Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1850
Título: Estudo comparativo da resistência de união entre resina composta e cerâmica submetida a diferentes tratamentos de superfície
Título em inglês: Effect of different ceramic surface treatments on the bond strength of composite to ceramic
Autor(es): Colares, Regina Cláudia Ramos
Orientador(es): Santiago , Sérgio Lima
Palavras-chave: Resistência à Tração
Reparação em Prótese Dentária
Data do documento: 2010
Citação: COLARES, R. C. R. (2010)
Resumo: O reparo intraoral de restaurações cerâmicas constitui-se de um método clinicamente efetivo para a resolução de fraturas de porcelana, e seu sucesso clínico depende da qualidade e durabilidade de união entre a resina composta e a superfície da cerâmica. O presente estudo teve como objetivo avaliar a resistência de união entre a cerâmica reforçada com dissilicato de lítio à resina composta quando submetida ao jateamento com óxido de alumínio 50 μm ou ao condicionamento com ácido fluorídrico a 9,5%, empregando-se dois protocolos de silanização: secagem à temperatura ambiente ou mediante o aquecimento. Um total de 20 blocos de cerâmica medindo-se (7x7x5mm) foram aleatoriamente dividos em 4 grupos (n=5): G1- condicionamento da superfície da porcelana com o ácido fluorídrico a 9,5% por 20 segundos com secagem do silano à temperatura ambiente; G2- tratamento realizado da mesma forma que G1 empregando-se a secagem do silano com um jato de ar aquecido a 45±5˚C; G3- jateamento com partículas de óxido de alumínio de 50 μm por 5 segundos e secagem do silano com um jato de ar aquecido e G4- tratamento realizado da mesma forma que G3 empregando-se a secagem à temperatura ambiente. Após a realização dos tratamentos, aplicou-se adesivo (Single Bond 2) e cinco camadas de 1,5 mm de resina composta (Filtek Z250), obtendo-se um bloco de 10 mm de altura. Os blocos cerâmica/resina foram armazenados em água destilada a 37° C por 24 h. Em seguida, foram feitos cortes seriados perpendiculares entre si para a obtenção de espécimes em forma de palito com área da secção transversal de 1mm2 que foram imediatamente testados através de ensaio de microtração à velocidade de 1 mm/min. Os dados foram analisados por ANOVA e teste de Student-Newman Keuls (p <0,05). As médias (desvio-padrão) foram em MPa: G1 - 32,14 (7,98); G2 – 35 (7,77) e G3 – 18,36 (6,17). O Grupo 4 não pode ser avaliado pois houve o desprendimento da resina composta durante o procedimento de obtenção dos espécimes. G1 e G2 apresentaram maiores valores de resistência à tração em relação ao G3 (p<0.05). Não houve diferença estatística significante entre os Grupos 1 e 2 (p> 0.05). Concluiu-se que o aquecimento do silano teve importante papel no tratamento de superfície da cerâmica jateada com óxido de alumínio.
Abstract: The intraoral repair of ceramic restorations consisted of a clinically effective method for solving fracture of porcelain, and its success depends on quality and durability of the bond between the ceramic and the resin. The purpose of this study was to evaluate the bond strength between lithium disilicate-based ceramic and composite resin when subjected to airborne-particule abrasion with 50 μm aluminum oxide or hydrofluoric acid treatment using two silanization protocols: drying at room temperature or by heating. Twenty blocks (7×7×5mm) of lithium disilicate-based hot-pressed ceramic were fabricated and randomly divided into four groups (n = 5): G1- etched with 9.5% hydrofluoric acid for 20 seconds silanated surface were dried with room-temperature air; G2- treatment performed the same way as G1 employing the drying of the silane surface was 45± 5˚C warm air; G3- airborne-particle abrasion with 50-μm aluminum oxide for 5 seconds and silanated surface was dried 45± 5˚C warm air; G4-treatment performed in the same way that G3 employing drying of silane at room temperature. After an adhesive (Single Bond 2) was applied and before adding 5 mm layers of a composite resin (Filtek Z250), obtaining a block of 10 mm in height. Each blocks ceramic / resin were stored in 37˚C distilled-water for 24 h and cut into ceramic-composite beams with 1mm2 of cross-sectional area for immediately tested by microtensile bond strenght test at a speed of 1 mm / min. Data were analyzed by ANOVA and Student-Newman Keuls (p <0.05). The mean (standard deviation) in MPa were: G1 - 32.14 (7.98), G2 - 35 (7.77) and G3 - 18.36 (6.17). Group 4 can not be assessed because there was a detachment of the resin during the procedure for obtaining specimens. G1 and G2 presented greater tensile strenght than G3 (p<0.05). There was no statistically significant difference between the mean values for groups G1 and G2 (p> 0.05). It was concluded that silane drying by a stream of warm air had an important role in the surface treatment of ceramic with air abrasion.
Descrição: COLARES, Regina Cláudia Ramos. Estudo comparativo da resistência de união entre resina composta e cerâmica submetida a diferentes tratamentos de superfície. 2010. 38 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1850
Aparece nas coleções:DCOD - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_dis_rcrcolares.pdf220,69 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.