Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18696
Título: Avaliação da eficiência antimicrobiana das soluções sanitizantes usadas na higienização de um entreposto de pescado.
Título em inglês: Evaluation of the antimicrobial efficiency of sanitizing solutions used in cleaning of fishery industry.
Autor(es): Montezuma, Artamizia Maria Nogueira
Orientador(es): Vieira, Regine Helena Silva dos Fernandes
Palavras-chave: Recursos pesqueiros e engenharia de pesca
Diluição de uso
Suspensão
Desinfetante
Manipuladores
Lagosta
Use-dilution method. Suspension method. Disinfectant. Handlers. Lobster
Indústria pesqueira
Desinfecção e desinfetantes
Hipoclorito de sódio
Compostos de Benzalcônio
Data do documento: 2013
Citação: MONTEZUMA, A. M. N. (2013)
Resumo: Os Métodos da Diluição de Uso (MDU) e da Suspensão da AOAC são oficialmente aceitos no Brasil na avaliação da eficiência antimicrobiana de desinfetantes, para fim de registro comercial. O estudo teve como objetivo determinar a eficiência antimicrobiana das soluções de hipoclorito de sódio nas concentrações 5, 100 e 200mg/L e de cloreto de benzalcônio a 77 e 10.000mg/L e avaliar os processos de higienização das mãos e botas dos manipuladores e das caudas de lagosta, como matéria-prima, em um Entreposto de Pescado na cidade de Fortaleza-CE. Os testes aplicados aos desinfetantes foram MDU (INCQS/POP No65.3210.007) que utiliza as cepas padrão Staphylococcus aureus, Salmonella Choleraesuis e Escherichia coli e Suspensão (AOAC 960.09) que testa os desinfetantes contra S. aureus e E.coli. Foi verificada a eficácia dos procedimentos de higienização das mãos e botas dos manipuladores e das caudas de lagostas através da redução decimal (RD) das bactérias heterotróficas cultiváveis (BHC), de amostras colhidas durante o processamento. Procedeu-se a contagem bacteriana através do método de Contagem Padrão em Placas (CPP) pelas técnicas pour plate (mãos e botas) e spreadplate (caudas), utilizando-se Ágar Extrato Glicose Triptona (TGEA), e os resultados foram expressos em UFC/mão, UFC/cm2 e UFC/cauda. As soluções de hipoclorito de sódio foram reprovadas pelo MDU nas concentrações 5, 100 e 200 mg/L e aprovadas (RD > 5 ciclos logarítmicos) em pelo menos uma repetição para o teste da Suspensão. As soluções do cloreto de benzalcônio foram aprovadas nos dois testes apresentando melhor eficiência microbiológica para o teste de suspensão (RD >5 ciclos logarítmicos) na concentração 10.000 mg/L. As RD das mãos e das botas dos manipuladores e das caudas de lagosta foram respectivamente < 0,8,< 0,6 e < 0,6 ciclo logarítmico. O MDU e o Método da Suspensão mostraram concordância parcial na aprovação antimicrobiana das soluções tendo esse último maior número de aprovações. A carga microbiana inicial definiu a boa eficiência do processo de higienização para a matéria-prima e mãos e a ineficiência para as botas no Entreposto de Pescado. As RD encontradas para as cepas padrão (Staphylococcus aureus e Escherichia coli), analisadas pelo método da Suspensão testando hipoclorito de sódio e cloreto de benzalcônio foram maiores do que aquelas RD encontradas para BHC após o processo de higienização das mãos, botas e caudas de lagosta.
Abstract: The AOAC use-dilution method (UDM) and suspension method are officially accepted in Brazil for the evaluation of the antibacterial efficiency of disinfectants when applying for product registration. The purpose of this study was to determine the antibacterial efficiency of solutions of sodium hypochlorite at 5, 100 and 200mg/L and benzalkonium chloride at 77 and 10,000mg/L, and to evaluate the procedures employed to disinfect raw material (lobster tails) and the hands and boots of handlers at a seafood processing facility in Fortaleza city. The disinfectants were tested with UDM (INCQS/POP No65.3210.007) using standard strains of Staphylococcus aureus, Salmonella Choleraesuis and Escherichia coli, and with the suspension method (AOAC 960.09) using S. aureus and E. coli. The hygienization procedures for hands, boots and raw material were evaluated by decimal reduction (DR) of aerobic mesophiles in samples collected during processing. The bacteria were quantified by standard plate count (pour platefor hands and boots; spread plate for tails) in Tryptone Glucose Extract agar, and results were expressed as CFU/hand, CFU/cm2 and CFU/tail. The sodium hypochlorite solutions failed the UDM test at all concentrations, but were approved (DR >5) in the suspension test for at least one repetition. The benzalkonium chloride solutions were approved with both methods, with the best performance observed for the suspension method (DR >5log) at 10.000 mg/L. DR values were <0.8 (hands), <0.6 (boots) and <0.6 (tails). The two methods (UDM and Suspension) were in partial agreement regarding the approval of solutions, but the latter method yielded a greater number of approvals. Due to differences in the initial bacterial load, the hygienization procedures were efficient for hands and lobster tails but inefficient for boots. DR values were significantly higher for standard strains (S. aureus and E. coli) tested with the suspension method using sodium hypochlorite and benzalkonium chloride than for aerobic mesophiles following the hygienization of hands, boots and lobster tails sampled at the seafood processing facility.
Descrição: MONTEZUMA, Artamizia Maria Nogueira. Avaliação da eficiência antimicrobiana das soluções sanitizantes usadas na higienização de um entreposto de pescado. 2013. 85 f. : Tese (doutorado) - Universidade Federal do Ceará, Centro de Ciências Agrárias, Departamento de Engenharia de pesca, Fortaleza-CE, 2013
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18696
Aparece nas coleções:PPGENP - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_tese_amnmontezuma.pdf1,11 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.