Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17985
Título: A comunidade como espaço de produção de saúde mental: contribuições da psicologia comunitária ao processo de desinstitucionalização
Título em inglês: The community as production space for mental health: contributions of community psychology to the process of desinstitutionalization
Autor(es): RODRIGUES, Dayane Silva
CARVALHO, Maria Aparecida Alves Sobreira de
XIMENES, Verônica Morais
Palavras-chave: Desinstitucionalização
Saúde mental
Psicologia Comunitária
Comunidade
Desinstitutionalization
Mental health
Community Psychology
Community
Data do documento: 2011
Editor: Estudos e Pesquisas em Psicologia
Citação: RODRIGUES, D. S.; CARVALHO, M. A. A. S.; XIMENES, V. M. (2011)
Resumo: No contexto de implantação da reforma psiquiátrica brasileira, importantes conquistas foram obtidas com a proposição de serviços substitutivos ao manicômio. Contudo, a desinstitucionalização da loucura ultrapassa a esfera da desospitalização e se constitui, ainda, em um desafio cada vez mais atual. Para avançar nessa problemática, a comunidade tem sido crescentemente destacada como espaço potencialmente rico na produção coletiva da saúde mental. Contudo, observam-se poucos questionamentos e discussões quanto às concretas possibilidades terapêuticas desse lugar. Nesse sentido, a Psicologia Comunitária traz alguns aportes que permitem refletir acerca do modo de entendimento desse termo e dos processos comunitários em geral. Assim, a proposta deste artigo é situar algumas contribuições da Psicologia Comunitária para fomentar a desinstitucionalização nos próprios serviços de saúde mental e para além destes.
Abstract: In the context of implementation of psychiatric reform in Brazil, important achievements were obtained with the proposition of alternative services to asylum. However, the desinstitutionalization of madness exceeds the limits of unospitalization and is also a growing challenge today. To advance this issue, the community has been increasingly highlighted as a potentially rich space in producing collective mental health. However, there are a few questions and discussions about the specific therapeutic possibilities of this place. In this sense, community psychology has some contributions that allow to reflect about the understanding of this term and community processes in general. Thus, the purpose of this article is to set some contributions of community psychology to promote the desinstitutionalization in the own mental health services and beyond.
Descrição: RODRIGUES, Dayane Silva; CARVALHO, Maria Aparecida Alves Sobreira de; XIMENES, Verônica Morais. A comunidade como espaço de produção de saúde mental: contribuições da psicologia comunitária ao processo de desinstitucionalização. Estudos e Pesquisas em Psicologia, Rio de Janeiro, v. 11, n. 3, p. 734-754, 2011.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17985
ISSN: 1808-4281
Aparece nas coleções:DPSI - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_art_dsrodriguesmaasobreiravmximenes.pdf94 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.