Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17956
Título: Culturas juvenis e agrupamentos na escola: entre adesões e conflitos
Autor(es): LIMA FILHO, Irapuan Peixoto
Palavras-chave: Sociologia
Disciplina
Educação básica
Data do documento: 2014
Editor: Revista de Ciências Sociais
Citação: LIMA FILHO, I. P. (2014)
Resumo: Na sociedade brasileira, a inclusão da disciplina de Sociologia no currículo obrigatório da Educação Básica, pelo Ministério da Educação (MEC), a partir de 2008, veio cumprir uma justiça histórica relacionada não apenas à formação educativa da juventude, mas também à própria disciplina. Tal advento obriga esta ciência a lançar olhar atento para uma das principais instituições sociais: a escola. Ao sociólogo que volta sua atenção à aproximação entre Universidade e Escola (de Ensino Fundamental e Médio) por meio das licenciaturas, uma questão fundamental se destaca: com toda a justiça a alguns esforços específicos, aparentemente, os estudos sobre a Escola nas últimas décadas não privilegiam as relações sociais, as redes de sociabilidades, que existem dentro dos muros das unidades institucionais de educação. A Sociologia da Educação é um campo tradicional no Brasil – algo que já dizia Candido (1987) em 1955 – porém, por muito tempo se privilegiou a análise do processo educativo ou da própria escola a partir de enfoques estruturalistas, por meio, sobretudo, das políticas educacionais e seus componentes ideológicos. Por mais fundamental que seja tal discussão, não se pode esquecer a escola como palco de sociabilidades. Um espaço social privilegiado na vida de seu público-mor: os estudantes. Além disso, também é possível refletir até que ponto os Programas de Pós-Graduação em Sociologia ou Ciências Sociais, de modo geral, têm aberto espaço, maior ou menor, para estudos sobre a Escola. Aparentemente, legamos essa discussão aos Programas de Educação1. Este artigo é um esforço inicial de reparação. Busca unir dois pontos fundamentais à reinserção da Sociologia na Educação Básica: a vivência escolar como parte dessa sociedade e os estudos que permitem a compreensão do público predominante dessa instituição, ou seja, a juventude...
Descrição: LIMA FILHO, Irapuan Peixoto. Culturas juvenis e agrupamentos na escola: entre adesões e conflitos. Revista de Ciências Sociais, Fortaleza, v. 45, n. 1, p. 103-118, jan./jun. 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17956
ISSN: 2318-4620
0041-8862
Aparece nas coleções:DCSO - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_art_iplimafilho.pdf125,25 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.