Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18104
Título: A construção e mobilização das capacidades institucionais para o desenvolvimento da simbiose industrial no estado de Minas Gerais
Autor(es): Paula, Eugênia Vale de
Orientador(es): Abreu, Mônica Cavalcanti Sá de
Palavras-chave: Desenvolvimento sustentável
Distritos industriais - Minas Gerais
Data do documento: 2015
Citação: PAULA, E. V. (2015)
Resumo: O estudo tem como objetivo geral: entender como as atividades desenvolvidas pela FIEMG construíram e mobilizaram as capacidades para o desenvolvimento da Simbiose Industrial. Simbiose Industrial - SI ocorre através das trocas físicas de materiais, de energia, de água, e/ou subprodutos entre indústrias (geograficamente próximas) em uma abordagem coletiva para a vantagem competitiva, melhorando assim o desempenho ambiental das empresas, bem como diminuindo seus custos totais (CHERTOW, 2000; CHERTOW, 2007). Dentre diversos casos de SI no mundo, destacam-se o caso do Parque industrial de Kalundborg na Dinamarca e o National Industrial Symbiosis Programme – NISP na Inglaterra. No Brasil, A Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais – FIEMG coordena o Programa Mineiro de Simbiose Industrial – PMSI, versão adaptada no programa de simbiose britânico. Foram entrevistadas representantes de sete empresas de diferentes setores e regiões do estado além de quatro atores: a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais, o órgão ambiental, um sindicato setorial e uma associação de catadores. A análise dos dados procura identificar os elementos presente no framework de Spekkink (2014): Contextos, Capacidades Institucionais, Atores, Interações e Redes de Simbioses na realidade mineira. Os resultados apresentam como a FIEMG utiliza suas capacidades institucionais na promoção do PMSI; como os atores são envolvidos na simbiose através de suas crenças, desejos e oportunidades; como ocorrem as interações entre esses atores e os resultados em forma de rede de simbioses. Como conclusões, esta pesquisa constata a importância do promotor da SI e sua articulação com os atores, principalmente os sindicatos setoriais; a fraca influência dos contextos de governança, econômico e físico na promoção do PMSI; a fraca participação de atores como o órgão ambiental no processo de simbiose e as barreiras que surgem nas trocas entre as empresas.
Abstract: The main objective of this study is to understand how the activities developed by FIEMG – the Federation of Industries of the State of Minas Gerais, have built and mobilized the capacities for the development of Industrial Symbiosis. Industrial symbiosis - IS occurs through physical exchange of materials, energy, water, and/or by-products among (geographically close)industries in a collective approach to increase competitive advantage, thus improving the environmental performance of companies as well as reducing their total costs (Chertow, 2000; Chertow, 2007). Among several cases of IS in the world, we highlight the case of Kalundborg Industrial Park in Denmark and the National Industrial Symbiosis Programme - NISP in England. In Brazil, FIEMG coordinates the Mining Industrial Symbiosis Programme - PMSI, which is based on the British symbiosis program. Representatives of seven companies from different sectors and regions of the state were interviewed, as well as four actors: the Federation of Industries of the State of Minas Gerais, the environmental agency, an employer’s association and a cooperative of waste pickers. Data analysis aims at identifying the elements present in Spekkink framework (2014) Contexts, Institutional Capacities, Actors, Interactions and Network of Symbiotic Exchanges in mining reality. The results show how FIEMG uses its institutional capacity to promote the PMSI; how the actors are involved in symbiosis through their beliefs, desires and opportunities; the way the interactions occur between these actors and the results as a symbiosis network. This study evidences the importance of the IS promoter and its connection with the actors, especially the employer’s associations; the little influence of governance, economic and physical contexts in promoting PMSI; the low participation of some actors, as the environmental agency, in the symbiosis process and the barriers that come from the exchanges between companies.
Descrição: PAULA, Eugênia Vale de. A construção e mobilização das capacidades institucionais para o desenvolvimento da simbiose industrial no estado de Minas Gerais. 2015. 90 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Programa de Pós-Graduação em Administração e Controladoria, Fortaleza-CE, 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18104
Aparece nas coleções:PPAC - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_dis_evpaula.pdf2,25 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.