Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18293
Título: Polissacarídeos de Alga Marinha Gracilaria birdiae (Plastino e Oliveira): Estrutura e Avaliação Toxicológica
Título em inglês: Polysaccharide Seaweed Gracilaria birdiae (Plastino and Oliveira): Structure and Toxicological Evaluation
Autor(es): Chaves, Luciano de Sousa
Orientador(es): Freitas, Ana Lucia Ponte
Palavras-chave: Bioquímica
Polissacarídeos
Alga Marinha
Gracilaria birdiae
Polissacarídeos - Estrutura
Data do documento: 2008
Citação: CHEVES, L. S. (2008)
Resumo: Algas marinhas são seres classificados no reino protista, predominantemente aquáticos e com grande capacidade adaptativa. Encontradas em todas as regiões do planeta, as algas desempenham importante papel ecológico e econômico, representando um grande potencial de biorrecursos. A alga marinha vermelha Gracilaria birdiae, submetida à extração aquosa de polissacarídeos, apresentou rendimento de 6,4% na fração extraída à temperatura ambiente (25-28 ºC) (Gb-f), e 56 % na fração extraída a 100 ºC (Gb-q). O teor de sulfato nas frações Gb-f e Gb-q apresentaram valores de 6,4 e 1,36%, respectivamente. O grau de sulfatação de Gb-f foi de 0,22, enquanto Gb-q apresentou valor de 0,04. O conteúdo protéico encontrado nas amostras Gb-f e Gb-q foi de 7,6 e 2,0 %, respectivamente. As amostras foram caracterizadas quimicamente por cromatografia de permeação em gel (GPC), espectroscopia na região do infravermelho (FT-IR) e por ressonância magnética nuclear (RMN). Os cromatogramas de GPC de ambas as amostras apresentaram semelhanças e características típicas de polissacarídeos das algas vermelhas. A fração Gb-f apresentou um pico e um ombro com massas moleculares estimadas em 1,11 x 106 e 1,26 x 105 g/mol, respectivamente, enquanto a fração Gb-q também apresentou um pico e um ombro com massas moleculares estimadas em 3,18 x 105 e 1,09 x 105g/mol, respectivamente. Os espectros de infravermelho das frações Gb-f e Gb-q apresentaram perfis semelhantes, com as bandas características de agarocolóides, mais especificamente, do tipo agarana, e com traços que evidenciam a presença de proteínas. RMN 1 D e 2 D foram empregados para a caracterização estrutural das amostras Gb-f e Gb-q e, revelaram que a estrutura do polissacarídeo é composta por segmentos de (1→ 3)-β-D-galactopiranosil ligada a (1→4)-α-L-anidrogalactopiranosil. A avaliação toxicológica aguda, em camundongos, demonstrou ausência de mortalidade e de sinais de toxicidade nos indivíduos submetidos ao tratamento com polissacarídeo, por via intraperitoneal, nas doses de 0,5; 1,0 e 2,5 mg/100g de massa corpórea. A avaliação toxicológica sub-crônica também não evidenciou sinais de toxicidade em ratos, na dose de 50 mg/100g de massa corpóreo, por via oral, tendo como parâmetros avaliados: acompanhamento dos massa dos animais durante 90 dias de tratamento, análises hematológicas e bioquímicas (contagem de leucócitos, dosagem de glucose, proteínas totais, creatinina, colesterol, AST e ALT) e histopatológicas (baço, fígado, rim, pulmão, coração, estômago e intestino).
Abstract: Seaweeds beings are classified in the Kingdom Protist, predominantly aquatic and with great adaptive capacity. Found in all regions of the planet, algae play an important role ecological and economic, representing a great potential for biorrecursos. The red seaweed Gracilaria birdiae, submitted to aqueous extraction of polysaccharides, showedyield of 6.4% in the cold extraction (25-28 ºC) (Gb-f), and 56 % in the hot extraction, at 100 °C (Gb-f). The sulfate content of the fractions Gb-f and Gb-q showed values of 6.4 and 3.6 %, respectively. The sulfate degree of Gb-f was 0.22, whereas Gb - q showed value of 0.04. The protein content in the samples Gb - f e Gb - q was 7.6 and 2.0%, respectively. The samples were characterized by Gel Permeation Chromatography (GPC), Infrared (FT-IR) and Nuclear Magnetic Resonance (NMR) spectroscopy. The GPC chromatograms of both samples showed similarity and typical characteristics of red seaweeds polysaccharides. The fraction Gb-f showed a peakand a shoulder with molecular weight of 1.11 x 106 and 1.26 x 105 g/mol, respectively, whereas, the fraction Gb - q showed both a peak and a shoulder, with molecular weight of 3.18 x 105 and 1.09 x 105 g/mol, respectively. The infrared spectra of Gb-f and Gb-q presented s imilar profiles, with bands characteristics of agarocolloids, more specifically agaran - like, with evidence of protein. NMR 1 D and 2 D were employed to the structural characterization of the samples Gb - f and Gb - q and revealed that they were composed by (1 →3) - β - D - galactopyranosyl linkage to (1→4) - α - L - anhydrogalactopyranosyl segments. The acute toxicological evaluation in mice demonstrated the absence of signs of toxicity with no mortality in the groups submited to polysaccharides treatment, by intraperitone al way, at doses of 0.5; 1.0 e 2.5 mg/100g of body weight. The sub chronic toxicological analysis evidenced no toxicity signs in rats, in the 50 mg/g body weight dosage, by oral way. The parameters evaluated were: animal body followed during 90 days of exp eriment, hematological and chemical analysis (counting of leukocities, glucose, total protein, creatinnin, cholesterol, AST and ALT dosages) and hystopatological analyses (spleen, liver, kidney, lung, hearth, stomach and gut).
Descrição: CHAVES, Luciano de Sousa. Polissacarídeos de Alga Marinha Gracilaria birdiae (Plastino e Oliveira): Estrutura e Avaliação Toxicológica. 2008. 81 f. Dissertação (Mestrado em Bioquímica) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2008.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18293
Aparece nas coleções:DBBM - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_dis_lschaves.pdf672,67 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.