Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1791
Título: Evidências para o cuidado perioperatório à mulher mastectomizada : revisão integrativa da literatura
Título em inglês: Evidence for the perioperative care of the mastectomized woman : an integrative literature review
Autor(es): Mourão, Carla Monique Lopes
Orientador(es): Fernandes , Ana Fátima Carvalho
Palavras-chave: Enfermagem Perioperatória
Mastectomia
Data do documento: 2011
Citação: MOURÃO, C. M. L. (2011)
Resumo: Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, que teve como objetivo buscar e avaliar as evidências disponíveis na literatura sobre o cuidado no período perioperatório prestado à paciente submetida à mastectomia. Para a seleção dos estudos, foram consultadas as bases de dados PUBMED, LILACS e CINAHL. A amostra constituiu-se de sete estudos. Não foi identificado nenhum estudo nas bases de dados LILACS e CINAHL, sete estudos foram provenientes do PUBMED. Houve uma prevalência de seis estudos (86%) com nível de evidência 2 e um estudo (14%) com nível de evidência 3. Após a análise dos aspectos abordados nestes artigos, reuniu-se em uma categoria temática: o manejo da dor, contendo os sete estudos. O primeiro estudo concluiu que uma dose de 600 mg de gabapentina administrada uma hora antes da cirurgia produz analgesia pós-operatória significativa após a mastectomia total. O segundo estudo demonstrou que o uso do EMLA em pacientes mastectomizadas reduziu a solicitação de analgésicos no pós-operatório e uma redução da incidência e a intensidade da dor crônica. No terceiro estudo não foram encontradas diferenças no manejo da dor pós-operatória entre 3,75 mg / ml de ropivacaína e infiltração da ferida com solução salina antes da mastectomia. O quarto estudo concluiu que a administração preventiva com cetoprofeno por via endovenosa (100 mg) produz maior alívio da dor pós-operatória em pacientes submetidas à mastectomia. O quinto estudo evidenciou que a administração de 8 mg de dexametasona diminui efetivamente o uso de analgésicos em mulheres submetidas à anestesia geral para a mastectomia. O sexto estudo não demonstrou associação entre o índice de óxido nítrico e o desenvolvimento de dor crônica pós-operatória. O sétimo estudo concluiu que a administração perioperatória de venlafaxina reduz significativamente a incidência de síndrome da dor pós-mastectomia. O estudo apresentou como limitações o fato de que ao longo dos 10 anos pesquisados, o único cuidado perioperatório da cirurgia de mastectomia encontrado na literatura foi relacionado ao manejo farmacológico da dor, ademais os estudos analisados não mostraram uma associação entre si, visto que em cada um foi avaliado uma droga diferente, dificultando o consenso e a recomendação relacionada ao uso de fármacos para o controle/minimização da dor. A evidência não apresentou um consenso para o cuidado perioperatório de mastectomia, pois encontrou-se uma diversidade de uso de fármacos para o controle da dor e em grande parte dos estudos existiu divergências e divisão de opiniões. Contudo, observou-se a preocupação por parte dos profissionais em minimizar/prevenir a dor pré, intra e pós-operatória. Desse modo, a enfermagem deve estar atenta, tanto à atualização dos tratamentos farmacológicos no manejo da dor quanto ao desenvolvimento de futuras pesquisas relacionadas ao cuidado de enfermagem no período perioperatório de mastectomia.
Abstract: It is an integrative literature review, which aimed to search and evaluate the available evidence in the literature on perioperative care provided to patients undergoing mastectomy. To select the studies were consulted the databases PUBMED, LILACS and CINAHL and the sample consisted of seven studies. No study has been identified in the databases LILACS and CINAHL, and all seven studies were from the PUBMED. There was a prevalence of 6 studies (86%) with level of evidence 2 and 1 study (14%) with level of evidence 3. After analyzing the issues addressed in these articles, gathered in atopical category: pain management, containing the seven studies. The first study found that a dose of 600 mg of gabapentin administered 1 h before surgery produces significant postoperative analgesia after total mastectomy. The second study showed that use of EMLA in mastectomy patientsreduced the request of analgesics postoperatively and a reductionin the incidence and intensity of chronic pain. In the study 03 found no differences in the management of postoperative pain between 3.75 mg / ml and ropivacaine wound infiltration with saline prior to mastectomy. The fourth study found that preventive administration of ketoprofen intravenously (100 mg) produces greater relief of postoperative pain in patients undergoing mastectomy. The fifth study showed that administration of dexamethasone 8 mgeffectively decreases the use of analgesics in women undergoinggeneral anesthesia for mastectomy. The sixth study showed no association between the index of nitric oxide and the development of chronic postoperative pain. The seventh study found that perioperative administration of venlafaxine significantly reduces the incidence of pain syndromeafter mastectomy. The study had limitations the fact that over the 10 years studied, the only perioperative care of the mastectomy surgery in the literature was related to the pharmacological management of pain and the studies analyzed did not show an association between them, since in each was assessed a different drug, hindering consensus and recommendation regarding the use of drugs to control / minimize the pain. The evidence did not show a consensus for the perioperative care of mastectomy, because we found a diversity of use of drugs for pain control and in most studies there were differences and division of opinion. However, we noted the concern on the part of professionals to minimize / prevent pain before, during and after surgery, and nursing must be attentive to both the update of pharmacological treatments in pain management, for the development of future research related to the care of perioperative nursing.
Descrição: MOURÃO, Carla Monique Lopes. Evidências para o cuidado perioperatório à mulher mastectomizada : revisão integrativa da literatura. 2011. 70 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2011.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1791
Aparece nas coleções:DENF - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_dis_cmlmourao.pdf789,76 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.