Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18415
Título: Atividade Anticoagulante de Galactanas Sulfatadas de Algas Marinhas Vermelhas do Gênero Halymenia C. Agardh (Gigartinales, Rhodophyta) e seu Efeito Imunoestimulante no Camarão Marinho Litopenaeus vannamei (Boone, 1931)
Título em inglês: Anticoagulant Activity of Sulfated galactans from red seaweeds of the genus Halymenia C. Agardh (Gigartinales, Rhodophyta) and its Effect Immunostimulant in marine shrimp Litopenaeus vannamei (Boone, 1931).
Autor(es): Rodrigues, José Ariévilo Gurgel
Orientador(es): Farias , Wladimir Ronald Lobo
Palavras-chave: Recursos pesqueiros e engenharia de pesca
Rodófitas
Anticoagulantes
Polissacarídeos
Data do documento: 2006
Citação: RODRIGUES, J. A. G. (2006)
Resumo: Muitos compostos têm sido descritos como anticoagulantese imunoestimulantes, dentre essas os polissacarídeos sulfatados (PS) de algas marinhas que também são conhecidos por apresentar outras atividades biológicas, tais como antitrombótica e antiviral. A descoberta de novas drogas anticoagulantes é importante para prevenir os efeitos adversos do uso da heparina, como hemorragias e trombocitopenia. Além disso, o uso de imunoestimulantes também pode reduzir o impacto do estresse no cultivo intensivo de organismos aquáticos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a atividade anticoagulante de galactanas sulfatadas de duas espécies de algas marinhas vermelhas do gênero Halymenia e o seu efeito imunoestimulante no camarão branco Litopenaeus vannamei. Os PS foram extraídos, através de digestão enzimática, a partir de algas marinhas coletadas na Praia de Fleixeiras/CE. Em seguida, os extratos brutos foram fracionados em coluna de DEAE-celulose, sendo as frações eluídas com soluções de diferentes concentrações de NaCl e o grau de purificação analisado por eletroforese. A atividade anticoagulante das frações foi avaliada pelo teste do aPTT, utilizando plasma de coelho citratado, sendo o tempo de coagulação registrado em um coagulômetro. Para avaliar efeito imunoestimulante, três doses diferentes de PS foram administradas, através de banhos de imersão, no camarão L. vannamei. Os tratamentos, com três repetições cada, foram 0,5 μg.L-1; 1,5 μg.L-1 e 1,0 mg.L-1, e um controle, sem polissacarídeos. O experimento teve duração de 20 dias, dos quais 15 dias foram para a aplicação das soluções de PS e 5 dias de indução de estresse, através da ausência de renovação de água do cultivo. A administração das doses foi realizada, duas vezes por dia (09:00 e 17:00 h), após as trocas de água e antes da alimentação doa animais. Depois de 15 dias de imersão, não houve diferenças significativas entre as taxas de mortalidade dos tratamentos. Entretanto, depois do período do estresse, o tratamento com 1,0 mg.L-1 apresentou uma mortalidade significativamente menor do que as observadas nos tratamentos s/PS e 0,5 μg.L-1. Com relação à atividadeanticoagulante, as frações obtidas da espécie H. pseudofloresia apresentaram uma maior atividade, sendo a mais ativa aquela eluída com 1,25 Mde NaCl da coluna de troca iônica, obtida da 1ª extração. Assim, com a realização deste trabalho, foi possível obter PS da alga marinha vermelha H. pseudofloresia com atividade anticoagulante superior à heparina e capaz de reduzir a mortalidade do camarão L. vannamei submetidos à condições de estresse.
Abstract: Many substances have been shown to possess anticoagulant and immunostimulant activities, including sulfated polysaccharides (SP) of marine algae. They also exhibit antithrombotic and antiviral activities. It is important to describe new substances capable of preventing known adverse effects of heparin such as hemorrhages and thrombocytopenia. Moreover, the use of immunostimulants can also lessen cultivated aquatic organism stress. The aim of this work was to evaluate both the anticoagulant activity of sulfated galactans present in two species of red marine seaweed belonging to genus Halymenia and their immunostimulant effects on white Pacific shrimp Litopenaeus vannamei. SP were extracted from marine seaweed collected in Praia de Fleixeiras-CE. Following the extraction, crude extracts were fractioned in DEAEcellulose column and fractions were eluted with different concentrations of NaCl solution. Fraction purification grade was evaluated by electrophoresis. Anticoagulant activity was analyzed by aPTT’s test using rabbit plasma and the clotting time was measured in a coagulometer. Three different amount of SP (0.5 and 1.5 μg.L-1 and 1.0 mg.L-1) were used twice a day (9 and 17h) to evaluate immunostimulant activity on L. vannamei through immersion baths, after changing tank water and before feeding the animals. The control group was maintained without SP addition. The experiment lasted 20 days. Shrimps were treated by immersion in SP for the first 15 days, and in the last 5 days they were submitted to stress when no water was renewed. There was no significant difference on mortality among the treatments. After the stress, the mortality of shrimps treated with 1.0 mg.L-1 was lower than the others (control group, 0.5 and 1.5 μg.L-1). Anticoagulant activity was detected in fractions obtained from H. pseudofloresia, the highest being in that eluted with 1.25 M NaCl from the first extraction procedure. Thus, it was possible to obtain SP from red marine seaweed H. pseudofloresia which showed higher anticoagulant activity than heparin and was capable of lowering mortality of L. vannamei under stress conditions.
Descrição: RODRIGUES, José Ariévilo Gurgel. Atividade Anticoagulante de Galactanas Sulfatadas de Algas Marinhas Vermelhas do Gênero Halymenia C. Agardh (Gigartinales, Rhodophyta) e seu Efeito Imunoestimulante no Camarão Marinho Litopenaeus vannamei (Boone, 1931). 2006. 77 f. : Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Centro de Ciências Agrárias, Departamento de Engenharia de Pesca, Fortaleza-CE, 2006
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18415
Aparece nas coleções:PPGENP - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2006_dis_jagrodrigues.pdf396,34 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.