Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17898
Título: Streptococcus pneumoniae: sensibilidade a antimicrobianos e detecção de genes de resistência em isolados de crianças com pneumonia adquirida na comunidade em Fortaleza, Ceará.
Título em inglês: Streptococcus pneumoniae: antimicrobial sensitivity and detection of resistance genes in children with isolated acquired pneumonia in community in Fortaleza, Ceará.
Autor(es): Oliveira, Nayara Santos de
Orientador(es): Carvalho, Cibele Barreto Mano de
Palavras-chave: Streptococcus pneumoniae
Pneumonia
Resistência Microbiana a Medicamentos
Sorogrupo
Data do documento: 10-Dez-2013
Citação: OLIVEIRA, N. S. ; CARVALHO, C. B. M.
Resumo: A infecção respiratória aguda (IRA) é uma síndrome clínica, em que cerca de 80% das mortes são atribuídas à pneumonia, uma doença grave que atinge o trato respiratório inferior. O agente etiológico comumente isolado na pneumonia adquirida na comunidade (PAC) é o Streptococcus pneumoniae (S. pneumoniae). As doenças pneumocócicas começam com a colonização do S. pneumoniae na nasofaringe, podendo progredir para doença invasiva. Nas últimas décadas, o aumento do número de cepas de S. pneumoniae resistentes a antibióticos β-lactâmicos e a macrolídeos tem dificultado o tratamento das infecções pneumocócicas. Os objetivos desse estudo foram determinar à prevalência de portadores de S. pneumoniae em crianças com PAC, o perfil de sensibilidade a antimicrobianos e distribuição dos sorotipos, em Fortaleza, Brasil. As cepas de S. pneumoniae foram isoladas de aspirados de nasofaringe de crianças com PAC atendidas no Hospital Infantil Albert Sabin (HIAS). Para a determinação das Concentrações Inibitórias Mínimas (CIM) foi utilizado o método de E-test para os seguintes antimicrobianos: penicilina, ceftriaxona, sulfametoxazol/trimetoprim, amoxicilina, clindamicina e eritromicina. A genotipagem das cepas de S. pneumoniae foi realizada pela técnica de multiplex PCR. De 527 amostras de crianças com PAC, foram isolados S. pneumoniae em 30,17%. De 126 isolados de portadores foi encontrada uma taxa resistência de 25,8% para penicilina, de 81,2% para sulfametoxazol/trimetoprim, de 21,4% para eritromicina, de 19% para clindamicina e de 0,8% para ceftriaxona e amoxicilina. Das 102 cepas genotipadas, os sorotipos mais comumente encontrados foram 6A/6B, seguido do 14, 19A e 19F. Foram selecionadas 29 cepas resistentes à penicilina para detecção das alterações proteínas de ligação a penicilina (PBP). Foi encontrada alteração na PBP 1a em 69%, já para as PBP 2b e PBP 2x todas as cepas testadas apresentaram alteração. Já para clindamicina e eritromicina, foram selecionados 24 cepas para detecção do gene ermB. Das 24 cepas testadas, 79,2% possuíam o gene ermB. O presente trabalho gerou dados sobre a prevalência de crianças portadoras com PAC de S. pneumoniae, revelou dados fenotípicos e genotípicos acerca da resistência dos isolados frente aos antimicrobianos utilizados na clínica e a distribuição dos sorotipos do pneumococo de crianças com PAC atendidas no HIAS.
Abstract: Acute respiratory infection (ARI) is a clinical syndrome, in which about 80% of deaths attributed to pneumonia, a serious disease that affects the lower respiratory tract. The common etiologic agent in community-acquired pneumonia (CAP) is Streptococcus pneumoniae (S. pneumoniae). Pneumococcal diseases begin with colonization of S. pneumoniae in the nasopharynx and may progress to invasive disease. In recent decades, the increasing number of strains of S. pneumoniae resistant to β-lactam antibiotics and macrolides has hindered the treatment of pneumococcal infections. The objectives of this study were to determine the prevalence of carriers of S. pneumoniae in children with CAP, the sensitivity profile to antibiotics and serotype distribution in Fortaleza, Brazil. The strains of S. pneumoniae were isolated from nasopharyngeal aspirates of children with CAP treated at Children's Hospital Albert Sabin (HIAS). For the determination of minimum inhibitory concentration (MIC) was used the E-test method for the following antibiotics: penicillin, ceftriaxone, sulfamethoxazole / trimethoprim, amoxicillin, clindamycin and erythromycin. Genotyping of strains of S. pneumoniae was performed by multiplex PCR technique. 527 samples of children with CAP were isolated S. pneumoniae in 30.17%. 126 isolates from patients found a resistance rate of 25.8% for penicillin, 81.2% to sulfamethoxazole / trimethoprim, from 21.4% to erythromycin, 19% to clindamycin and 0.8% for ceftriaxone and amoxicillin. Of the 102 genotyped strains, the most commonly found serotypes were 6A / 6B, followed by 14, 19A and 19F. They selected 29 strains resistant to penicillin for detection of protein modifications penicillin binding (PBP). Found change in PBP 1a in 69%, while for the PBP 2b and PBP 2x all tested strains showed change. As for clindamycin and erythromycin were selected 24 strains for the detection of gene ermB. Of the 24 strains tested, 79.2% had ermB gene. This study generated data on the prevalence of children with CAP S. pneumoniae revealed phenotypic and genotypic data on the resistance of the isolated front to antimicrobials used in clinical and distribution of serotypes of pneumococcus in children with CAP treated at HIAS.
Descrição: OLIVEIRA, N. S. Streptococcus pneumoniae: sensibilidade a antimicrobianos e detecção de genes de resistência em isolados de crianças com pneumonia adquirida na comunidade em Fortaleza, Ceará. 2013. 83 f. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Médica) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2013.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17898
Aparece nas coleções:DPML - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_dis_nsoliveira.pdf1,64 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.