Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18467
Título: Estimativa dos níveis de bioaerossóis e compostos orgânicos voláteis fúngicos em ambientes ocupacionais no município de Fortaleza - Ceará
Título em inglês: Estimation of aerosols levels and volatile organic compounds fungal in occupational environments in the city of Fortaleza - Ceará
Autor(es): Pantoja, Lydia Dayanne Maia
Orientador(es): Nunes, Ana Bárbara de Araújo
Coorientador(es): Nascimento, Ronaldo Ferreira do
Palavras-chave: Saneamento
Ar - Qualidade
Fungos
Compostos orgânicos
Data do documento: 20-Mai-2016
Citação: PANTOJA, L. D. M. (2016)
Resumo: A busca por métodos mais acurados de caracterização da composição fúngica no ar se faz necessária. Sabe-se que quando o fungo se desenvolve no interior da estrutura de um edifício ou em filtros de ventilação, claramente, há uma quantidade razoável de \"contaminação oculta\", não podendo ser detectada apenas através de uma inspeção visual. Bem como, é fato que os fungos quando começam a se desenvolver emitem para a atmosfera Compostos Orgânicos Voláteis Fúngicos (COVFs), que surgem das vias metabólicas ou a partir da degradação de materiais, devido à liberação de enzimas produzidas pelos mesmos. Nesse ínterim, o objetivo da presente tese foi estimar a qualidade do ar interno através de bioaerossóis e COVFs visando melhorias no monitoramento e controle de ambientes ocupacionais no município de Fortaleza, Ceará. Para tanto, houve a análise dos ambientes pesquisados (hospital terciário, shopping center e biblioteca pública) e aplicação de questionário aos usuários, visando analisar o entendimento do trabalhador sobre a qualidade do ar. Em seguida, houve a elaboração e validação de um protocolo para determinação de COVFs. Para a análise dos COVFs foi utilizada a cromatografia gasosa associada à espectrometria de massa, sendo executada no Laboratório de Análise Traço - UFC. Enquanto para as amostras fúngicas foram encaminhadas ao Laboratório de Microbiologia - UECE, visando à identificação por meio de análise macro e micromorfológica e provas bioquímicas. Foram analisadas 144 amostras frente aos COVFs, sendo que nove compostos foram detectados em pelo menos um dos setores analisados e apenas o 3-octanona não foi observado. Na análise quantitativa, os COVFs com as maiores concentrações (em μg/m3) foram 2-metil-1-propanol, 3-metil-1-butanol e 2-heptanona. No tocante aos achados fúngicos, 72 amostras foram analisadas, sendo observado um elevado número de unidades formadoras de colônia por metro cúbico (UFC.m-3) em todos os ambientes, em especial o acervo geral (3.497 UFC.m-3), seguido do estacionamento coberto do centro comercial (3.245 UFC.m-3). Enquanto a respeito da composição do espectro de fungos anemófilos dos três ambientes, este é formado predominantemente por filamentosos hialinos, com destaque para o gênero Aspergillus sp., bem como, leveduras, como a espécie Candida tropicalis. Avaliou-se a relação entre COVFs e amostras fúngicas, sendo constatado a presença de seis grupos de similaridade, como o 2-metil-1-propanol que apresentou uma distribuição espacial semelhante aos fungos Acremonium sp., Aspergillus niger, Candida tropicalis e Penicillium sp. Também, analisou-se a distribuição do quantitativo dos COVFs e das amostras fúngicas por estações climáticas, havendo diferença significativa entre amostras fúngicas e à sazonalidade. Os dados apresentados mapearam a existência da presença de COVFs nos ambientes laborais analisados, caracterizando assim a necessidade do controle desses compostos no ar ambiental de interiores. Com a pesquisa espera-se estabelecer uma melhoria no monitoramento vigente devido à ausência de legislação nacional em vigor sobre os COVFs, visando no futuro auxiliar a tomada de decisão de gestores em relação aos riscos ocupacionais, instigando uma maior discussão no meio acadêmico e legislativo e, por fim, contribuir para o estudo sistematizado da Aerobiologia no país.
Abstract: The search for more accurate methods of characterization of fungal composition in the air is required. It is known that when fungi develop within the structure of a building or ventilation filters, clearly there is a reasonable amount of \"hidden contamination\" can not be detected only through visual inspection. As well, the fact is that the fungi when they start to develop emit into the atmosphere Organic Compounds Fungal Volatile (COVFs), arising from the metabolic pathways or from degradation materials due to the release of enzymes produced by them. In the meantime, the goal of this thesis was to estimate the indoor air quality via bioaerosols and COVFs order improvements in monitoring and control of occupational environments in Fortaleza, Ceará. Therefore, there was the analysis of the researched environments (tertiary hospital, shopping center and public library) and application questionnaire to users in order to analyze the worker\'s understanding of the air quality. Then there was the preparation and validation of a protocol for determining COVFs. For the analysis of COVFs was used gas chromatography coupled to mass spectrometry is performed on Analysis Laboratory Trace - UFC. As for fungal samples were sent the Microbiology Laboratory - UECE, in order to identify through macro analysis and micromorphological and biochemical tests. 144 samples were analyzed front of COVFs, with nine compounds were detected in at least one of the sectors considered and only 3-octanone was not observed. In the quantitative analysis, with the highest COVFs concentrations (in g / m3) were 2-methyl-1-propanol, 3-methyl-1-butanol and 2-heptanone. At the regard to fungal findings, 72 samples were analyzed, being observed a high number of colony forming units per cubic meter (UFC.m-3) in all environments, in particular the general collection (3,497 UFC.m-3), followed by the center covered parking commercial (3245 UFC.m-3). While regarding the fungi spectrum composition airborne the three environments, it is formed predominantly by filamentous hyaline, especially the genus Aspergillus sp., and yeasts such as Candida species tropicalis. We evaluated the relationship between COVFs and fungal strains, and found the presence Six similarity groups such as 2-methyl-1-propanol which had a distribution space similar to fungi Acremonium sp., Aspergillus niger, Candida tropicalis and Penicillium sp. Also, we analyzed the distribution of the quantity of sample and COVFs Fungal by seasons, there was a significant difference between fungal samples and seasonality. The data presented mapped existence in the presence of COVFs working environments analyzed, characterizing the need for control of these compounds in ambient air indoor. Through research is expected to provide improved the current monitoring in the absence of national legislation on the COVFs, aiming in the future assist decision making managers in relation to occupational hazards, prompting further discussion in the academic and legislative environment and ultimately contribute to the systematic study of Aerobiology in the country.
Descrição: PANTOJA, L. D. M. Estimativa dos níveis de bioaerossóis e compostos orgânicos voláteis fúngicos em ambientes ocupacionais no município de Fortaleza - Ceará. 2016. 169 f. Tese (Doutorado em Engenharia Civil: Saneamento Ambiental) – Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18467
Aparece nas coleções:DEHA - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_tese_ldmpantoja.pdf1,73 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.