Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17862
Title in Portuguese: Infância e infantil: diferenciação conceitual e repercussões clínicas
Author: Campos, Renata Carvalho
Keywords: Infância
Infantil
Clínica psicanalítica
Issue Date: 2014
Publisher: Revista de Psicologia
Citation: Campos, R. C. (2014)
Abstract in Portuguese: A infância compreende o tempo de inscrição dos primeiros traços das experiências no psiquismo. Já o infantil está associado à sexualidade e ao inconsciente, constituindo-­se como marca no psiquismo. Esse artigo compõe parte da pesquisa do mestrado cujo objetivo é investigar os fundamentos da clínica psicanalítica com adultos e crianças tendo o infantil como articulador. Abordamos a diferença conceitual entre infância e infantil, apontando sua relevância teórica, bem como suas repercussões na clínica. Utilizamos, por fim, a noção de neurose infantil como elemento central, que aproxima, na análise, adultos e crianças, tendo em vista, referir-se à estruturação do sujeito.
Description: CAMPOS, Renata Carvalho. Infância e infantil: diferenciação conceitual e repercussões clínicas. Revista de Psicologia, Fortaleza, v. 5, n. 1, p. 58-71, jan./jun. 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17862
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
ISSN: 2179-1740(online)
0102-1222(impresso)
Appears in Collections:DPSI - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_art_rccampos.pdf234,35 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.