Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18617
Título: Desempenho operacional e energético de um microtrator em função da lastragem, velocidade de deslocamento e pressão de inflação dos pneus
Título em inglês: Operational performance and energy of a microtractor depending on ballast, speed and inflation pressure of the tires
Autor(es): Araújo, Karla Lúcia Batista
Orientador(es): Viliotti, Carlos Alberto
Palavras-chave: Engenharias
Agricultura familiar
Consumo de combustível
Patinagem
Family farming
Fuel consumption
Data do documento: 2013
Citação: ARAÚJO, K. L. B. (2013)
Resumo: O microtrator é ideal para atividades desenvolvidas em pequenas áreas por otimizar o trabalho. O experimento foi desenvolvido na Universidade Federal do Ceará com o objetivo de avaliar a eficiência energética e operacional de um conjunto mecanizado microtrator-rotoencanteirador em três marchas, pressão de inflação e lastragem dos pneus, com e sem lastro. Para obtenção dos dados de eficiência energética utilizou-se um microtrator, instrumentado com sensores indutivos nas rodas para medir a patinagem, provetas para medida do consumo de combustível e célula de carga para obter a força de trabalho na barra de tração. As variáveis estudadas foram velocidade de trabalho, patinagem dos rodados, consumo horário de combustível, consumo específico de combustível, força de tração na barra e potência disponível. Realizou-se dois experimentos fatoriais para cada variável avaliada, o primeiro com o microtrator sem lastro e outro com o uso de lastros, cada experimento era composto de dois fatores: marchas (1ª, 2ª e 3ª) e pressão de inflação dos pneus (82,74; 96,53 e 110,32 kPa). Os dados foram submetidos a análise de variância, foi realizado o teste de comparação de médias de Tukey ao nível de 5% de significância utilizando o Software Assistat 7.6. Os maiores valores de velocidades foram encontrados com o microtrator trabalhando sem lastro na terceira marcha. A maior patinagem foi encontrada na terceira marcha com o microtrator sem lastro e para as diferentes pressões foi sem lastro na pressão de 82,74kPa. O maior consumo horário foi registrado na terceira marcha sem lastro, para as pressões foi de 96,53 kPa sem lastro. Para o consumo específico o maior valor encontrado foi de 3483,04 g.kW-1.h-1, com o microtrator com lastro e 3267,48 g.kW-1.h-1 na pressão de 82,74 kPa. A força de tração na primeira marcha foi de 6,02 kN, na segunda 4,81 kN e na terceira de 3,2 kN, todas não variaram com a mudança de pressão, trabalhando sem lastro. Com lastro a força foi de 4,81kN, 3,2 kN e 2,00 kN na primeira, segunda e terceira marcha respectivamente. A maior potencia encontrada foi na segunda marcha sem lastro. Entre as pressões a maior foi de 0,48 kW na pressão de 82,74 kW. A maior área de solo mobilizada foi de 0,082 m2 na primeira marcha com 96,53 kPa quando se trabalhou sem lastro. Com o lastro a maior área foi de 0,82 m2 na primeira marcha com 82,74 kPa. A melhor eficiência do sistema foi na primeira marcha a 82,74 kPa com lastro, 74,56%.
Abstract: The microtractor is ideal for activities in small areas by optimizing the work. The experiment was conducted at the Federal University of Ceará in order to evaluate the energy efficiency and operating a mechanized set microtractor rotoencanteirador-in three-speed, inflation pressure and tire ballast, with and without ballast. To obtain data for energy efficiency used a microtractor, instrumented with inductive sensors to measure wheel slippage, beakers to measure the fuel consumption and load cell for the workforce in the drawbar. The variables studied were working speed skating rotated, hourly fuel consumption, specific fuel consumption, power drawbar pull and power available. We conducted two factorial experiments for each variable evaluated, the first with microtractor without ballast and another with the use of weights, each experiment consisted of two factors: gears (1st, 2nd and 3rd) and inflation pressure of tires (82,74; 96,53 and 110,32 kPa). Data were subjected to analysis of variance test was used for comparison Tukey test at 5% significance level using the Software Assistat 7.6. The highest values were found with speeds microtractor working without ballast in third gear. The largest slip was found in third gear with microtractor without ballast and for different pressures was unbacked pressure of 82,74 kPa. The highest hourly consumption was recorded in third gear without ballast to the pressures of 96,53 kPa was without ballast. For the specific consumption the highest value was 3483.04 g.kW-1.h-1, with microtractor backed and 3267,48 g.kW-1.h-1 at a pressure of 82,74 kPa. The tensile strength in first gear was 6,02 kN, 4,81 kN in the second and third of 3,2 kN, all did not change with the change of pressure, working without ballast. Backed force was 4,81 kN, 3,2 kN and 2,00 kN in the first, second and third gear respectively. The greatest power was found in second gear without ballast. Among the most pressure was 0,48 kW at a pressure of 82,74 kW. The largest land area of 0,082 m2 was mobilized in first gear with 96,53 kPa when working without ballast. With the ballast was the largest area of 0,82 m2 in first gear with 82,74 kPa. The best efficiency of the system was in first gear to 82,74 kPa backed, 74.56%.
Descrição: ARAÚJO, Karla Lúcia Batista. Desempenho operacional e energético de um microtrator em função da lastragem, velocidade de deslocamento e pressão de inflação dos pneus. 2013. 66 f. Dissertação (Mestrado em engenharia agrícola)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2013.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18617
Aparece nas coleções:PPGENA - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_dis_klbaraujo.pdf2,2 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.