Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17997
Título: Pronunciar para comunicar: uma investigação do efeito do ensino explícito da pronúncia na sala de aula de LE
Autor(es): LIMA JÚNIOR, Ronaldo Mangueira
Orientador(es): CHAUVET, Gilberto Antunes
Palavras-chave: Aquisição de segunda linha
Fonética e fonologia
Pedagogia de segunda língua
Instrução explícita
Second language acquisition
Phonetics and phonology
Explicit instruncion
Data do documento: 2008
Editor: Universidade de Brasília (UnB)
Citação: LIMA JÚNIOR, R. M.; CHAUVET, G. A. (2008)
Resumo: O presente estudo visou a investigar os efeitos, assim como a durabilidade desses efeitos, do ensino explicito dos aspectos fonético-fonológicos em aulas de língua estrangeira. Partiu do pressuposto de que a aula de pronúncia deve ser planejada considerando-se as dificuldades específicas que a língua nativa dos aprendizes, dispõem, principalmente no contexto brasileiro, no qual a presente pesquisa foi conduzida, visto que a maioria das salas de aula de língua estrangeira no Brasil apresenta uniformidade quanto a língua mãe dos aprendizes. Foi conduzida, portanto, uma pesquisa-ação intervencionista que teve como participantes de pesquisa duas turmas de aprendizes pré-adolescentes de nível básico de um centro binacional, onde os alunos tem aula de inglês como atividade extra-curricular. Em uma das turmas houve intervenção de aulas explícitas de pronúncias semanais durante o semestre. Todos os participantes foi gravando uma vez antes e duas vezes após as intervenções, uma logo em seguida e outra 11 meses depois , para que pudessem ser avaliados os efeitos imediatos e de longo prazo da instrução explicita conduzida. Todas as gravações foram transcritas foneticamente e analisadas a luz de teorias de Aquisição de segunda língua e de Fonética e Fonologia. Os resultados indicam, entre outras conclusões, que há efeitos positivos na instrução explicita da pronúncia e que esses efeitos são duráveis.
Abstract: This study aimed at investigating the effects of explicit instruction, as well as the durability of such effects, in foreign language teaching. It is believed pronunciation instruction ought to be planned taking into consideration the specif difficulties that leaners' native language imposes, especially in Brasilian teaching context in which this research was carried out, since most foreign language classrooms in Brazil have homogeneity concerning the students' monthe tongue. Therefore, the approach chosen was the interventionist aqction research, which had as participants two classes of basic level, teenager learners of english as a foreign language at a binational center, where students have english classes as an extra-curricular activity. In one of the classes there was intervention of weekly explicit lessons of pronunciation for one semester. All participants were recorded once before and twice after the intervenions, one shortly after, so that both the immediate and the long-term effects of the explicit instruction could be assessed. All recordings were phonetically transcribed an analyzed having as basic second language acquisition and phenetics and phonology theories. The results indicate that, among other conclusions, there are positive effcts of explicit pronunciation teaching and that these effects are durable.
Descrição: LIMA JÚNIOR, Ronaldo Mangueira. Pronunciar para comunicar: uma investigação do efeito do ensino explícito da pronúncia na sala de aula de LE. 2008. 243f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade de Brasília, Programa de Mestrado em Linguística Aplicada, Brasília (DF), 2008.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/17997
Aparece nas coleções:DLE - Dissertações defendidas em outras instituições

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_dis_rmlimajr.pdf3,14 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.