Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17874
Título: O freudismo e a Escola de Frankfurt: ensaio sobre a relação entre metapsicologia e teoria crítica
Autor(es): CASTRO, Emanuel Messias Aguiar de
LIMA, Aluísio Ferreira de
Palavras-chave: Freudismo
Metapsicologia
Escola de Frankfurt
Data do documento: 2014
Editor: Revista de Psicologia
Citação: CASTRO, E. M. A.; LIMA, A. F. (2014)
Resumo: O ensaio que segue é fruto de uma pesquisa bibliográfica onde se pretende demarcar a relação da Teoria Crítica da Escola de Frankfurt com a Psicanálise de Freud, em específico sua metapiscologia, aqui referida como freudismo. Para tanto, foi realizada uma minuciosa análise do Instituto de Pesquisa Social de Frankfurt enquanto marco epistemológico e não como produção individual de seus colaboradores. Um dos objetivos dessa proposta é compreender o que é comum nas várias faces do movimento frankfurtiano em relação ao saber freudiano, ou seja, identificar o freudismo da Teoria Crítica. Esse trabalho encontra-se dividido em três partes: 1) Uma breve introdução ao tema sugerido junto de algumas explicações sobre o procedimento de pesquisa que culminou neste ensaio; 2) Uma contextualização histórica dos eventos que levaram à aproximação entre freudismo e Escola de Frankfurt e, por fim; 3) A relação da Teoria Crítica com a psicanálise freudiana em seus aspectos filosóficos, sociocríticos e crítico cultural. Com isso, buscou-se identificar nessas grandes áreas os movimentos de sístole e diástoles que marcam a conflituosa relação entre materialismo histórico-dialético e freudismo, principalmente, por assumimos como premissa que a Teoria Crítica dialoga com a psicanálise de Freud tendo a metapsicologia como instrumento mediador. O intuito final desse trabalho não é validar ou contestar o movimento de aproximação entre o freudismo e marxismo, mas evocar a importância da Escola de Frankfurt para a Teoria Crítica e para a compreensão dos fenômenos que envolvem as relações sujeito-sociedade.
Abstract: This paper is the result of a literature research which aims to demarcate the relationship of the Critical Theory of the Frankfurt School with Freud’s psychoanalysis, in particular its metapsychology, referred here as freudianism. To archieve this, we made a detailed analysis of the Institute for Social Research in Frankfurt while epistemological Mark, and not as an individual production of its members. This paper was divided into three parts: 1) a brief introduction to the suggested topic and some explanations of the research procedure culminat in this article; 2) A historical contextualization of the events that led to the rapprochement between Freudianism and the Frankfurt School; 3) The ratio of Critical Theory with freudian psychoanalysis in its philosophical, sociological and cultural critic aspects. Thus, We tried to identify these fields approach and displacement movements that symbolize the conflicting relationship between the historical and dialectical materialism and the Freudianism mainly because we assume the premise that the dialogues Critical Theory with Freud’s psychoanalysis had the metapsychology as a mediator instrument. The purpose of this work is to show the importance of the Frankfurt School for Critical Theory and the understanding of phenomena involving the subject-society relations.
Descrição: CASTRO, Emanuel Messias Aguiar de; LIMA, Aluísio Ferreira de. O freudismo e a Escola de Frankfurt: ensaio sobre a relação entre metapsicologia e teoria crítica. Revista de Psicologia, Fortaleza, v. 5, n. 2, p. 108-123, jul./dez. 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17874
ISSN: 2179-1740(online)
0102-1222(impresso)
Aparece nas coleções:DPSI - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_art_emacastroaflima.pdf346,15 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.