Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17899
Título: Validação da versão em português brasileiro da ferramenta de triagem de sintomas pré-menstruais e associação entre sintomas disfóricos pré-menstruais, temperamentos afetivos e qualidade de vida em uma amostra de mulheres brasileiras
Título em inglês: Validation of the Brazilian Portuguese version of the screening tool of premenstrual dysphoric symptoms and association between premenstrual symptoms, affective temperaments and quality of life in a sample of Brazilian women
Autor(es): Câmara, Rachel de Aquino
Orientador(es): Carvalho, André Férrer
Palavras-chave: Sintomas Afetivos
Distúrbios Menstruais
Qualidade de Vida
Estudos de Validação
Data do documento: 8-Abr-2016
Citação: CÂMARA, R. A. ; CARVALHO, A. F. (2016)
Resumo: O Transtorno Disfórico Pré-Menstrual (TDPM) afeta aproximadamente três a oito por cento das mulheres em idade fértil. Tal quadro é caracterizado por uma miríade de manifestações psicológicas (tristeza, irritabilidade, choro fácil, etc.) e físicas (dores nas articulações, inchaço, sensibilidade mamária etc.). O TDPM gera enorme sofrimento a mulheres que apresentam esse quadro, acarretando disfunção no trabalho, nas relações interpessoais e prejuízo na qualidade de vida. A sintomatologia é cíclica e surge na fase lútea do ciclo menstrual, desaparecendo após o início da menstruação. Temperamentos afetivos são considerados manifestações subclínicas e precursores dos transtornos afetivos. Neste trabalho, buscou-se validar a Ferramenta de Triagem de Sintomas Pré-Menstruais (PSST), bem como verificar se diferentes temperamentos afetivos e dimensões emocionais estariam associados a um rastreio positivo para TDPM em uma amostra de mulheres brasileiras e como a gravidade destes sintomas poderia impactar de modo independente a qualidade de vida nesta amostra. Trata-se de um estudo quantitativo e transversal realizado em instituições universitárias do Estado do Ceará [Universidade Federal do Ceará – UFC, Centro Universitário Christus – Unichristus e Universidade de Fortaleza – UNIFOR, bem como no Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC), com estudantes universitárias, docentes e profissionais da saúde, totalizando uma amostra de 801 mulheres. Esta amostra foi estudada através do PSST, de um instrumento para temperamentos afetivos e emocionais (AFECTS), sintomas depressivos (PHQ-9), sintomas ansiosos (BAI) e qualidade de vida (WHOQOL-bref). Os critérios de exclusão foram os seguintes: (i) recusa a participar; (ii) uso de medicação psicotrópica nos últimos dois meses; (iii) não estar tendo menstruações (por exemplo, estar gestante ou na menopausa) e (iv) voluntárias com idade abaixo de 18 anos ou acima de 55 anos. O trabalho foi submetido e aprovado pelo comitê de ética e pesquisa da UFC. A versão brasileira do PSST apresentou alta consistência interna (alfa de Cronbach = 0,91) e adequada confiabilidade teste-reteste (coeficiente de correlação intraclasse = 0,867). O instrumento também mostrou adequada validade convergente/discriminante sem redundância, verificada por correlações moderadas entre os escores do PSST com sintomas depressivos e ansiosos. A razão de validade de conteúdo (RVC) e o índice de validade de conteúdo (IVC) foram 0.61 e 0.94, respectivamente, indicando boa validade de conteúdo. Estes achados sugerem que o PSST é um instrumento válido e confiável para a triagem de SPM/TDPM em mulheres brasileiras. O temperamento ciclotímico foi associado de maneira independente com o TDPM (OR = 4,57; IC 95%: 2,11–9,90), enquanto o temperamento eutímico teve um efeito protetor independente (OR = 0,28; IC 95%: 0,12–0,64). Além disso, raiva e sensibilidade emergiram como dimensões emocionais significativamente associadas com o TDPM. Finalmente, um rastreio positivo para SPM/TDPM foi associado com um impacto negativo na qualidade de vida. Estes resultados precisam ser confirmados em estudos prospectivos, e podem ter implicações para a compreensão psicopatológica e tratamento do TDPM.
Abstract: The dysphoric disorder Premenstrual (PMDD) affects about three to eight percent of women of childbearing age. Such a frame is characterized by a myriad of psychological manifestations (sadness, irritability, tearfulness, etc.) and physical (joint pain, swelling, breast tenderness etc.). The PMDD generates enormous suffering to women who have this condition, causing dysfunction at work, interpersonal relations and impaired quality of life. The symptoms are cyclical and comes in the luteal phase of the menstrual cycle, disappearing after the onset of menstruation. affective temperaments are considered subclinical manifestations and forerunners of affective disorders. In this work, we sought to validate the Symptom Screening Tool Pre-Menstrual (PSST), and verify that different affective temperaments and emotional dimensions were associated with a positive screening for PMDD in a sample of Brazilian women and how the severity of these symptoms independently could impact the quality of life on this sample. This is a quantitative and cross-sectional study in universities of Ceará [Federal University of Ceará - UFC, University Center Christus - Unichristus and University of Fortaleza - UNIFOR and the University Hospital Walter Cantídio (HUWC) with students university students, teachers and health professionals, resulting in a sample of 801 women. This sample was studied by the PSST, an instrument for affective and emotional temperaments (AFECTS), depressive symptoms (PHQ-9), anxiety symptoms (BAI) and quality of life (WHOQOL-BREF). Exclusion criteria were as follows: (i) refusal to participate; (Ii) use of psychotropic medication in the past two months; (Iii) not be having periods (for example, be pregnant or in menopause) and (iv) volunteers aged under 18 or over 55 years. The work was approved by the Research Ethics Committee of the UFC. The Brazilian version of the PSST showed high internal consistency (Cronbach's alpha = 0.91) and adequate test-retest reliability (intraclass correlation coefficient = 0.867). The instrument also showed adequate convergent validity / discriminant without redundancy, verified by moderate correlations between the scores of PSST with depressive and anxiety symptoms. The content validity ratio (CVR) and content validity index (CVI) were 0.61 and 0.94, respectively, indicating good content validity. These findings suggest that the PSST is a valid and reliable instrument for the screening of PMS / PMDD in Brazilian women. The cyclothymic temperament was associated independently with PMDD (OR = 4.57; 95% CI: 2.11 to 9.90), while the euthymic temperament had an independent protective effect (OR = 0.28; 95% CI : 0.12 to 0.64). Moreover, anger and sensitivity emerged as emotional dimensions significantly associated with PMDD. Finally, a positive screening for PMS / PMDD has been associated with a negative impact on quality of life. These results need to be confirmed in prospective studies, and may have implications for the psychopathological understanding and treatment of PMDD.
Descrição: CÂMARA, R. A. Validação da versão em português brasileiro da ferramenta de triagem de sintomas pré-menstruais e associação entre sintomas disfóricos pré-menstruais, temperamentos afetivos e qualidade de vida em uma amostra de mulheres brasileiras. 2016. 73 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17899
Aparece nas coleções:DMC - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_dis_racamara.pdf872,54 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.