Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18376
Título: Juventude e pobreza: implicações psicossociais do fatalismo.
Título em inglês: Youth and poverty: psychosocial implications of fatalismo.
Autor(es): XIMENES, Verônica Morais
CIDADE, Elívia Camurça
Palavras-chave: juventude
pobreza
fatalismo
juventud
Data do documento: 2016
Editor: Revista Interamericana de Psicologia/Interamerican Journal of Psychology (IJP).
Citação: XIMENES, V. M; CIDADE, E. C. (2016)
Resumo: Este estudo qualitativo, realizado na cidade de Fortaleza (Ceará/Brasil) objetiva analisar as manifestações do fatalismo por jovens em condições de pobreza. O fatalismo representa fenômeno psicossocial associado ao aparente conformismo dos indivíduos diante das situações de opressão decorrentes da pobreza. Realizaram-se dois grupos focais com jovens que se encontravam em situação de pobreza, totalizando doze participantes. As manifestações das atitudes fatalistas pelos/las jovens congregaram: crença no sucesso como resultante do esforço individual e da vontade divina; construção de propósitos de vida ligados às aspirações pessoais; calma aparente; silenciamento e distanciamento emocional diante de situações incômodas. É o clima de incerteza e indefinição de uma vida marcada pela pobreza que reforça o fatalismo, sendo necessário empreendermos caminhos libertários para a juventude pobre.
Resumo em espanhol: Este estudio cualitativo realizado en la ciudad de Fortaleza (Ceará/Brasil) pretende analizar las manifestaciones del fatalismo de jóvenes en condiciones de pobreza. El fatalismo representa un fenómeno psicosocial asociado al aparente conformismo de los individuos ante las situaciones de opresión recurrentes de la pobreza. Se realizaron dos grupos focales, con 12 participantes jóvenes que se encontraban en situación de pobreza. Las manifestaciones del fatalismo congregaban: creencias en el éxito como resultado del esfuerzo individual y de la voluntad divina; construcción de propósitos de vida sujetos a las aspiraciones personales; calma aparente; silenciamiento y alejamiento emocional. Es el clima de incertidumbre e indefinición de una vida marcada por la pobreza la que refuerza el fatalismo, siendo necesario emprender caminos libertarios para la juventud pobre.
Descrição: XIMENES, Verônica Morais; CIDADE, Elívia Camurça. Juventude e pobreza: implicações psicossociais do fatalismo. Revista Interamericana de Psicologia/Interamerican Journal of Psychology (IJP), Porto Alegre-RS , v. 50, n. 1, p. 128-136, 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18376
ISSN: 0034-9690
Aparece nas coleções:DPSI - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_art_vmximenes.pdf422,31 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.