Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18264
Título: Quantificação e identificação de Vibrio spp. na hemolinfa de camarões Litopenaeus vannamei cultivados em fazendas no Estado do Ceará
Título em inglês: Quantification and identification of Vibrio spp. in the hemolymph of shrimp Litopenaeus vannamei cultured in farms in Ceará
Autor(es): Carvalho, Edirsana Maria Ribeiro de
Orientador(es): Vieira , Regine Helena Silva dos Fernandes
Palavras-chave: Engenharia de pesca
Carcinicultura
Vibrio
Hemolinfa
Shrimp
Hemolymph
Vibrio
Vibrio
Infecção
Camarão
Data do documento: 2009
Citação: CARVALHO, E. M. R. (2009)
Resumo: As infecções bacterianas em camarões são causadas, freqüentemente, por bactérias do gênero Vibrio O presente estudo teve por objetivo quantificar e identificar Vibrio na hemolinfa do camarão marinho Litopenaeus vannamei cultivado em fazendas no Estado do Ceará, Brasil. Relacionou-se também o tempo de coagulação das hemolinfas com as contagens de Vibrio. Foram realizadas 16 coletas em quatro fazendas (A, B, C e D), sendo oito para camarões com 4 g, e oito para camarões com oito gramas. As coletas foram realizadas nos períodos sazonais: chuvoso e estiagem. Perfazendo um total de 480 amostras, sendo 240 para camarões com 4 g e 8 g cada, respectivamente. Os valores da Contagem Padrão em Placas (CPP) de víbrios totais, de víbrios Sac+ e Sac-, nas amostras de hemolinfa dos camarões com 4g, no período chuvoso, variaram de: 2,74 x 104 a 28,70 x 106 UFC/mL (est.); de < 6,0 a 14,64 x 106UFC/mL e de < 6,0 a 12,72 x 106 UFC/mL, respectivamente. Para a hemolinfa dos camarões com 8 g os valores obtidos foram: 1,68 x 104 a 15,18 x 106 UFC/mL (est.), de < 6,0 a 1,8 x 105 UFC/mL e de < 6,0 a 15,18 x 106UFC/mL (est.), respectivamente. No período de estiagem esses valores para a hemolinfa dos camarões de quatro gramas, foram: 9,0 x 102 (est.) a 5,40 x 104 UFC/mL víbrio total; < 6,0 a 1,71 x 10⁴UFC/mL (Sac–) e de < 6,0 a 5,40 x 104 UFC/mL (Sac+). Para os camarões com 8 g a contagem de Víbrio total foi de 9,0 x 102 (est.) a 2,0 x 107, de < 6,0 a 4,02 x 106 UFC/mL (Sac-) e de < 6,0 a 2,0 x 10⁷ UFC/mL (est.) (Sac +). Os resultados mostram que os índices de colônias de Vibrio Sac- e Sac+ foram maiores no período chuvoso do que no de estiagem. Não houve relação entre o tempo de coagulação e as contagens de Vibrio na hemolinfa dos camarões. As espécies que predominaram nos períodos estudados foram: V. coralliilyticus, V. parahaemolyticus, Vibrio pelagius II, Vibrio alginolyticus, Vibrio mediterranei, Vibrio mimicus, Vibrio vulnificus B1.
Abstract: Most of shrimp bacterial infections are caused by Vibrio bacteria genus. This study aims to quantify identify Vibrio in the hemolymph of the marine shrimp Litopenaeus vannamei cultivated in farms in State of Cear, Brazil. Related is also the time of coagulation of hemolymph with counts of Vibrio. Sixteen samples were performed on four farms (A, B, C and D), eight shrimps with 4 g, and eight with eight grams shrimps. The collections were made in seasonal periods: rainy and drought. A total of 480 samples, and 240 to shrimps with 4 g and 8 g each, respectively. The values in the Standard Plate Count (SPC) of total vibrio, Vibrio Suc+ and Suc- in the hemolymph of shrimp samples with 4 g, in the rainy season ranged from: 2. 74 x 10⁴ to 28.70 x 10⁶ CFU/mL (est.), <6.0 to 14.64 x 106CFU/mL and <6.0 to 12.72 x 106 CFU/mL, respectively. For hemolymph of shrimp with 8 g of the SPC and the total Vibrio Suc+ and Sucranged from 1.68 x 10⁴ to 15.18 x 10⁶ CFU/mL (est.), <6.0 to 1.8 x 105 CFU/mL and <6.0 to 15.18 x 106CFU/mL (est). During the period of drought for these values of shrimp haemolymph of four grams, were: 9.0 x 10² (est.) to 5.40 x 104 CFU mL total Vibrio, <6.0 to 1.71 x 10⁴CFU/mL (Suc-) and <6.0 to 5.40 x 104 CFU/mL (Suc+). For shrimp with 8 g a total Vibrio count was 9.0 x 10² (est.) CFU/mL to 2.0 x 10⁷, <6.0 to 4.02 x 106 CFU/mL (Suc-) and <6.0 to 2.0 x 10⁷CFU/mL (est.) (Suc+). The results show that the rates of colonies of Vibrio Suc- and Suc+ were higher in the rainy season than in the drought. There was no relationship between the time of coagulation and the counts of Vibrio in the hemolymph of shrimps. The species that predominated in the period were: V. coralliilyticus, V. parahaemolyticus, Vibrio pelagius II, Vibrio alginolyticus, Vibrio mediterranei, Vibrio mimicus, Vibrio vulnificus B1
Descrição: CARVALHO, Edirsana Maria Ribeiro de. Quantificação e identificação de Vibrio spp. na hemolinfa de camarões Litopenaeus vannamei cultivados em fazendas no Estado do Ceará. 2009. 89 f. : Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Centro de Ciências Agrárias, Departamento de Engenharia de Pesca, Fortaleza-CE, 2009
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18264
Aparece nas coleções:PPGENP - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_dis_emrcarvalho.pdf2,23 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.