Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1846
Título: Avaliação das ações de controle da transmissão vertical do HIV/AIDS entre puérperas atendidas em uma maternidade de Fortaleza-Ce
Título em inglês: Evaluation of the actions of control of the vertical transmission of the HIV/AIDS between postpartum women taken care in a Fortaleza-Ce maternity
Autor(es): Barroso, Léa Maria Moura
Orientador(es): Galvão, Marli Teresinha Gimeniz
Palavras-chave: Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
Transmissão Vertical de Doença Infecciosa
Soropositividade para HIV
Enfermagem Obstétrica
Data do documento: 2005
Citação: BARROSO, L. M. M. (2005)
Resumo: As mulheres em idade fértil têm sido alvo da contaminação pelo vírus da imunodeficiência adquirida (HIV), o que requer atenção especial, principalmente na gestação, pois há o risco da transmissão vertical (TV) do HIV. A terapia combinada de alta potência se mostrou decisiva na redução da taxa de TV, porém as medidas de controle não são satisfatórias. Objetivou-se avaliar as ações de controle da TV do HIV em uma maternidade pública. Trata-se de pesquisa do tipo descritiva, exploratória e avaliativa. Para abordagem do estudo utilizou-se a complementaridade da pesquisa qualitativa e quantitativa. Coletou-se os dados na Maternidade Escola Assis Chateaubriand (MEAC), localizada em Fortaleza-Ceará, no período de setembro a dezembro de 2004. A população do estudo constou de oito puérperas com infecção pelo HIV e oito profissionais que prestaram assistência a estas puérperas. Utilizou-se como técnicas de coleta de dados a observação estruturada e a entrevista, que seguiram um roteiro de observação estruturada e um roteiro de entrevista semi-estruturada. Os dados quantitativos foram analisados e dispostos em tabelas; e os qualitativos analisados e organizados através da proposta de análise de conteúdo. Obedeceu-se os aspectos éticos da pesquisa com seres humanos, uma vez que todos os sujeitos assinaram o termo de consentimento livre e esclarecido. A maioria das puérperas tinha entre 22 e 29 anos, era solteira, com união estável e procedente do interior, possuía baixa escolaridade, tinha entre um e dois filhos; sabia do diagnóstico a menos de um ano, informou seis ou mais consultas de pré-natal e participou de acompanhamento especializado. Pouca parcela das gestantes iniciou a terapia anti-retroviral no período recomendado e sabia informar sobre a sorologia do parceiro. A maternidade disponibilizou o tratamento para todas as gestantes no momento do trabalho de parto e no parto. Seis profissionais de saúde que prestava assistência era enfermeiro, encontrava-se entre 26 e 49 anos de idade, a maioria fez referência ao tempo de formação entre um e nove anos e de trabalho na maternidade entre um e 15 anos; a minoria recebeu algum tipo de treinamento sobre TV. Identificou-se que os profissionais de saúde deixaram de realizar aconselhamento e orientações sobre preparo da fórmula infantil, alimentos e seguimento do recém-nascido, sobre consulta puerperal e adesão ao tratamento. A instituição tinha quantidade insuficiente de alguns insumos, como atadura e inibidor de lactação, e centralizava o preenchimento das fichas de investigação no núcleo de vigilância epidemiológica. Estes resultados nortearão o planejamento de intervenções para futuras ações, com vistas à melhoria da qualidade na assistência às gestantes com HIV/aids. Sugere-se a criação de uma estrutura organizacional e funcional para a implementação de protocolos, capacitações, reuniões de avaliação, atuação responsável dos enfermeiros, determinação de fluxo de atendimento e elaboração de um manual direcionado aos profissionais de saúde.
Abstract: The women in fertile age have been target of the contamination for the HIV, what it requires special attention, mainly in the gestation, therefore there is the risk of the vertical transmission (VT) of the HIV. The agreed therapy of high power showed decisive in the reduction of the VT tax, however the measures of control are not satisfactory. It was objectified to evaluate the actions of control the VT of the HIV in a public maternity. One is about research, descriptive, exploratory and avaliative type. For boarding of the study it was used complementation of the qualitative and quantitative research. The data were collected in Assis Chateaubriand School Maternity (MEAC), located in Fortaleza-Ceará, in period of September to December of 2004. The population’s study consisted of eight postpartum women with infection for the HIV and eight professionals who had given assistance to these postpartum women. The structuralized or standardized comment and the interview were used as techniques. As instruments for the data’s collection, a script of structuralized comment and a script of half-structuralized interview. The quantitative data had been analyzed and made use in figures; end the qualitative ones analyzed and organized through the proposal of content analysis. It obeyed the ethical aspects of the research with human beings and all the subjects had signed the term of free and clarified assent. The majority of postpartum women had between 22 and 29 years, was single, with steady union, and originating the country, there was low study, had between one and two children; it known of the diagnosis to less of one year, informed six or more prenatal’s consultations of and participated of specialized accompaniment. Little parcel of the pregnant initiated the antiretroviral therapy in the recommended period and to inform about partner’s serology. The maternity disposed the treatment for all the pregnant women at the moment of the childbirth work and in the childbirth. The majority of the health professionals that gave assistance was nurse, between 26 and 49 years and make reference at time of formation between one and nine years and of work in the maternity between one and 15 years; the minority received some type of training about VT. It was identified that professionals of health had left to realized advice and orientation about preparation of the infantile formula, foods and pursuing of the new-born, about puerperal consultation and adhesion to the treatment. The institution had insufficient amount of some resourchs and centered the fulfilling of the inquiry fiches. It was concluded that these results will guide in the planning of interventions for future actions, with sights to the improvement of the quality in the assistance to the pregnant women with HIV/aids. It is suggested creation of a organizacional and functional structure for the implementation of the protocol, qualifications, meetings of evaluation, responsible performance of the nurses, determination of attendance flow and elaboration of a manual directed to the professionals of health.
Descrição: BARROSO, Léa Maria Moura. Avaliação das ações de controle da transmissão vertical do HIV/AIDS entre puéperas atendidas em uma maternidade de Fortaleza-Ce. 2005. 99 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2005.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1846
Aparece nas coleções:DENF - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2005_dis_lmmbarroso.pdf384,2 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.