Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1831
Título: Perfil epidemiológico das infecções respiratórias agudas causadas pelo vírus influenza em crianças atendidas no Hospital Infantil Albert Sabin, Fortaleza-Ce (2001 - 2004)
Título em inglês: Health Profile of the acute respiratory infections caused by influenza virus in children attended at Albert Sabin Children Hospital, in Fortaleza–Ceará, 2001 at July 2004
Autor(es): Martins, Marlos Gomes
Orientador(es): Moura , Fernanda Edna Araújo
Palavras-chave: Infecções Respiratórias
Vacinação em Massa
Medidas em Epidemiologia
Data do documento: 2005
Citação: MARTINS, M. G. (2005)
Resumo: O vírus influenza é o único com a habilidade de causar epidemias anuais recorrentes em curto espaço de tempo, atingindo todas as faixas etárias, ocorrendo com maior gravidade em crianças e idosos. Este estudo teve como objetivo conhecer os aspectos demográficos e o padrão de sazonalidade das infecções respiratórias agudas (IRAs) causadas pelo vírus influenza em crianças atendidas no Hospital Infantil Albert Sabin, na cidade de Fortaleza – Ceará, no período de janeiro de 2001 a julho de 2004. Foram coletadas 1950 amostras de aspirado de nasofaringe de crianças com sintomas de infecção respiratória aguda. Todas as amostras foram analisadas por reação de imunofluorescência indireta. A reação de em cadeia da polimerase com transcrição reversa foi utilizada em 47 amostras positivas por imunofluorescência indireta dos anos de 2003 e 2004 para análise da variantes virais (H1 e H3 ) e influenza B. Um total de 156 amostras foram positivas para os vírus influenza A ou B, representando uma prevalência de 8%. Entre as infecções causadas por vírus, aquelas causadas pelos vírus influenza A e B representaram 24,1%. O vírus influenza apresentou um padrão de ocorrência anual regular, com surtos epidêmicos durante o primeiro semestre de cada ano, correlacionados aos períodos chuvosos. Os picos dos períodos epidêmicos de influenza antecederam ou ocorreram concomitantemente às campanhas nacionais de vacinação. Os vírus influenza A e B co-circularam em todos os anos de estudo, havendo uma predominância significativa do vírus influenza A (91%) em relação ao vírus influenza B (9%). Em relação ao setor de atendimento das crianças com infecções por vírus influenza observouse a maioria delas foi atendida em ambulatórios (48,7%) e emergência (39,7%). Dezoito crianças infectadas pelo vírus influenza foram atendidas nas enfermarias (11,5%). Com relação à idade das crianças com influenza observou-se que essas infecções predominaram em crianças até dos dois anos de idade (55%). Infecções de vias aéreas inferiores predominaram em crianças até dois anos de idade. Cerca de 65,4% das infecções pelo vírus influenza foram diagnosticadas como infecções de vias aéreas superiores. Infecções de vias aéreas inferiores predominaram em crianças até dois anos de idade (68,5%). Nos anos de 2003 e 2004 foram identificadas as variantes virais A/H3 e B do vírus influenza, com predominância da primeira (78,7%)
Abstract: The influenza virus is unique with it is ability to cause recurring annual epidemics in a short time interval, affecting all ages, with larger gravity in children and elderly people. The aim of this study is to describe demographic features and the pattern of the seasonality of acute respiratory infections caused by influenza virus in children attended at Albert Sabin Children Hospital, in Fortaleza – Ceará, over the period of January period 2001 at July 2004. A total of 1950 samples of nasopharyngeal aspirates were collected from chidren with symptoms of acute respiratory infection. All samples were analyzed by indirect imunofluorescense assay (IFA). Forty seven Influenza A or B positive samples by IFA, in 2003 and 2004, were submitted to polimerase chain reaction with reverse transcription (RTPCR) for analysis of viral variant H1 and H3 and influenza b. A total of 156 samples were influenza A or influenza B positive, representing a prevalence rate of 8%. Among the viral infections, those caused by influenza viruses represented 24,1%. The influenza virus showed a pattern of regular annual occurrence, observed during the first semester of each year, correlated to the rainy periods. The peak of the epidemic periods of influenza preceded or occurred concomitantly to the national campaigns of vaccination. Influenza virus A and B cocirculated in all years of the study, with a significant predominance of the virus influenza A (91%) over influenza B (9%). Regarding to the medical care setting, the majority of the children with influenza infection were attended in ambulatories (48,7%) and emergency (39.7%). Eighteen children with influenza were attended in wards (11,5%). Regarding to the age of the children with influenza these infections predominated in children until two years of age. About 65,4% of the influenza infections were diagnosed as upper respiratory tract infections. Lower respiratory tract infection predominated in children until two years of age. In 2003 and 2004 were identified the variants A/H3 and B, with predominance of the first (78,7%)
Descrição: MARTINS, Marlos Gomes. Perfil epidemiológico das infecções respiratórias agudas causadas pelo vírus influenza em crianças atendidas no Hospital Infantil Albert Sabin, Fortaleza-CE (2001-2004). 2005. 89 f. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Médica) - Universidade Federal do ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2005.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1831
Aparece nas coleções:DMC - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2005_dis_mgmartins.pdf1,11 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.