Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17867
Título: Constrangimento, contágio emocional e gestão: um estudo transcultural
Autor(es): GONDIM, Sônia Maria Guedes
GOUVEIA, Valdiney Veloso
SIMÕES, Ana Célia Araújo
LUNA, André de Figueiredo
MORAIS, Franciane Andrade de
SOUZA, Roosevelt Vilar Lobo de
SAVEIA, João Manuel
Palavras-chave: Constrangimento
Contágio emocional
Gestão
Pesquisa intercultural
Data do documento: 2014
Editor: Revista de Psicologia
Citação: GONDIM, S. M. G.; GOUVEIA, V. V.; SIMÕES, A. C. A.; LUNA, A. F.; MORAIS, F. A.; SOUZA, R. V. L.; SAVEIA, J. M. (2014)
Resumo: O presente estudo teve como objetivo conhecer em que medida a susceptibilidade ao contágio emocional e o constrangimento estão relacionados ao exercício do papel gerencial, ao sexo e ao nível educacional em um estudo comparativo entre Brasil e Angola. Participaram 431 trabalhadores (164 homens e 267 mulheres), 300 do Brasil e 131 de Angola, 71,5% com nível educacional superior ou pós-graduação, 37,8% exercendo função gerencial e idade média de 30 anos. Utilizou-se survey eletrônico para mensurar o Sentimento de Constrangimento e o Contágio Emocional. As soluções fatoriais dos construtos se revelaram distintas para ambos os países. Apenas em Angola, gestoras graduadas e pós-graduadas apresentaram menor grau de constrangimento que homens nas mesmas condições. No Brasil, o nível educacional modifica a susceptibilidade ao contágio de emoções positivas, considerando-se as variáveis função e sexo. Os resultados apontaram correlações positivas entre o constrangimento e o contágio emocional nos dois países.
Abstract: This paper aimed to know if susceptibility to emotional contagion and embarrassment are related to management role, sex and educational level in a comparative study between Brazil and Angola. Participated 431 workers (164 men and 267 women), 300 from Brazil and 131 from Angola, 71,5% graduated or post-graduated, 37,8% working as managers and mean age was 30 years. An electronic survey was used to measure the Embarrassment Questionnaire and Emotional Contagion. Factorial solutions were distinct in both countries. Only in Angola, women in manager position at least graduated showed lower levels of embarrassment than men in the same conditions. In Brazil, the educational level modifies the susceptibility to contagion of positive emotions, considering the variables management role and sex. The results showed positive correlations between embarrassment and emotional contagion in both countries.
Descrição: GONDIM, Sônia Maria Guedes; GOUVEIA, Valdiney Veloso; SIMÕES, Ana Célia Araújo; LUNA, André de Figueiredo; MORAIS, Franciane Andrade de; SOUZA, Roosevelt Vilar Lobo de; SAVEIA, João Manuel. Constrangimento, contágio emocional e gestão: um estudo transcultural. Revista de Psicologia, Fortaleza, v. 5, n. 1, p. 7-20, jan./jun. 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17867
ISSN: 2179-1740(online)
0102-1222(impresso)
Aparece nas coleções:DPSI - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_art_smggondimvvgouveiaacasimoes.pdf387,92 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.