Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18238
Título: Óleo de cravo como agente anestésico no transporte de juvenis de tilápia do Nilo "Oreochromis niloticus"
Título em inglês: Clove oil as an anesthetic agent in transport Nile tilapia juveniles (Oreochromis niloticus)
Autor(es): Moreira, Antonio Glaydson Lima
Orientador(es): Farias , Wladimir Ronald Lobo
Palavras-chave: Recursos pesqueiros e engenharia de pesca
Anestesia
Estresse
Fisiologia
Peixes
Anaesthesia
Stress
Physiology
Fishes
Tilápia (Peixe)
Stress (Fisiologia)
Eugenol
Peixe - Anestésicos
Peixe - Transporte
Data do documento: 2012
Citação: MOREIRA, A. G. L. (2012)
Resumo: O transporte de peixes vivos é um estímulo adverso à homeostase dos peixes. É uma prática traumática para os animais, pois envolve a captura, a manipulação, o armazenamento dos indivíduos e o deslocamento, até a liberação, o que sugere a necessidade de um procedimento para minimizar estes estressores. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do óleo de cravo nas respostas metabólicas e iônicas de juvenis de tilápia do Nilo, submetidos à simulação do transporte em sacos plásticos, em diferentes densidades. Foram realizados dois experimentos: no primeiro foram avaliadas quatro concentrações de óleo de cravo (quatro repetições, cada): 5, 10, 15 e 20 mg L-1, para examinar o comportamento dos peixes durante e após a simulação do transporte, a sobrevivência e a qualidade da água. Foram utilizados vinte peixes por saco de transporte (50 g L-1); No segundo experimento, se utilizou apenas a melhor concentração do anestésico, observado no primeiro experimento. Os peixes foram estocados em sacos plásticos nas densidades de 16, 28 e 40 peixes por saco, equivalente a 140, 245 e 350 g L-1, respectivamente. Após nova simulação de transporte, foram avaliados os níveis de glicose sanguínea, lactato, íons cloreto, magnésio e cálcio. No primeiro experimento, as duas menores concentrações foram ineficientes para anestesiar os animais. A concentração de 20 mg L-1 amenizou a excreção de compostos nitrogenados, porém resultou num elevado índice de mortalidade, enquanto a concentração de 15 mg L-1 apresentou os resultados mais satisfatórios. No segundo experimento, o anestésico não foi capaz de minimizar a elevação dos níveis de glicose e lactato, independente da densidade utilizada. Quanto as variáveis iônicas, com exceção do Mg+2, a utilização do óleo de cravo conseguiu manter os níveis dos íons Cl- e Ca+2. O uso do óleo de cravo apresentou pouco efeito preventivo ao estresse causado pela simulação do transporte, podendo ter atuado inclusive como agente estressor adicional.
Abstract: Transport of live fish is a harmful stimulus to organisms homeostasis. This practice is traumatic for the animals, because it’s involves the capture, handling and storage and the displacement of individuals, until the release. This suggests the need for a procedure to reduce these stressors. The objective of this study was to evaluate the effect of clove oil in ionic and metabolic responses of juvenile Nile tilapia, undergoing transport simulation in plastic bags, in different densities. Two experiments were conducted: the first evaluated four concentrations of clove oil (four replicates each): 5, 10, 15 and 20 mg L-1, to examine fishes behavior during and after the transport simulation, survival and water quality. Twenty fishes were used per carry bag (50 g L-1): In the second experiment, only the best anesthetic concentration observed in the first experiment was used. Fishes were stored in plastic bags at densities of 16, 28 and 40 fish per bag, equivalent to 140, 245 and 350 g L-1, respectively. After a new transport simulation, the levels of blood glucose, lactate, chloride ions, magnesium and calcium were evaluated. In the first experiment, the two lower concentrations were ineffective to anesthetize the animals. The concentration of 20 mg L-1 attenuated the excretion of nitrogenous compounds, but resulted in a high mortality rate, while the concentration of 15 mg L-1 showed the most satisfactory results. In the second experiment, the anesthetic was not able to minimize the increasing levels of glucose, lactate, independent of the density used. About the ionic variables, the use of clove oil was able to maintain levels of Cl-and Ca +2, except for Mg +2. The use of clove oil showed little preventive effect on stress caused by transport simulation, and may even have acted as an additional stressor agent.
Descrição: MOREIRA, Antonio Glaydson Lima. Óleo de cravo como agente anestésico no transporte de juvenis de tilápia do Nilo "Oreochromis niloticus". 2012. 65 f. : Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Centro de Ciências Agrárias, Departamento de Engenharia de Pesca, Fortaleza-CE, 2012
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18238
Aparece nas coleções:PPGENP - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_dis_aglmoreira.pdf593,87 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.