Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18398
Título: Práxis em psicologia comunitária: festa de São João como atividade comunitária.
Título(s) alternativo(s): Praxis en psicología comunitaria: fiesta de São João como actividad comunitaria.
Título em inglês: Praxis in community psychology: São João festival as community activity.
Autor(es): MOURA JUNIOR, James Ferreira
CARDOSO, Antonio Alan Vieira
RODRIGUES, Denise Costa
VASCONCELOs, Rayssa Morais
XIMENES, Verônica Morais
Palavras-chave: Atividade comunitária
Psicologia comunitária
Extensão
Comunidade rural
Community activity
Community psychology
Extension
Countryside community
Actividad comunitaria
Psicología comunitaria
Extensión
Comunidad rural
Data do documento: 2013
Editor: Revista Ciência em Extensão.
Citação: MOURA JUNIOR, J. F.; CARDOSO, A. A. V.; RODRIGUES, D. C.; VASCONCELOS, R. M.; XIMENES, V. M. (2013)
Resumo: O objetivo desse trabalho é analisar, a partir da Psicologia Comunitária, a organização de uma festa de São João em uma comunidade da Canafístula (Ceará) como uma atividade comunitária. Esse processo de facilitação ocorre por meio do desenvolvimento de atividades comunitárias que são ações coletivas permeadas por posturas dialógicas, democráticas e cooperativas desenvolvidas pelos moradores com fins comunitários e pessoais. Essas ações podem ser promotoras de processos de conscientização, de fortalecimento da identidade pessoal e comunitária e de maior integração entre os moradores. As ações foram desenvolvidas por um Projeto de Extensão universitária de um Núcleo de Ensino, Pesquisa e Extensão de uma Universidade Pública do Ceará em 2011 e contou com uma equipe de alunos da graduação e a pós-graduação, uma professora e um grupo de moradores da Canafístula. A atuação aconteceu em processo de cooperação entre os moradores da comunidade e os extensionistas, com reconhecimento tanto do saber acadêmico quanto do saber popular. O foco era o fortalecimento das práticas culturais locais, a partir da realização do festejo junino, através do qual promoveu-se a participação em ações coletivas, a formação de rede entre os diversos atores comunitários, o sentimento de pertença à comunidade e o fortalecimento da identidade dos envolvidos. O método utilizado foi o dialógico-vivencial, em que os facilitadores se propõem a experienciar profundamente a realidade em que se inserem, vinculando-se às pessoas e ao lugar, realizando também análises sobre o modo de vida comunitário e dialogando com os moradores. Conclui-se que o desenvolvimento do festejo junino pode ser abordado como uma atividade comunitária, pois sua organização e sua realização tiveram como bases o diálogo e a cooperação com o um objetivo coletivo.Foi igualmente permeado por processos de conscientização e de fortalecimento da identidade pessoal e comunitária, propiciando aos participantes o reconhecimento de si enquanto sujeitos de sua história e agentes de transformação da própria realidade. Uma das consequências desse processo foi a criação de um grupo de jovens com o objetivo de refletir sobre a comunidade e seu desenvolvimento.
Abstract: The main purpose of this article is to analyze the organization of São João festival in Canafístula (Ceará) as a communitarian activity from the theory of Community Psychology. This process happens by developing community activities which are group actions based on dialogic, democratic and cooperative attitudes towards communitarian and personal purposes. These actions can promote awareness process, empowerment of personal identity and community identity and local level cooperating. All the work was built in a community center research and development project at a Public University in Ceará in 2011.The team was under graduate and graduate students, a psychology doctor and Canafístula‘s residents. The actions took place on a cooperation process between the students and the householders appreciated and recognized by popular and scientific knowledge. The focus of the project was the cultural action empowerment as the achievement of São João Festival, when the neighborhood’s corporate actions created a network between them and reinforced the sense of community and their particular identities. The method used was the dialogical-experimental in which researchers deeply experience the native situation linked to residents and places while making scientific analyzes about the way-of-living of the community. We can conclude that theaccomplishment of the festival can be considered as a community activity, because its planning and managing had as basic principles the dialog and the cooperation as a common objective. The festival development had awareness processes, empowerment of individual and community identity making them to understand and change their reality. A local group of young adults was created with the pu rpose of reflecting about their community and development as an outcome of this project.
Resumo em espanhol: El objetivo de este trabajo es analizar, desde la Psicología Comunitaria, la organización de una fiesta de San Juan en una comunidad de Cañafístula (Ceará), como una actividad comunitaria. Este proceso de simplificación se produce a través del desarrollo de las actividades comunitarias que están impregnadas por posturas de acción colectiva dialógicas, democráticas y de cooperación, desarrolladas por los integrantes de la comunidad y con fines personales. Estas acciones pueden promover procesos de sensibilización, fortalecimiento de la identidad personal y comunitaria y de una mayor integración entre los residentes. Las acciones fueron desarrolladas por un proyecto de extensión universitaria del Centro de Enseñanza, Extensión e Investigación en una Universidad Pública de Ceará en 2011 y tenía un equipo de estudiantes graduados y post-grado, un profesor y un grupo de residentes de Cañafístula. La acción ocurrió en el proceso de cooperación entre los residentes de la comunidad y la extensión, con el reconocimiento tanto de los conocimientos académicos y saberes populares. El objetivo fue el fortalecimiento de las prácticas culturales locales, a partir de la fiesta de San Juan, a través de la cual fue promovida la participación en la acción colectiva,la formación de redes entre los diversos actores de la comunidad, el sentido de pertenencia a la comunidad y el fortalecimiento de la identidad de los involucrados. El método utilizado fue el dialógico-existencial en el que los facilitadores se proponen a experimentar a fondo la realidad en la que operan, vinculándose a las personas y al lugar, también realizan análisis sobre el modo de vida comunitario dialogando con los residentes. Se concluye que el desarrollo de la fiesta puede ser abordado como una actividad comunitaria, ya que su organización y realización es producto del diálogo y la cooperación con las bases de una meta colectiva. A la vez impregnado por los procesos de sensibilización y fortalecimiento de la identidad personal y comunitaria, permitiendo a los participantes reconocerse como sujetos de su historia y agentes de cambio de su propia realidad. Una consecuencia de este proceso fue la creación de un grupo de óvenes con el fin de reflexionar sobre la comunidad y su desarrollo.
Descrição: MOURA JUNIOR, James Ferreira et al. Práxis em psicologia comunitária: festa de São João como atividade comunitária. Revista Ciência em Extensão, UNESP, Assis - São Paulo , v. 9, n. 1, p. 105-123, 2013.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18398
ISSN: 1679-4605
Aparece nas coleções:DPSI - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_art_vmximenes.pdf322,95 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.