Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18185
Título: Crescimento e extração de nutrientes pelo abacaxizeiro cv. Vitória sob doses crescentes de micronutrientes em dois tipos coberturas do solo.
Título em inglês: Growth and nutrient uptake by the pineapple cv. Victory under increasing levels of micronutrients in two types of ground covers.
Autor(es): Feitosa, Hernandes de Oliveira
Orientador(es): Lacerda , Claudivan Feitosa de
Palavras-chave: Irrigação e drenagem
Ananas comosus var. erectifolius
bagana de carnaúba
cobertura plástica
micronutrientes.
carnaúba chaff
plastic cover
micronutrients.
Data do documento: 2010
Citação: FEITOSA, H. O (2010)
Resumo: A adubação foliar nos últimos anos vem se tornando bastante expressiva, devido ao suprimento de micronutrientes, principalmente, em culturas de alto valor econômico como o abacaxizeiro. Avaliou-se o desempenho vegetativo e a absorção de micronutrientes pelo abacaxizeiro Vitória, sob doses crescentes de micronutrientes aplicados via solo e adubação foliar cultivado em solo coberto com bagana de carnaúba e plástico nas condições climáticas do Perímetro Irrigado Baixo Acaraú, CE. Foram conduzidos em campo dois experimentos, um em solo coberto com plástico preto e outro com bagana, tomado por um delineamento em blocos casualizados em parcelas subsubdividida, com quatro níveis de adubação com FTE-12 , quatro níveis de adubação foliar, e quatro épocas com cinco repetições. O abacaxizeiro Vitória foi cultivado em fileiras duplas no espaçamento de 0,9 m x 0,4m x 0,3 m. Os tratamentos utilizados nas parcelas foram: 0, 60, 120 e 180 kg ha-1 de FTE-12 e nas subparcelas foram: T1(Sem adubação), T2 (9 adubações foliares usando um total de 540,75 g ha-1 de Fe, 394,17 g ha-1de Mn, 182,7 g ha-1 de Zn, 150,57 g ha-1 de Cu e 100,8 g ha-1 de B); T3 (9 adubações foliares usando um total de 1081,5 g ha-1 de Fe, 788,34 g ha-1 de Mn, 365,4 g de Zn, 301,14 g de Cu e 201,6 g de B) e T4 (9 adubações foliares usando um total de 2163,0 g ha-1 de Fe, 1182,51 g ha-1 de Mn, 548,1 g ha-1 de Zn, 451,71 g ha-1 de Cu e 302,4 g ha-1 de B) da solução nutritiva, tomando como padrão a solução nutritiva de Murashige e Skoog modificada (1962), nas épocas de 0, 90, 180 e 270 dias após plantio (DAP). Em ambos os experimentos foram avaliados altura da planta, área foliar, massa seca da planta, peso seco da raiz, relação raiz /parte aérea, taxas de crescimento absoluto, relativa e de assimilação líquida e os teores de Fe, Zn, Mn, e B nas folhas. Os resultados demonstraram que as doses de micronutrientes influenciaram de forma positiva o desempenho vegetativo das plantas aolongo do tempo, sendo que a maior dose de adubação tanto com FTE-12 quanto com adubação foliar apresentou melhor desenvolvimento aos 270 DAP, porém, não chegando ao ponto de máximo. As doses máximas permitiram maiores valores para altura da planta, área foliar, massa seca da planta, peso seco da raiz, taxas de crescimento absoluto, relativa e de assimilação líquida e os teores de Fe, Zn, Mn, e B nas folhas, porém, não chegando a um ponto de máximo, indicando que a cultura responde a doses maiores dos nutrientes.
Abstract: Foliar fertilizing has become very significant, in recent years, due to the necessity of supplying crops with micronutrients, especially crops of high economic value such as pineapple. We evaluated the vegetative performance and micronutrient absorption by the Victoria (cv) pineapple, under escalating levels of nutrients applied through foliar fertilizing and soil fertilizing and cultivated in soil covered either with waxless carnauba chaff or plastic in the climatic conditions in the Perímetro Irrigado Baixo Acaraú, state of Ceará, Brazil . We conducted two field experiments, one in soil covered with black plastic and the other in soil covered with carnauba chaff, arranged in a randomized block design in split-split plot with four levels of fertilization with FTE-12, four levels of foliar fertilization and four time intervals with five replications. The Vitória (cv) pineapple was grown in double rows spaced 0.9 m x 0.4 m x 0.3 m. The treatments applied in the plots were 0, 60, 120 and 180 kg of FTE-12 per hectare, and the tratments applied in the subplots were: T1 (no fertilization), T2 (9 foliar fertilizations using a total of 540,75 g ha-1 of Fe, 394,17 g ha-1of Mn, 182,7 g ha-1 of Zn, 150,57 g ha-1 of Cu e 100,8 g ha-1 of B), T3 (9 foliar fertilizations using a total of 1081,5 g ha- 1 of Fe, 788,34 g ha-1 of Mn, 365,4 g of Zn, 301,14 g of Cu e 201,6 g of B) and T4 (9 foliar fertilizations using a total of 2163,0 g ha-1 of Fe, 1182,51 g ha-1 of Mn, 548,1 g ha-1 of Zn, 451,71 g ha-1 of Cu e 302,4 g ha-1 of B) in the nutrient solution, taking as standard the modified Murashige and Skoog nutrient solution (1962), applied right after planting (0 days) and then 90 days, 180 days and 270 days after planting (DAP). Plant height, leaf area, plant dry matter, root dry weight, root/shoot ratio, absolute growth rate, relative growth rate, liquid assimilation rate and the leaf concentrations of Fe, Zn, Mn , and B were all evaluated in both experiments. The results showed that the applications of micronutrients did influence positively the vegetative of the plants over time, so that the highest dose of fertilizer either with FTE-12 or with foliar fertilization showed the best development at the 270th day after planting, without, however, reaching a point of maximum. In other words, the maximal doses granted higher values for the monitored plant growth variables, but did not reach a maximum point, indicating that the culture could respond positively to even higher doses of micronutrients.
Descrição: FEITOSA, Hernandes de Oliveira. Crescimento e extração de nutrientes pelo abacaxizeiro cv. Vitória sob doses crescentes de micronutrientes em dois tipos coberturas do solo. 2010. 108 f. : Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Centro de Ciências Agrárias, Departamento de Engenharia Agrícola, Progrma de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola, Fortaleza-CE, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18185
Aparece nas coleções:PPGENA - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_dis_hofeitosa.pdf1,15 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.