Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17865
Título: Avaliação da "carne" básica de caju submetida a diferentes métodos de cocção e aceitação sensorial de novos produtos.
Título em inglês: Evaluation of the "meat" basic cashew(Anacardium occidentale L.) submitted to different cooking methods and sensory acceptance of new products.
Autor(es): Sucupira, Natália Rocha
Orientador(es): Sousa, Paulo Henrique Machado
Palavras-chave: Ciencia e tecnologia de alimentos
“Carne” de caju
Cocção
Compostos bioativos
Avaliação sensorial
Cashew “meat”
Cooking
Bioactive compounds
Sensory evaluation
Caju - Processamento
Avaliação sensorial
Culinária (Caju)
Compostos bioativos
Data do documento: 2012
Citação: SUCUPIRA, N. R. (2012)
Resumo: A crescente demanda por produtos de frutas processados gera a necessidade do desenvolvimento de tecnologias que permitam a obtenção de produtos com características sensoriais e nutricionais com pouca alteração e grande conveniência para o consumo. O ato de cozinhar induz mudanças significativas na composição química que influenciam a concentração e a biodisponibilidade de compostos bioativos de vegetais. O desenvolvimento de produtos culinários, de valor agregado, com resíduos do beneficiamento do pedúnculo caju tem atraído o crescente mercado de produtos com teor reduzido de gordura e com boas características sensoriais. Considerando a escassez de dados sobre as características de produtos obtidos a partir do pedúnculo do caju, objetivou-se nesse trabalho analisar os compostos bioativos das diferentes fibras (artesanal e industrializada) de caju in natura, comparar a melhor forma de cocção da “carne” básica de caju após os diferentes tipos de cocção, além de elaborar e avaliar a aceitação e preferência sensorial de novos produtos formulados a partir destas fibras. Foram elaboradas “carnes” básicas de caju a partir de duas fibras (artesanal e industrializada). Estas “carnes” foram submetidas a diferentes métodos de cocção (cozimento a água, cozimento a vapor, fritura e cocção combinada) e tiveram seus componentes bioativos (ácido ascórbico, carotenóides totais, atividade antioxidante total pelos métodos ABTS – azinobis (3-etilbenzotiazolina-6-ácido sulfônico) e DPPH – (2,2-difenil-1-picrilhidrazil) avaliados. Paçoca de caju e almôndega de caju foram formuladas e analisadas sensorialmente. O ácido ascórbico, os carotenóides totais, as atividades antioxidantes pelo método do ABTS e pelo método do DPPH variaram significativamente entre as duas fibras in natura estudadas; enquanto para os compostos fenólicos apresentaram-se significativamente iguais. A fibra de caju artesanal mostrou elevado conteúdo de ácido ascórbico (147,8 mg.100g-1), sendo considerada uma excelente fonte de vitamina C. As fibras apresentaram baixos valores de compostos fenólicos totais e exibiram ação antioxidante. Em ambos os tratamentos, os níveis de ácido ascórbico e carotenóides se apresentaram elevados, sendo “carnes” básicas de caju rica fonte destes compostos bioativos. O tratamento de cocção em água foi o que menos contribuiu para a retenção de compostos funcionais, apresentando menores médias em todos os parâmetros avaliados. De maneira geral, a fritura e a cocção combinada de calor seco com calor úmido, exibiram maiores médias, não variando significativamente. A paçoca e a almôndega de caju apresentaram médias dos atributos (aparência, aroma, sabor, impressão global) e intenção de compra localizadas na zona de aceitação das duas escalas hedônicas utilizadas, em que os valores variaram entre os termos “gostei ligeiramente” e “gostei moderadamente” enquanto para a intenção de compra, as médias se situaram de “talvez comprasse, talvez não comprasse” a “possivelmente compraria”. Com base no resultados, o aproveitamento dos resíduos do pedúnculo de caju se torna bastante importante para o combate ao desperdício e para o desenvolvimento de novos produtos alimentícios.
Abstract: The growing demand for processed food products means there is a need to develop technologies which can lead to products being developed which only slightly alter the sensory and nutritional characteristics and which are easy to use. Cooking a food leads to significant changes in its chemical composition which affect the concentration and the bioavailabilty of the bioactive compounds of vegetables. The development of value-added food products from the waste processing of the cashew apple could be attractive to the growing market for products with a reduced level of fats and attractive sensory characteristics. Considering the lack of data on the characteristics of products obtained from the cashew apple, the aim of this study was to analyze the bioactive compounds of different “in natura” cashew apple fibers (artisan and industrialized), to compare the different methods of cooking of the cashew meat to find the best one after the different methods of cooking, as well as to elaborate a way of evaluating the acceptance and sensorial preference of the new products made from these fibers. Different types of cashew “meat” were made from fibers (artisan and industrialized). These types of “meat” underwent different methods of cooking (boiling, steaming, frying and a mixed method) and their bioactive compounds were measured (that is, ascorbic acid, total carotenoids, total antioxidant activity through the ABTS method –azinobis (3-ethylbenzothiazoline 6-sulfonic acid) and the DPPH method (2.2-diphenyl-1-picrylhydrazyl). Cashew flour and cashew balls were made and underwent sensorial analysis. The level of ascorbic acid, the total carotenoids, and the antioxidant activity measured by the ABTS and the DPPH methods showed significant differences between the two in natura fibers studied, while they were significantly similar in terms of phenolic compounds. The artisan cashew fiber had a high level of ascorbic acid, (147.8 mg.100g-1), which is an excellent source of vitamin C. Both fibers showed low levels of total phenolic compounds and showed antioxidant activity. In both, the levels of ascorbic acid and carotenoids were high as the basic cashew “meat” is a good source of these bioactive compounds. The boiling method of cooking was the one which led to the lowest retention of functional compounds, exhibiting the lowest measurements in all the parameters evaluated. In general, frying and the cooking method combining both dry and moist heat had the highest measurements and were not significantly different from each other. The cashew flour and cashew balls were judged to be acceptable on the hedonic scales used both in terms of their attributes (appearance, aroma, taste, overall impression) and intention to buy. The values ranged from “I liked a little” and “I liked quite a lot” for attributes and in terms of intention to buy the possibilities were “maybe I’d buy, maybe not” and “I would possibly buy”. It can be seen that making use of cashew apple residue is important both in terms of combating waste and in the development of new food products.
Descrição: SUCUPIRA, Natália Rocha. Avaliação da "carne" básica de caju submetida a diferentes métodos de cocção e aceitação sensorial de novos produtos. 2012. 90 f. : Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará. Centro de Ciências Agrárias, Departamento de Tecnologia de Alimentos, Fortaleza-CE, 2012
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17865
Aparece nas coleções:DTA - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_dis_nrsucupira.pdf1,62 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.