Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1854
Title in Portuguese: Análise comparativa em histograma da intensidade de fluorescência de CD10 e CD19 em blastos leucêmicos e hematogônias
Title: Comparative analysis carried out through histograms of CD10 and CD19 fluorescence intensity in leukemic blasts and hematogones
Author: Matos, Jesamar Correia
Advisor(s): Queiroz, José Ajax Nogueira
Keywords: Citometria de Fluxo
Issue Date: 2005
Citation: MATOS, J. C. Análise comparativa em histograma da intensidade de fluorescência de CD10 e CD19 em blastos leucêmicos e hematogônias. 2005. 99 f. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Faculdade de Medicina. Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2005.
Abstract in Portuguese: Hematogônias são células jovens normais da medula óssea responsáveis pela produção das células de linhagem B do sistema imunológico. A leucemia linfoblástica aguda de células precursoras B representa um dos tipos de transformação neoplásica das hematogônias. Devido a alta similaridade do ponto de vista citológico dos dois tipos celulares, é possível haver erros de interpretação na análise citológica, fazendo-se necessário em algumas circunstâncias o uso de técnicas complementares diagnósticas para diferenciar as células benignas das malignas. O uso de marcadores imunológicos através de anticorpos monoclonais marcados com fluorescência tem grande aplicabilidade nos laboratórios especializados como rotina no estudo das leucemias. Os antígenos CD10 e CD19 estão expressos em ambos os tipos celulares de forma que se faz necessária uma extensão no uso de outros marcadores para caracterização da natureza benigna ou maligna das células. Testou-se possíveis diferenças nas curvas de expressão de CD10 e CD19 dos dois tipos celulares. Foram colhidas 36 amostras de medula óssea de pacientes pediátricos não neoplásicos como grupo controle. A idade variou de 24 dias de vida a 15 anos com uma média de 5 anos. Foram colhidas também 39 amostras de pacientes portadores de LLA de linhagem B por ocasião do diagnóstico. A idade variou de 4 meses a 14 anos com uma média de 6,6 anos. Analisou-se as diferenças nas distribuições quanto a intensidade de fluorescência pelas médias, desvios-padrão, coeficientes de variação, coeficientes de inclinação e coeficiente de curtose para os dois marcadores CD10 e CD19 nos dois grupos. Os valores individuais de cada amostra foram comparados com os intervalos gerados pelos valores do grupo controle com os seguintes respectivos resultados de sensibilidade e especificidade: 89,7% e 75% para um cut-off de média+2DP; 79,5% e 100% para média+2,5DP; e 71,8% e 100% para média+3DP. Conclusão: A expressão de CD10 e CD19 em blastos e hematogônias é diferente podendo ser de utilidade prática na distinção entre os dois tipos celulares
Abstract: Hematogones are normal immature cells from bone marrow that are responsible for the production of the immune system’s B cell lineage. The acute lymphoblastic leukemia (ALL) of precursors B cells represents one type of neoplastic transformation of hematogones. Due to their high similarity there are risks of erroneous interpretation consequently making it necessary use to complementary diagnostic techniques. The CD10 and CD19 antigens are expressed on both types of cells so, it is necessary use other monoclonal antibodies to identify malign or benign nature. In attempt to avoid the use of different antibodies we investigate possible differences in the expression of CD10 and CD19 in both cell types. We collected 36 samples of bone marrow from non-neoplastic patients as a control group. The age raged from 0 to 15 years with an average of 5 years. It was also collected 39 samples from patients with ALL of B cells. The age ranged from 0 to 14 years with an average of 6.6 years. We analyzed the differences between the fluorescence intensity concerning average, standard deviation, variation, inclination and kurtosis coefficients for the two markers. The individual values of each sample were compared with the intervals generated by the values of the control group: ME±2SD; ME±2.5SD and ME±3SD. It was possible to distinguish the groups with 89.7% and 75%; 79.5% and 100% and 71.8% e 100% of sensibility and specificity, respectively for the intervals. In conclusion, the expression of CD10 and CD19 antigens on blasts and hematogones is significantly different and may be useful in the differentiation of both cell types
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1854
Appears in Collections:DPML - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2005_dis_jcmatos.pdf989,27 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.