Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18744
Título: Biomarcadores de disfunção renal em pacientes com HIV que recebem terapia antiretroviral combinada e sua associação com lesão endotelial
Título em inglês: Renal dysfunction markers in HIV patients receiving combination antiretroviral therapy and its association with endothelial injury
Autor(es): Cavalcante, Malena Gadelha
Orientador(es): Daher , Elizabeth de Francesco
Palavras-chave: HIV
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
Biomarcadores
Lesão Renal Aguda
Data do documento: 21-Mar-2016
Citação: CAVALCANTE, M. G. ; DAHER, E. F. (2016)
Resumo: A doença renal é um fator que piora o prognóstico da infecção pelo HIV. Sua oportuna detecção e preciso diagnóstico são essenciais para prevenções de futuros acometimentos e para definição do tratamento adequado. Objetivo: Verificar a presença de lesão renal em um grupo de pacientes HIV assintomáticos, e estabelecer sua relação com a ocorrência de lesão endotelial e do glicocálice endotelial. População e Metodologia: Foi realizado um estudo transversal com pacientes portadores de HIV para a avaliação da função renal e endotelial. Os pacientes foram acompanhados em um ambulatório especializado público de Fortaleza/CE, pelo período de outubro de 2014 a abril de 2015. Foram incluídos 66 soropositivos, subdividos em três grupos (sem TARV, TDF e AZT) e comparados a um grupo de 13 sadios. Foram dosados biomarcadores urinários de lesão glomerular e tubular renal (NGAL), lesão glomerular e túbulo-interticial (MCP-1), lesão no túbulo proximal (KIM-1), lesão de glicocálice endotelial (Syndecan-1) e lesão de endotélio (ICAM-1) quantificados através da técnica do ELISA sanduiche, bem como outros parâmetros bioquímicos em todos os pacientes. Resultados: Não houve diferença significativa entre a idade, sexo, índice de massa corporal e pressão arterial nos grupos. A maioria dos pacientes (63,6%) tinham carga viral indetectável (<67). O uMCP-1 foi significativamente maior entre os pacientes com HIV sem TARV e carga viral elevada. O uNGAL também foi maior no mesmo grupo, porém apresentou uma tendência à significância (p = 0,07). A média de uKIM-1 em pacientes que utilizam TDF foi maior do que o grupo controle (p <0,001). Em relação ao ICAM-1, nenhuma diferença foi observada entre os grupos (p = 0,757). Os pacientes HIV apresentaram maiores níveis de syndecan-1 sistêmico comparados aos controles saudáveis (p <0,001). Analisando os diferentes grupos, observou-se que níveis mais elevados de syndecan-1 permaneceu estatisticamente significativo apenas nos grupos que receberam TARV com TDF (p = 0,001) e com AZT (p = 0,0006), indicando disfunção endotelial. Syndecan-1 obteve uma correlação positiva entre a creatinina sérica (r = 0,399, p = 0,003) e níveis séricos de uréia (r = 0,347, p = 0,010), mostrando uma associação importante entre a lesão de glicocálice endotelial e disfunção renal em pacientes com HIV. Conclusão: O MCP-1 e o KIM-1 exibiram os maiores níveis entre os pacientes soropositivos e sem terapia, bem como Sydencan-1, sugerindo a ocorrência de inflamação renal, possivelmente associada à disfunção endotelial.
Abstract: Kidney disease is a factor that worsens the prognosis of HIV infection. Its timely detection and accurate diagnosis are essential for prevention of future bouts and to define the appropriate treatment. Objective: To verify the presence of kidney damage in a group of HIV / AIDS patients asymptomatic, and establish its relationship with the occurrence of endothelial injury and endothelial glycocalyx. Population and Methods: A cross-sectional study with patients with HIV / AIDS for the evaluation of renal and endothelial function was conducted. Patients were followed up at a public outpatient clinic for Fortaleza / CE, for the period October 2014 to April 2015. We included 66 HIV-positive, subdivided into three groups (without ART, TDF and AZT) and compared to a group of 13 healthy. We measured urinary biomarkers glomerular injury and renal tubules (NGAL), glomerular injury and tubulointerstitial interstitial (MCP-1), damage to the proximal tubule (KIM-1), endothelial glycocalyx injury (syndecan-1) and endothelial injury (ICAM-1) quantified by the sandwich ELISA technique as well as other biochemical parameters in all patients. Results: There was no significant difference between age, sex, body mass index and blood pressure in groups. Most patients (63.6%) had undetectable viral load (<67). The UMCP-1 was significantly higher among patients with HIV without antiretroviral therapy and high viral load. UNGAL was also higher in the same group, but showed a trend towards significance (p = 0.07). The average uKIM-1 in patients using TDF was greater than the control group (p <0.001). Regarding the ICAM-1, no difference was observed between the groups (p = 0.757). HIV patients had higher levels of syndecan-1 systemic compared to healthy controls (p <0.001). Analyzing the different groups, it observed that higher levels of syndecan-1 remained statistically significant only in the groups receiving HAART TDF (p = 0.001) and AZT (p = 0.0006), indicating endothelial dysfunction. Syndecan-1 has obtained a positive correlation between serum creatinine (r = 0.399, p = 0.003) Blood urea nitrogen levels (r = 0.347, p = 0.010), showing a significant association between the lesion of the endothelial glycocalyx and renal dysfunction in patients with HIV. Conclusion: MCP-1 and the KIM-1 showed the highest levels among HIV-infected patients without therapy, as well as Sydencan-1, suggesting the occurrence of renal inflammation possibly associated with endothelial dysfunction.
Descrição: CAVALCANTE, M. G. Biomarcadores de disfunção renal em pacientes com HIV que recebem terapia antiretroviral combinada e sua associação com lesão endotelial. 2016. 94 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18744
Aparece nas coleções:DMC - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_dis_mgcavalcante.pdf1,6 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.