Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17758
Título: Questão agrária e campesinato: a feira agroecológica como uma estratégia de consolidação camponesa
Título em inglês: Agrarian question and peasantry: the fair agroecology as a peasant consolidation strategy
Autor(es): Batista, Maria Aline da Silva
Orientador(es): Oliveira, Alexandra Maria de
Palavras-chave: Geografia agrária
Questão Agrária
Campesinato
Feira Agroecológica
Agrarian Question
Peasantry
Data do documento: 2014
Citação: BATISTA, M. A. S. (2014)
Resumo: A questão agrária é um problema que não se esgota na questão fundiária, mas se desdobra em vários dilemas vividos pelos camponeses. Essa pesquisa tem por objetivo discutir o papel da resistência camponesa na região norte do Ceará através das Feiras Agroecológicas (FA). Buscou-se compreender como o campesinato tem utilizado a Agroecologia para enfrentar as pressões do capital. Delimitou-se como universo de estudo o grupo de feirantes agroecológicos e solidários de Itapipoca e de Trairi, totalizando dez famílias. As FA são canais alternativos de comercialização que possibilitam ao camponês maior autonomia em relação aos resultados do seu trabalho ao mesmo tempo em que democratiza o acesso a alimentos sem agrotóxico. Tendo por base os teóricos que pensam o campesinato para além da perspectiva econômica e a Agroecologia como caminho para o desenvolvimento rural, procurou-se identificar as estratégias empreendidas pelos camponeses e os resultados decorrentes. A metodologia utilizada contou com revisão bibliográfica e trabalhos de campo, durante os quais, foram realizadas visitas às unidades de produção e às feiras agroecológicas. Foram feitas entrevistas semiestruturadas gravadas com os camponeses-feirantes, técnicos agrícolas envolvidos e consumidores. Verificou-se que as técnicas agroecológicas estão contribuindo para a recuperação dos solos e são mais eficientes que as práticas convencionais nos períodos de estiagem. Constatou-se que a comercialização nas feiras agroecológicas enseja um aumento significativo na renda dos camponeses e induz a diversificação da produção, o que reflete na melhoria da alimentação e promove a segurança alimentar para as famílias. As FA estudadas possibilitam aos consumidores o acesso a produtos mais seguros e a preços justos. As relações sociais desenvolvidas nas feiras transcendem a dimensão econômica, geram laços de amizade, baseados na confiança e na solidariedade.
Abstract: The agrarian question is a problem that is not limited to the land issue, but unfolds into various dilemmas faced by peasants. The research aims at discussing the role of a path of peasant resistance in the northern region of Ceará: the Agroecological Fair (FA). It was sought to understand how the peasantry has used Agroecology to face the pressures of capital. It was delimited as the universe of the study the group of marketers agroecological and solidary from fair of Itapipoca and fair of Trairi totaling ten families. The FA are alternative marketing channels that enable the peasants greater autonomy in relation to the results of their work at the same time that democratizes access to food without pesticides. Based on the theorists who think the peasantry beyond the economic outlook and Agroecology as a way for rural development, we sought to identify the strategies undertaken by farmers and the results arising. The methodology included literature review and field research. The plantation and agroecological fair were visited. Interviews semistructured taped were realized with peasants-marketer, agricultural technicians and consumers. It was found that agroecological techniques are contributing to the recovery of soils and are more efficient than conventional practices during periods of drought. It was observed that marketing through agroecological fair entails a significant increase in the income of peasants and induces diversification of production, which reflects a improved diet and promotes food security for families. The FA studied allows consumers access to safer products and fair prices. Social relations developed at the fairs transcends the economic dimension, generating friendships based on trust and solidarity.
Descrição: BATISTA, Maria Aline da Silva. Questão agrária e campesinato: a feira agroecológica como uma estratégia de consolidação camponesa. 2014. 108 f. Dissertação (Mestrado em geografia)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17758
Aparece nas coleções:DGR - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_dis_masbatista.pdf2,56 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.