente, os artroconídeos. Em sua fase parasitária, os microrganismos se apresentam sob a forma de esférulas responsáveis pelas manifestações clínicas da doença. A maioria dos casos cursa de forma assintomática, sendo os quadros respiratórios os mais comuns em pacientes clinicamente enfermos. O diagnóstico da doença se baseia em técnicas microbiológicas como pesquisa direta e cultura, porém estes procedimentos demandam estrutura especializada – nível de biossegurança III -por tratar-se de microrganismo de classe biológica 3. Abordagem imunológica mostra-se promissora por prescindir da manipulação fúngica e ser exeqüível em diversos laboratórios de rotina micológica. Neste trabalho, objetivou-se traçar perfil clínicolaboratorial dos casos de coccidioidomicose ocorridos no Estado do Ceará entre os anos de 1995 e 2007, além de obter frações antigênicas a partir do fracionamento de Antígeno total de C. posadasii empregáveis como imunodiagnóstico da doença. Foram catalogados 19 casos da doença no período em estudo. Todos os pacientes eram homens jovens com manifestações respiratórias, com exceção de um caso. O hábito recreativo de caçar tatus foi relatado por 18 pacientes. A abordagem laboratorial destes casos consistiu em estudo microbiológico, associado a técnicas moleculares, imunológicas, histopatológicas ou de experimentação animal. O fracionamento protéico do Antígeno total de C. posadasii originou três frações antigênicas com teor protéico distinto, perfil eletroforético diferenciado e imunorreatividade pela técnica de Western blotting. A fração 60-90% revelou banda imunorreagente de aproximadamente 30 a 40 KDa reconhecida por soros de coccidioidomicose, porém apresentando reatividade cruzada com alguns soros de paciente com histoplasmose. Esta banda protéica, em estudos posteriores, poderá ser caracterizada e purificada com potencial utilização como ferramenta para o imunodiagnóstico da doença.
Abstract: Coccidiodomycosis is a disease caused by dimorphic fungi of the Coccidioides genus – C. immitis and C. posadasii – which afflicts people and various animals, such as cattle, goats, rodents and dogs. It is restricted to the Americas and cases have been reported in the state of Ceará only since 1995. The infection generally results from inhaling the infectious structures arthroconidia -of the fungus. In its parasitic phase, the microorganisms responsible for the clinical signs of the disease have a spherical shape. Most cases are asymptomatic, and respiratory problems are the most common symptoms in patients that are clinically affected. The disease’s diagnosis is based on microbiological techniques such as direct examination of clinical specimens and culturing, but these procedures require specialized biosecurity level 3 facilities because the microorganism falls in biological class 3. The immunological approach appears promising because it does not require manipulation of the fungi and can be performed in various laboratories equipped for routine mycological tests. The aim of this work is to outline the clinical and laboratory profile of the cases of coccidiodomycosis that occurred in the state of Ceará between 1995 and 2007 and to report experiments to obtain antigenic fractions from fractioning Antígeno total of C. posadasii, as a possible means for immunodiagnosis of the disease. A total of 19 cases of the disease were cataloged in the study period. All the patients were young men with respiratory symptoms, except for one case. All but one of the patients reported they engaged in recreational hunting of armadillos. The laboratory approach in these cases consisted of microbiological examination combined with molecular, immunological, histopathological techniques or animal experiments. The protein fractioning of Antígeno total of C. posadasii produced three antigenic fractions with different protein content, electrophoretic profile and immunoreactivity according to the Western blotting technique. The 60-90% fraction showed an immunoreactive band of approximately 30 to 40 KDa, recognizable by sera from patients with coccidiodomycosis, but showed crossreactivity with some sera from patient with histoplasmosis. This protein band, in subsequent studies, can be characterized and purified for potential use as a tool for immunodiagnosis of the disease.
Descrição: BANDEIRA,Silviane Praciano. Coccidioidomicose no estado de Ceará (1995-2007) : características clínico-laboratoriais e análise das frações protéicas do antígeno total de Coccidioides posadasii no imunodiagnóstico. 2008. 99 f. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Médica) - Universidade Federal do ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2008.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1772
Aparece nas coleções:DMC - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_dis_spbandeira.pdf15,69 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.