Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17937
Title in Portuguese: Análise de diagnósticos associados às licenças médicas de servidores públicos do Ceará
Author: Vale, Sílvia Fernandes do
Maciel, Regina Heloisa Mattei de Oliveira
Nascimento, Ana Paula Torres do
Vasconcelos, José Wilson Oliveira
Pimentel, Fernando Hugo Portela
Keywords: Diagnóstico médico
Doenças ocupacionais
Distúrbio mental
Distúrbio osteomusculares relacionados ao trabalho – DORT
Servidor público estadual
Issue Date: 2015
Publisher: Revista de Psicologia
Citation: VALE, Sílvia Fernandes do; MACIEL, Regina Heloisa Mattei de Oliveira; NASCIMENTO, Ana Paula Torres do; VASCONCELOS, José Wilson Oliveira; PIMENTEL, Fernando Hugo Portela. Análise de diagnósticos associados às licenças médicas de servidores públicos do Ceará. Revista de Psicologia, Fortaleza, v. 6, n. 1, p. 68-81, jan./jun. 2015.
Abstract in Portuguese: O absenteísmo é um fenômeno complexo que envolve vários fatores relacionados aos ambientes de trabalho. Neste trabalho analisaramse os diagnósticos relacionados aos afastamentos com licenças dos servidores públicos do Ceará e suas associações com variáveis sociodemográficas e laborais. As informações foram cedidas pela Coordenadoria de Perícia Médica do Estado. 26.707 Licenças Médicas e os 38.054 diagnósticos associados aos afastamentos de mais de quatro dias foram analisados, verificando-se as frequências e associações pelo teste de Qui-quadrado. Três grupos da CID-10 (F, 22,5%; M, 21,1%; e Z, 12,5%) apresentaram as maiores frequências. Gênero, idade e órgão de lotação apresentaram diferenças significativas: os diagnósticos se associaram às mulheres, à Secretaria de Educação e Polícia Militar e na faixa etária mais elevada. Distúrbios mentais afastaram os professores e policiais, predominantemente. Os resultados mostram a necessidade de ações de intervenção e mudanças efetivas nas políticas de saúde e promoção da saúde para os funcionários públicos.
Abstract: Absenteeism is a complex phenomenon, which involves several factors related to work environments. This work investigates diagnoses related to sick leave among public servants of Ceará and its associations with social, demographic and employment variables. The Coordination of Medical Licenses of the State has provided the information. 26,707 sick leaves and 38,054 diagnoses associated with absences of more than four days were analyzed, computing their frequencies and associations by Chi-Square. Three groups of the ICD-10 (F, 22.5%; M, 21.1%; and Z, 12.5%) presented the highest frequencies. Gender, age and work institution presented significant differences: the diagnostics are associated with women, with working in the Secretary of Education and Military Police and with the higher age group. Mental disorders were responsible for the sick leave of teachers and police officers, predominantly. The results show the need for intervention’s action and effective changes in health policies and health promotion for civil servants.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17937
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
ISSN: 2179-1740 (online)
0102-1222 (impresso)
Appears in Collections:DPSI - Artigos publicados em revistas científicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_art_sfvalerhmacielaptnascimento.pdf1,55 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.