Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18725
Título: Interação da frutalina com neoplasias de tireóide. Estudo comparativo com marcadores tumorais em uso
Título em inglês: Frutalin as a tumoral marker in thyroid lesions. A comparative study with routinely used markers
Autor(es): Milhome, Marcus Vinicius Liberato
Orientador(es): Moreira, Renato de Azevedo
Palavras-chave: Bioquímica
Neoplasias da Tireóide
Thyroid Neoplasms
Tumoral Marker
Frutalin
Marcador Tumoral
Data do documento: 2008
Citação: MILHOME, M. V. L. (2008)
Resumo: O interesse nos carboidratos de superfície celular tem aumentado devido ao fato de estarem relacionados a diferenciação e maturação celular. A transformação celular em neoplasias malignas está associado a alterações na superfície de membranas celulares, particularmente na composição dos glicoconjugados, determinando sua capacidade em relação a invasividade e potencial metastático. Lectinas, proteinas amplamente distribuidas nos reinos animal e vegetal, tem a capacidade de ligarem-se a carboidratos de estrutura e configuração específicas. Tem sido utilizadas como ferramentas em muitas áreas de investigação diagnóstica especialmente naquelas relacionadas a mudanças na expressão de carboidratos no citoplasma e na membrana celulares. O objetivo deste trabalho foi comparar o padrão de ligação da frutalina, lectina α-galactose ligante de Artocarpus incisa, biotinilada (FTL-B) com os marcadores usuais (CK19, GAL3, HBME-1) e o novo marcador para carcinomas papilares da tireóide, 373-E1, em várias lesões malignas e benignas da tireóide e em tecido tireoidiano normal. FTL-B foi obtida por cromatografia de afinidade e biotinilada. CK19, GAL3 e HBME-1 foram obtidos de Novocastra Laboratories, Ltd., UK e 373-E1 de Labvision, UK. Lesões tireoidianas e tecido tireoidiano normal em parafina foram utilizados para a construção de tissue micro-arrays os quais foram cortados a 2 µm e marcados com CK19, GAL3, HBME-1 e 373-E1 pelo método imuno-histoquímico da estreptoavidina-biotina-peroxidase e com FTL-B por método lectino-histoquímico. As lesões incluíam carcinomas papilares (90 casos), carcinomas foliculares (6 casos), carcinoma de células de Hürthle (2 casos), carcinoma anaplásico (4 casos), metástases linfonodais de carcinomas papilares (6 casos), adenoma de células de Hürthle (2 casos), adenomas foliculares (3 casos), bócio (4 casos) e tireoidite de Hashimoto (3 casos). Não houve marcação em tecido tireoidiano normal ou nas lesões benignas usando FTL-B ou os marcadores usuais. Carcinomas papilares e metástases de carcinomas papilares marcaram fortemente a membrana celular com FTL-B. Os marcadores usuais e FTL-B mostraram padrões de marcação semelhantes, sugerindo que FTL-B poderia ser usada como um marcador tumoral da mesma forma que CK19, GAL3, HBME-1 e 373-E1.
Abstract: Increased interest has been devoted to cell surface carbohydrates, since they are related to cell differentiation and maturation. Cell transformation in malignant tumors is associated to altered surface membranes, particularly with an abnormal composition of glycoconjugates, determining characteristics of neoplastic cells as invasive behavior and metastasis. Lectins, proteins widely distributed in the plant and animal kingdom, have the distinctive property of binding to carbohydrates of specific structure and configuration. Lectins have been used as tools in many areas of diagnostic investigation especially related to changes in the expression of membrane and cytoplasmatic carbohydrates. The aim of this work was to compare the binding pattern of the biotinilated frutalin, Artocarpus incisa α-galatose binding lectin (FTL-B), with the markers usually available (CK19, HBME-1, GAL3) and the new papillary thyroid carcinoma marker 373-E1 in various thyroid lesions and normal thyroid tissue. FTL-B was obtained by affinity chromatography and biotinilated. CK19, GAL3 and HBME-1 were obtained from Novocastra Laboratories, Ltd., UK and 373-E1 from Labvision, UK. Formalin-fixed, paraffin-embedded thyroid tissues were used to build tissue macro-arrays that were cut at 2 µm and stained using FTL-B, CK19, GAL3, HBME-1 and 373-E1 by strepABC-HRP method. The cases included papillary carcinoma (90), follicular carcinoma (6), Hürthle cell carcinoma (2), anaplastic carcinoma (4), nodal metastasis of papillary carcinoma (6), Hürthle cell adenoma (2), follicular adenoma (3), goiter (4) and Hashimoto’s thyroiditis (3). There was no staining on benign thyroid lesions or normal thyroid tissue using FTL-B or the usual markers. Papillary carcinoma and metastasis from papillary carcinoma showed strong membranar stain using FTL-B. FTL-B and the usual markers showed similar binding pattern suggesting that FTL-B could be used as a thyroid tumoral marker similar to GAL3, CK19, HBME-1 and 373-E1.
Descrição: MILHOME, Marcus Vinicius Liberato. Interação da frutalina com neoplasias de tireóide. Estudo comparativo com marcadores tumorais em uso. 2008. 112 f. Tese (Doutorado em bioquímica)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2008.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18725
Aparece nas coleções:DBBM - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_tese_mvlmilhome.pdf13,76 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.