Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18187
Título: Ser vaidoso na medida: estudo da relação entre as práticas corporais estéticas e as masculinidades dos clientes dos Salões de beleza Presidente e D’Flávio
Título em inglês: The right amount of vanity: a study of the relation between practices of body aesthetics and the masculinities of customers at the hair salons Presidente and D’Flávio
Autor(es): REBOUÇAS, Gabriela Vieira
Orientador(es): LEÃO, Andréa Borges
Palavras-chave: Practices of Body Aesthetics
The Right Amount of Vanity
Imagem corporal em homens
Masculinidade
Identidade (Psicologia)
Beleza física (Estética)
Data do documento: 2016
Citação: REBOUÇAS, G. V.; LEÃO, A. B. (2016)
Resumo: Esta dissertação de mestrado cujo título “Ser vaidoso na medida”: estudo da relação entre as práticas corporais estéticas e as masculinidades dos clientes dos Salões de beleza Presidente e D'Flávio.” se refere ao tema da vaidade masculina na capital cearense. O objetivo deste estudo é compreender a relação entre as práticas corporais estéticas de onze clientes frequentadores do salão de beleza unissex Presidente, situado no bairro Centro, e do salão de beleza masculina D`Flávio, situado no bairro Aldeota, com suas masculinidades em razão do corpo ser relevante nestas construções. Sob a relação entre corpo, masculinidade e sociabilidade estabelecida pela busca frequente por parte dos clientes pela boa aparência e pelas relações que se vinculam a partir destes hábitos, os procedimentos teórico - metodológicos trabalham com as práticas corporais remetendo à questão do corpo como discurso (COURTINE, 2013) por meio das técnicas corporais (MAUSS, 2003), as quais são condutas que conduzem às adaptações do corpo por causa de três aspectos dos indivíduos, o sociológico, psicológico e biológico. Apesar destas práticas recorrentes, os inter locutores desta pesquisa ressaltam nas suas falas serem “vaidosos na medida”, justificando que cuidam da aparência estética do corpo por causa do trabalho, do envelhecimento, da saúde, higiene e exigência das mulheres como forma de dá uma utilidade para as suas ações que não seja simplesmente a “vaidade pela vaidade”. Para eles, ser “vaidoso na medida” significa estar numa posição entre o desleixo e o exagero vistos como atitudes negativas, pois o desleixo prejudica na aproximação, no contato e na confiança nas relações sociais e íntimas, e o exagero está relacionado à futilidade, descaracterização de si e a ultrapassar os “limites” da masculinidade. E, por isso, a problemática da pesquisa discute a importância dos cuidados com a aparência na sociedade contemporânea relacionada à denominação nativa de ser “vaidoso na medida”, incluindo a questão da referência da masculinidade hegemônica (KIMMEL,1998).
Abstract: This Master’s thesis, entitled “The right amount of vanity: a study of the relation between practices of body aesthetics and the masculinities of customers at the hair salons Presidente and D’Flávio”, refers to the theme of masculine vanity in the city of Fortaleza, Brazil. The aim of this research is to understand the connection between the practices of body aesthetics carried out by eleven customers in the hair salon Presidente, located downtown, and the salon for men’s haircuts D’Flávio, in Aldeota neighborhood, and their masculinities, considering the body’s relevance in these constructions. In their quest for good looks, customers acquire habits and forge a relation between body, masculinity and sociability. The methodological approach of the research therefore deals with body practices, addressing the body as a discourse (COURTINE, 2013) that is set through techniques of the body (MAUSS, 2003), which lead to adaptations in regards to three aspects: the sociological, the psychological and the biological. However, in spite of the frequency in which interlocutors repeat these practices, they reaffirm they have “the right amount of vanity”, arguing they care about the appearance of their body aesthetics because of work, aging, health, hygiene or because of women’s demands, thus giving purpose to their actions rather than plain “vanity for vanity”. According to them, “the right amount of vanity” means a position between negligence and exaggeration with appearance, which are perceived as negative attitudes since negligence is prejudicial in proximity, contact and trust in both social and intimate relations, whereas exaggeration is connected to futility, destruction of the self and trespassing the “boundaries” of masculinity. The research, therefore, approaches the importance given to care with good looks and appearance in contemporary society in relation to the native belief of “the right amount of vanity”, also including the question of hegemonic masculinity (KIMMEL, 1998) as a reference.
Descrição: REBOUÇAS, Gabriela Vieira. Ser vaidoso na medida: estudo da relação entre as práticas corporais estéticas e as masculinidades dos clientes dos Salões de beleza Presidente e D’Flávio. 2016. 131f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Sociologia, Fortaleza (CE), 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18187
Aparece nas coleções:DCSO - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_dis_gvrebouças.pdf2,47 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.