Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1871
Título: O uso da clorexidina intracanal em molares decíduos com necrose pulpar : estudo clínico e microbiológico
Título em inglês: Intracanal chlorhexidine in primary molars with pulp necrosis : a clinical and microbiological study
Autor(es): Lima, Ramille Araújo
Orientador(es): Fonteles , Cristiane Sá Roriz
Palavras-chave: Pulpectomia
Clorexidina
Data do documento: 2009
Citação: LIMA, R. A. (2009)
Resumo: O sucesso do tratamento endodôntico depende de muitos fatores, sendo a redução ou eliminação da infecção bacteriana o mais importante desses fatores. Portanto, o uso de substâncias capazes de agir nesses microorganismos e em seus subprodutos torna-se uma etapa importantíssima no tratamento. O objetivo deste ensaio clínico “split-mouth” foi comparar a eficácia da clorexidina gel 1% e do hidróxido de cálcio associado ao paramonoclorofenol canforado (Callen PMCC®), como medicação intracanal, e do tratamento executado em sessão única (grupo controle), contra Estreptococos do grupo mutans (EGM) e bactérias anaeróbias presentes no interior dos canais radiculares de molares decíduos com necrose pulpar. Um total de 21 crianças (37 dentes) participou do estudo. Amostras iniciais (pré-tratamento) e finais (após a permanência das substâncias por 14 dias no interior dos canais) foram coletadas para análise microbiológica e incubadas em placas de Mitis Salivarius Bacitracina, em aerofilia, para a observação dos níveis de EGM, assim como em placas de Brucella ágar, em anaerobiose, para verificação de bactérias anaeróbias. Os níveis de sucesso da pulpectomia após um período de acompanhamento de até 12 meses foram analisados baseados em parâmetros clínicos e radiográficos. A clorexidina gel a 1% reduziu significantemente os níveis de EGM (p= 0,010, teste de Wilcoxon) e o Callen PMCC® reduziu significantemente os níveis de bactérias anaeróbias (p=0,002, teste de Wilcoxon). Observou-se diferença significativa na comparação da redução dos níveis de EGM obtidos pelo grupo da clorexidina e pelo controle (p=0,032, Mann-Whitney). A taxa de sucesso do tratamento foi de 81,71% no grupo do Callen PMCC®, 78,57% para o grupo da clorexidina gel 1% e 77,77% no grupo controle. Concluiu-se que a clorexidina gel a 1%, assim como o hidróxido de cálcio associado ao paramonoclorofenol canforado, possui eficácia limitada na redução de bactérias dos canais radiculares decíduos infectados. Os presentes resultados sugerem que uma possível associação entre as medicações testadas em estudos futuros pode eliminar de maneira mais eficaz estas bactérias.
Abstract: The success of endodontic treatment depends on many factors, and the reduction or elimination of bacterial infection is the most important one. Therefore, the use of substances that act against these microorganisms and their products becomes an important stage in treatment. The aim of this in vivo split-mouth study was to compare the efficacy of a 1% chlorhexidine gel, calcium hydroxide/camphorated paramonochlorophenol (Callen PMCC®) as intracanal medications, and a Control group (1-visit endodontic treatment) against mutans streptococci (EGM) and anaerobic bacteria found in primary molars with necrotic pulps. A total of 21 children (37 teeth) participated in this study. Initial (pre-treatment) and final (14 days post-treatment) intra-canal samples were collected for microbiological analysis and were incubated in Mitis Salivarius Bacitracin plates under microaerophilic conditions for EGM counting; as well as in Brucella-agar plates, anaerobically, to allow growth of anaerobic bacteria. The success rate of the pulpectomies after a 12 months follow-up were also evaluated based on clinical and radiographic parameters. Chlorhexidine gel significantly reduced EGM levels (p=0,010, Wilcoxon test), whereas Callen PMCC® significantly reduced anaerobic bacteria levels (p=0,002). Significant difference was observed when comparing EGM reduction levels between the Chlorhexidine and Control groups (p=0,032, Mann-Whitney test). The success rate was 81,71% in the Callen PMCC® group, 78.57% in the Chlorhexidine group and 77.77% in the control group. We concluded that 1% chlorhexidine gel, as well as calcium hydroxide/camphorated paramonochlorophenol, has limited efficacy in the reduction of bacteria from deciduous infected root canals. The present results suggest that a possible association between these two medications in future studies may eliminate more efficiently these bacteria.
Descrição: LIMA, Ramille Araújo. O Uso da clorexidina intracanal em molares decíduos com necrose pulpar : estudo clínico e microbiológico. 2009. 124 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2009.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1871
Aparece nas coleções:DCOD - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_dis_ramaia.pdf678,56 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.