Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1818
Título: Aspectos fenotí­picos de amostras de Burkhoderia pseudomallei isoladas de uma microepidemia do municí­pio de Tejuçuoca-Ce
Título em inglês: Characterization phenotypic of three strains clinical of Burkholderia pseudomallei isolated in Ceara, Brazil
Autor(es): Virginio, Camila Gomes
Orientador(es): Teixeira, Maria Fatima da Silva
Palavras-chave: Burkholderia pseudomallei
Melioidose
Data do documento: 2005
Citação: VIRGINIO, C. G. (2005)
Resumo: A Burkholderia pseudomallei é um bacilo Gram-negativo não-fermentador, saprófita ambiental capaz de causar melioidose em homens e animais. A doença é considerada endêmica em diversos países, entre os quais destacam-se Tailândia e Austrália. Em fevereiro de 2003, ocorreu no Brasil, o primeiro isolamento e identificação da bactéria em quatro crianças da localidade de Tejuçuoca, Ceará. Este trabalho consiste na caracterização fenotípica de 3 amostras de B. pseudomallei originárias dos pacientes do município de Tejuçuoca, com o propósito de comparar os dados obtidos de tais amostras com os dados da literatura. Foram avaliados: morfologia das colônias em diferentes meios de cultivo, assimilação de L-arabinose, testes bioquímicos manuais e em sistema semi-automatizado API 20NE, teste de sensibilidade antibacteriano e diagnóstico por PCR, a partir de cultivos bacterianos. Nos resultados obtidos, foi observado o padrão morfológico característico de B. pseudomallei em ágar sangue, chocolate, Ashdown, Mac Conkey, CLED e tripticase soja. As amostras 1 e 3 foram classificadas como mucóides e a amostra 2 como rugosa. As três amostras apresentaram os padrões fenotípicos característicos de B. pseudomallei tanto nos testes bioquímicos manuais: motilidade, crescimento à 42ºC, oxidase positiva e resistência à polimixina B, como no Kit Diagnóstico API 20NE. Neste último, houve diferença na esculina entre as amostras, o que não interferiu no resultado final de identificação, quando a leitura foi realizada com 48h. Todas as três amostras foram incapazes de assimilar o carboidrato L-arabinose, quando testadas em meio sais mínimo e API 20NE, característica de amostras virulentas de B. pseudomallei e utilizada também para diferenciar esta espécie da B. thailandensis, que é capaz de assimilar este carboidrato. O padrão de sensibilidade resultante do TSA em disco difusão apresentado pelas três amostras foi o característico da espécie B. pseudomallei. Os isolados foram resistentes à gentamicina, cefalotina, ciprofloxacina (1 amostra apresentou resistência intermediária) e sulfa-trimetoprim; 2 amostras apresentaram sensibilidade intermediária à ceftriaxona. Todas as três amostras foram sensíveis à piperacilina-tazobactam, ticarcilina-ácido clavulânico, ceftazidima, imipenem, tetraciclina e cloranfenicol. Com o protocolo fenol-clorofórmio modificado de extração de DNA, a PCR apresentou banda de 718 pb, o que confirmou o diagnóstico da bactéria também por método molecular. O estudo confirma a presença da B. pseudomallei em território brasileiro, com fenotipagem semelhante à descrita na literatura internacional.
Abstract: Burkholderia pseudomallei is a Gram-negative non-fermentative bacilli, environmental saprophyte able to cause melioidosis on men and animals. The disease is considered endemic in several countries, especially in Thailand and Australia. The bacteria was isolated and identified for the first time in Brazil, february 2003, from four children that lived in a place called Tejuçuoca, Ceará. This work consists of the phenotypic characterization of 3 strains of B. pseudomallei isolated from the patients from Tejuçuoca. The main aim of this study is to compare the data from these samples with the ones from the literature. It was assessed: the colonies morphology in different culture mediums, assimilation of L-arabinose, manual and semi-automatized biochemical tests in API 20NE, antibacterial sensitivity test and diagnosis by PCR, from bacterial cultures. In the obtained results, it was observed the morphological pattern of B. pseudomallei in blood agar, chocolate, Ashdown, Mac Conkey, CLED and trypticase soy agar. The strains 1 and 3 were classified as mucoid and the strain 2 as wrinkled. The three strains had shown the usual phenotypic patterns of B. pseudomallei as much in biochemical manual tests: motility, growth at 42°C, positive oxidase and resistance to polimixin B, as in the API 20NE Diagnosis Kit. In this last one, there was difference in the esculin test among the strains, when the reading was carried out with 48 hours, which did not change on the final identification. All of the three strains were unable to metabolize the carbohydrate L-arabinose, when tested in minimum medium salts and API 20NE, which is a characteristic of virulent strains of B. pseudomallei and is also used to differ this species from B. thailandensis, that is able to use the carbohydrate. The three isolates had shown a poor sensitivity pattern from disk diffusion on TSA, which were resistant to gentamicin, cefalotin, ciprofloxacin (one strain presented intermediate resistance) and sulfa-trimethoprim; two strains presented intermediate sensitivity to ceftriaxone. All of them were sensitive to piperacilin-tazobactam, ticarcilin-clavulanate, ceftazidime, imipenem, tetracycline and chloramphenicol. A modified extraction protocol based on phenol-chloroform was used to obtain DNA and later to test it by PCR, which had shown a 718 bp product, what also confirmed the diagnosis of the organisms by molecular method. The study confirms the presence of B. pseudomallei in Brazil with similar phenotype to that described in the international literature.
Descrição: VIRGINIO, Camila Gomes. Aspectos fenotípicos de amostras de burkholderia pseudomallei isoladas de uma microepidemia no municípios de Tejuçuoca-CE. 2005. 136 f. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Médica) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2005.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1818
Aparece nas coleções:DMC - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2005_dis_cgvirginio.pdf7,51 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.