Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18626
Título: Sustentabilidade do modelo agrícola: um estudo de caso
Título em inglês: Sustainability of agricultural model: a case of study
Autor(es): Oliveira, Lucio José de
Orientador(es): Andrade, Eunice Maia de
Palavras-chave: Irrigação e drenagem
Sustentabilidade Ambiental
Sobrevivência
Bacia Hidrográfica
Environmental Sustainability
Survival
Data do documento: 2009
Citação: OLIVEIRA, L. J. (2009)
Resumo: Crescimento e desenvolvimento econômico são conceitos que não podem ser confundidos. O primeiro se refere à quantidade de riqueza produzida pela sociedade. O segundo, está relacionado à qualidade de vida dentro de uma sociedade. A sustentabilidade pode ser entendida como a sobrevivência dos indivíduos no grupo social. A realização deste trabalho objetivou descrever as condições de sobrevivência dos agricultores e agricultoras das comunidades rurais inseridas na parte baixa da bacia hidrográfica do riacho Faé, tributária da bacia do alto Jaguaribe, envolvendo os municípios de Acopiara, Iguatu, Orós e Quixelô, pertencentes à microrregião centro-sul do Estado do Ceará. Foram aplicados 237 questionários do tipo “cross over”, com perguntas abertas e fechadas. Realizou-se a caracterização sócio-econômica e ambiental da região estudada. A tabulação foi feita em planilha Excel. Empregou-se a técnica de analysis de cluster, pelo Método de Ward, através da versão 16.0 do SPSS, para a realização da análise hierárquica multivariada de agrupamentos, observando-se as similaridades entre as famílias estudadas. O ponto de corte no dendrograma, para definir o número de grupos, foi determinado quando a distância reescalonada do coeficiente de aglomeração atingiu o valor 8,68; o que permitiu a formação de 5 grupos, compostos por famílias independente de sua localização comunitária. Constatou-se que 96% da população possuem baixa escolaridade; 59% se encontram acima dos 41 anos de idade; 85% fazem uso de agrotóxicos; 10% utilizam Equipamento de Proteção Individual; 17% recebem orientação técnica para usar agrotóxico; 54% desconhecem e/ou desrespeitam o período de carência dos produtos; 1% devolve as embalagens aos fornecedores; 2% reutilizam as embalagens vazias de agrotóxicos e 62% jogam-nas no meio ambiente; 40% não toma qualquer tipo de cuidado após o uso de produtos químicos; 50% dos produtores fazem uso de irrigação, destes, 52% utilizam o método por inundação; 63% disseram que não preservam o meio ambiente; 88% não têm conhecimento sobre a preservação de matas ciliares; 77% disseram que não existe mobilização comunitária para preservar o meio ambiente; 36,44% participam de algum tipo de agremiação comunitária; 54% afirmaram que não usam curvas de nível em áreas declivosas; 68% não fazem rotação de cultura; 41% realizam aração e gradagem; 11% desmatam; 33% realizam queimadas; 73% das propriedades são de até 1 hectare; 48% são arrendatários;61% com renda familiar de até 1 salário mínimo; 39% se abastecem através de cacimbões; 53% possuem fossa séptica em suas residências. Os grupos I, II e III se apresentaram como semelhantes entre si, formados por famílias com características tipicamente rurais; os grupos IV e V, embora semelhantes entre si, apresentaram-se dessemelhantes entre os demais, demonstrando características tipicamente urbanas.
Abstract: Growth and economic development are different concepts. Growth refers to amount of wealth produced by society while economic development refers to quality of life of the people in society. The main goal of the work was characterize the survival of farmers in the rural communities located in the down stream area of Faé watershed. This watershed belongs to basin of high Jaguaribe and involving the Counties of Acopiara, Iguatu, Orós e Quixelô. This studied area is sited in the South-central region of the Ceará State, Brazil. It was applied 237 forms of the “cross over” type with subjective and objective questions. Data were organized in the software Excel. To define similar groups of farmers it was applied the multivariate hierarchical cluster analysis. Multivariable analysis was performed using SPSS 16.0. It was observed the similarity between the studied families. It was used the cutoff point in the dendrogram to define the amount of groups. This point was determined when the value of rescheduled distance of the clustering coefficient reached 8.68. This enabled formation of 5 groups, composed by families independent of geographic position of their location. Results showed that 96% of people have a low education level; 59% are over 41 years old; 85% use pesticides; only 10% of studied farmers use Individual Protection Equipment; 17% have technical orientation to use pesticides; 54% don’t know and/or disrespect the time for use the pesticides safety. 1% return packaging to suppliers; 2% reuse the empty containers of pesticides and 62% discard them in the environment. Results also showed that 40% of people don’t taking any care after the use of chemicals; 50% of them use irrigation system and among them 52% use flood irrigation; 63% don’t preserve the environment; 36% have no knowledge of repair zone conservation; 77% declared that they have no motivation to conserve the environment; 36% participate in some kind of community association; 54% don’t use soil conservation techniques in sloping areas; 68% don’t make the crop rotation; 41% use tillage technique ; 11% devastate vegetation cover of the land; 33% burn the forest; 73% of properties are up to 1 hectare; 48% are tenant; 61% of people live with family incomes of up to U$ 200,00 monthly; 39% of the people use water supplied by wells; 53% have septic tank in their homes. Groups I, II and III are similar to each other in relation family behavior. They are composed by rural family. Groups IV and V are similar each other, but they are different of others, and they have urban characteristics.
Descrição: OLIVEIRA, Lucio José de. Sustentabilidade do modelo agrícola: um estudo de caso. 2009. 83 f. Dissertação (Mestrado em engenharia agrícola)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2009.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18626
Aparece nas coleções:PPGENA - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_dis_ljoliveira.pdf1,21 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.