Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17883
Título: Análise do SNP C892T do gene HSP70 como marcador de resistência do camarão Litopenaeus vannamei ao vírus da mionecrose infecciosa - IMNV
Autor(es): Nogueira, Luiz Fagner Ferreira
Orientador(es): Maggioni, Rodrigo
Palavras-chave: Aquicultura
Camarão - Alimentação e rações
Data do documento: 2016
Citação: NOGUEIRA, L. F. F. (2016)
Resumo: Este estudo avaliou o polimorfismo C892T do gene HSP70 em duas linhagens de camarão Litopenaeus vannamei em relação à resistência/susceptibilidade ao vírus na mionecrose infecciosa (IMNV) por meio de ensaio de discriminação alélica por PCR em tempo real. Pós-larvas de duas linhagens de camarões, uma selecionada para o crescimento (L.C) e outra para a resistência ao vírus da mionecrose infecciosa (L.R) foram obtidas de duas empresas especializadas. No final do período de crescimento, observou-se que L.C obteve uma maior taxa de crescimento semanal média em relação a L.R (1,18 g/semana e 0,97g/semana, respectivamente). Sob desafio experimental, a evolução da carga viral foi similar entre os grupos infectados das duas linhagens. Os grupos selecionados como susceptíveis de ambas as linhagens apresentaram uma carga viral entre 103 e 105 cópias do IMNV/μg de RNA, enquanto os grupos resistentes exibiram carga viral entre 106 e 107 cópias. L.R obteve um melhor desempenho frente a exposição ao vírus, chegando ao 30° dia pós injeção do inóculo viral com 13% de sobrevivência, enquanto L.C atingiu 100% de mortalidade ao 12º dia pós injeção. Ao contrário do que poderia ser esperado, o alelo T do SNP C892T, que foi previamente associado à resistência, não foi mais frequente em L.R. Porém, sua frequência foi mais elevada nos grupos de resistência de cada linhagem. Isso pode estar associado à baixa variabilidade genética encontrada em L.R em relação a L.C. O ensaio de discriminação alélica por qPCR possibilitou a obtenção de genótipos para esta pesquisa mostrando que o SNP C892T está associado aos grupos de resistência/suscetibilidade ao vírus da mionecrose infecciosa. Esta evidência reforça a hipótese de interação deste marcador com doenças virais presentes na aquicultura, e sua potencial aplicação em programas de seleção de linhagens resistentes a patógenos específicos.
Abstract: This study assessed the C892T polymorphism of the HSP70 gene in two Litopenaeus vannamei strains regarding resistance/susceptibility to infectious myonecrosis, using allelic discrimination through real-time PCR. Post-larvae from two strains of shrimp, one selected for growth (L.C) and one selected for resistance to infectious myonecrosis virus (L.R) were obtained from two commercial hatcheries. At the end of the growth period, it was observed that L.C achieved a higher average weekly growth rate compared to L.R (1.18 g / week and 0.97g / week, respectively). However, under experimental challenge, L.R obtained a better performance against exposure to the virus, reaching the 30th day post infection with 13% survival, while L.C reached 100% mortality at 12 days post injection. The evolution of viral load was similar in both strains. Shrimp categorized as susceptible presented 103 to 105 IMNV copies/μg RNA, while shrimp considered resistant presented 106 to 107 viral copies/ μg RNA. In contrast to what could be expected, allele T of the SNP C892T, which was previously associated with viral resistance, was less frequent in L.R than in L.C. However, its frequency was higher in the resistant group of each lineage. This may be associated with lower genetic variability found in L.R when compared to L.C. The allelic discrimination assay through qPCR allowed successful genotyping for this research showing that SNP C892T is associated with resistance groups / susceptibility to infectious myonecrosis virus. This evidence supports the hypothesis of interaction of this marker with viral diseases present in aquaculture and its potential application in selection programs of shrimp strains resistant to specific pathogens.
Descrição: NOGUEIRA, L. F. F. Análise do SNP C892T do gene HSP70 como marcador de resistência do camarão Litopenaeus vannamei ao vírus da mionecrose infecciosa - IMNV. 2016. 49 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Marinhas Tropicias) - Instituto de Ciências do Mar, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17883
Aparece nas coleções:LABOMAR - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_dis_lffnogueira.pdf1,35 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.