Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18738
Título: Cultivo de Arthrospira platensis em meio orgânico: extração de polissacarídeos sulfatados e sua administração a camarões Penaeus vannamei
Título em inglês: Organic culture of Arthrospira platensis: Extration of sulphated polisaccharides and Penaeus vannamei administration
Autor(es): Moreira, Renato Teixeira
Orientador(es): Furtado Neto, Manuel Antonio de Andrade
Palavras-chave: Aquicultura
Penaeus vannamei
Arthrospira platensis
Polissacarídeos sulfatado
Imunoestimulação
Penaeus vannamei
Arthrospira platensis
Sulphated polysaccharides
Immunoestimulation
Data do documento: 2015
Citação: MOREIRA, R. T. (2015)
Resumo: Aquaculture takes up more and more space on the world stage, as a result of technological advances and increased demand for animal protein, consolidating itself as the fastest growing activity in agribusiness. On the other hand, there is the possibility of the development of illnesses over the cultivation, as well as impact on the environment, with the release of organic compounds in water, eutrophicating aquatic ecosystem. Given this scenario, microalgae Arthrospira platensis, as to appear as a strong ally of the producers, whether for absorption of organic compounds and treatment of effluents, is for the production of compounds that exhibit biological activity, promoting the welfare of farmed animals. Thus, the objective of this study was to produce. platensis cultivation sewage Nile tilapia (Oreochromis niloticus), extract and evaluate the immunomodulatory effect of sulfated polysaccharide (PS) in juvenile Penaeus vannamei. The PS were obtained from a hot aqueous extract and administered through immersion baths in juveniles of P. vannamei, at concentrations of 0, 60, 120 and 240 mg L-1. After soaking, the total count of hemocytes (THC) and checked the concentration of total proteins (CP) and activity of enzymes fenoloxidase (PO) and α2-macroglobulina. After the evaluation of the imunoparâmetros, it was found that the concentration of 120 mg L-1 the best immunostimulating activity. This concentration was used to observe the reaction of immunological parameters when exposed to the weather (no exposure) 0, 45, 90, 135 and 180 minutes, as well as the antimicrobial activity against Vibrio alginolyticus. The microalgae showed a good development within the organic production system. Were extracted 19,85 g PS, with a yield of 8,5% of the biomass used. During the fractionation of PS were observed two fractions with 0,5 and 1,2 M majority of NaCl. After three hours of immersion in different concentrations of PS, the imunoparâmetros showed an increase gradually as amounting to concentration of PS. Still, stimulation of the immune system of shrimp took place with 90 and 135 minutes of exposure to the PS. The fenoloxidase enzyme reached its maximum activity (72,33 Umin-1 mg-1) with 135 minutes of exposure, followed by an increase of the α2-macroglobulina enzyme activity with 180 minutes. The serum of animals collected with 90 and 135 minutes was more effective in inhibiting the development of V. alginolyticus, and needed only 1,51 ± 0,08 and 1,59 ± 0,02 mg mL-1 of proteins to fight it. The results obtained in other times did not differ from time zero. Thus, it is concluded that the PS of A. platensis were able to activate the immune system in shrimp shortly after 90 minutes of exposure, but also contributed to increase the antibacterial activity of the serum of animals.
Abstract: A aquicultura ocupa cada vez mais espaço no cenário mundial, em virtude do avanço tecnológico e do aumento da demanda por proteína animal, consolidando-se como a atividade que mais cresce no agronegócio. Por outro lado, existe a possibilidade do desenvolvimento de enfermidades ao longo do cultivo, bem como, causar impactos no meio ambiente, com o lançamento de compostos orgânicos na água, eutrofizando o ecossistema aquático. Diante deste cenário, as cianobactérias como a Arthrospira platensis, surgem como um forte aliado dos produtores, seja para absorção de compostos orgânicos e tratamento de efluentes, seja pela produção de compostos que apresentam atividade biológica, promovendo o bem-estar dos animais cultivados. Assim, o objetivo desse estudo foi produzir A. platensis em efluente de cultivo da tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus), extrair e avaliar o efeito imunomodulador dos polissacarídeos sulfatados (PS) em juvenis de Penaeus vannamei. Os PS foram obtidos a partir de um extrato aquoso quente e administrados por meio de banhos de imersão em juvenis de P. vannamei, nas concentrações de 0, 60, 120 e 240 mg L-1. Após a imersão, foi realizada a contagem total de hemócitos (THC) e verificada a concentração de proteínas totais da hemolinfa (CP) e atividade das enzimas fenoloxidase (PO) e α2-macroglobulina no soro. Após a avaliação dos imunoparâmetros, verificou-se que na concentração de 120 mg L-1 ocorreu a melhor atividade imunoestimulante. Esta concentração foi utilizada para se observar a reação dos parâmetros imunológicos quando expostos ao tempo 0 (sem exposição), 45, 90, 135 e 180 minutos, bem como a atividade antimicrobiana contra Vibrio alginolyticus. A microalga mostrou um bom desenvolvimento dentro do sistema de produção orgânico. Foram extraídos 19,85 g de PS, com um rendimento de 8,5% da biomassa utilizada. Durante o fracionamento dos PS foram observados duas frações majoritárias com 0,5 e 1,2 M de NaCl. Após três horas de imersão em diferentes concentrações de PS, os imunoparâmetros apresentaram um aumento gradativo à medida que se elevava a concentração dos PS. Ainda, a estimulação do sistema imunológico dos camarões ocorreu com 90 e 135 minutos de exposição aos PS. A enzima fenoloxidase atingiu sua atividade máxima (72,33 Umin-1mg-1) com 135 minutos de exposição, seguida de um aumento da atividade da enzima α2-macroglobulina com 180 minutos. O soro dos animais coletados com 90 e 135 minutos foi mais efetivo em inibir o desenvolvimento de V. alginolyticus, sendo necessários apenas 1,51 ± 0,08 e 1,59 ± 0,02 mg mL-1 de proteínas para combatê-lo. Os resultados obtidos nos demais tempos não diferiram do tempo zero. Assim, conclui-se que os PS de A. platensis foram capazes de ativar o sistema imunológico dos camarões logo após 90 minutos de exposição, como também contribuíram para aumentar a atividade antibacteriana do soro dos animais.
Descrição: MOREIRA, Renato Teixeira. Cultivo de Arthrospira platensis em meio orgânico: extração de polissacarídeos sulfatados e sua administração a camarões Penaeus vannamei. 2015. 67 f. : Tese (doutorado) - Universidade Federal do Ceará. Centro de Ciências Agrárias, Departamento de Engenharia de Pesca, Fortaleza-CE, 2015
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18738
Aparece nas coleções:PPGENP - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_tese_rtmoreira.pdf1,53 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.