Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1875
Título: Heterocontrole dos teores de flúor nas águas de abastecimento público de Fortaleza, Ceará
Título em inglês: Heterocontrol of fluoride levels in the water supply of Fortaleza, Ceará
Autor(es): Camurça, Valquiria Vieira
Orientador(es): Almeida , Maria Eneide Leitão de
Palavras-chave: Flúor
Abastecimento de Água
Vigilância Sanitária de Ambientes
Data do documento: 2008
Citação: CAMURÇA, V. V. (2008)
Resumo: A importância da ação do fluoreto na prevenção e no controle da cárie tem sido mundialmente comprovada ao longo dos anos, sendo a fluoretação das águas de abastecimento público aceito como um dos métodos principais. Não basta, porém, adicionar flúor às águas, é necessário também assegurar que a população receba o elemento adicionado em quantidade adequada. Para isso, deve existir um sistema de vigilância, objetivando acompanhar a execução da fluoretação das águas de abastecimento público (heterocontrole). Nesse contexto, objetivou-se avaliar o heterocontrole dos teores de flúor nas águas de abastecimento de Fortaleza, Ceará, mediante um estudo descritivo, observacional e longitudinal. Para tanto, foram utilizadas análises qualitativa e quantitativa. Na abordagem qualitativa, procurou-se entender de que maneira Fortaleza realizava a vigilância da qualidade da água no que diz respeito aos teores de flúor, descrevendo-se a metodologia utilizada pela Vigilância Ambiental em Saúde de Fortaleza a fim de realizar o heterocontrole. Para a coleta de dados, empregou-se uma entrevista semi-estruturada por meio de um roteiro aplicado aos responsáveis técnicos pela coordenação e execução do heterocontrole. As entrevistas foram realizadas pela própria pesquisadora, sendo utilizado um gravador para o registro das falas dos entrevistados. Na abordagem quantitativa, objetivou-se estabelecer os teores de flúor das águas de abastecimento público de Fortaleza segundo dados da Vigilância Ambiental do Município e, posteriormente, relacionar esses resultados aos da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (CAGECE), verificando a existência de subdosagem ou superdosagem. Para tanto, determinou-se o período de janeiro a novembro de 2006 para avaliar os dados das duas instituições, utilizando-se o teste t de Student para comparação das médias dos teores de flúor da Vigilância Ambiental de Fortaleza e da CAGECE e para comparar as médias de flúor com os valores-padrão 0,6 ppm de flúor (valor mínimo) e 0,8 ppm (valor máximo). Para a análise qualitativa, verificou-se a existência de um esquema estruturado no Município de Fortaleza para coleta, captação, armazenamento e análise das amostras de água a fim de determinar os teores de flúor, assim como a distribuição geográfica dos locais de coleta dessas águas e o treinamento dos responsáveis pela captação das amostras. Observou-se, no entanto, um número inferior de amostras de água analisadas por mês. No que se refere à análise quantitativa, a Vigilância Ambiental de Fortaleza encontrou, no período estudado, teores de flúor elevados, com média de 0,8532 e com 53,6% das análises acima dos valores aceitáveis, aumentando o risco de fluorose dentaria. Também foi encontrada, no período estudado, diferença nas análises da Vigilância Ambiental de Fortaleza e da CAGECE, sugerindo novas análises para determinar a real concentração de flúor nas águas de abastecimento da cidade. Concluímos que a Capital do Ceará apresenta uma metodologia para realização do heterocontrole embasada em documentos científicos e técnicos. Apresenta, contudo, falhas inerentes à recente implantação da vigilância dos teores de flúor na água de abastecimento público. Concluímos também que não existe consenso entre os dados das instituições analisadas, sendo necessárias novas análises para identificar os níveis corretos de flúor nas águas de abastecimento de Fortaleza e estabelecer de forma definitiva os teores de flúor fornecidos à população.
Abstract: The importance of the action of fluoride in the control of dental caries has been proved internationally over the period of many years, such that the fluoridation of public water supply has been accepted as a key control method. It is not enough, however, to simply apply fluoride to water; it is also necessary to assure that the population receives the appropriate quantity of the element. For this to happen, a surveillance system must be in place with the objective of monitoring the fluoridation of public water sources (heterocontrol). Within this context, the objective of this study is to evaluate the heterocontrol of fluoride levels in the water supply of Fortaleza, Ceará, through a descriptive, observational, longitudinal study. Towards this end, qualitative and quantitative analyses were employed. In the qualitative approach, we sought to understand the ways in which Fortaleza controls its water quality with respect to fluoride levels, describing the methodology used by the Environmental Health Surveillance System of Fortaleza for heterocontrol. For data collection, a semi-structured interview with a script was used and applied to the technicians responsible for heterocontrol. The interviews were conducted by the researcher, using a recorder to tape the answers given by the interviewees. In relation to the quantitative approach, the study sought to determine the fluoride levels in the Fortaleza public water supply according to the Municipal Environmental Surveillance Sector, and subsequently to compare these results to those of the Ceará Water Works (CAGECE), verifying the existence of under or over dosage. The period of January to November 2006 was defined to evaluate the data of the two institutions, using Student’s t-test to compare the averages of fluoride levels taken by Fortaleza Environmental Surveillance and CAGECE and to compare the averages with the standard values of 0.6 ppm of fluoride (minimum value) and 0.8 ppm (maximum value). Following the qualitative analysis, it was verified that there exists a structured system in the municipality of Fortaleza to collect, impound, store and analyze water samples in order to determine fluoride levels as well as the geographic distribution of the water collection sites and the training of those responsible for sample impounding. However, it was observed that fewer samples are analyzed per month than is ideal. As for the quantitative analysis, Fortaleza Environmental Surveillance found elevated fluoride levels over the period under study with an average of 0.8532 ppm and 53.6% of analyses above the accepted limits, thereby increasing the risk of dental fluorosis. Differences in the analyses of Fortaleza Environmental Surveillance and CAGECE were also encountered over this period, suggesting the need for more analysis to determine the true fluoride concentration in the city’s water supply. We conclude that the capital city of Ceará does have a methodology for heterocontrol, based on its scientific and technical documents. However, there are inherent flaws in the recent implementation of fluoride surveillance in the public water supply. We also conclude that there is no consensus between the data of the two institutions researched, thus making it necessary to undertake new analyses to identify the correct fluoride levels in the Fortaleza water supply and definitively establish the levels to be supplied to the general public.
Descrição: CAMURÇA, Valquiria Vieira. Heterocontrole dos teores de flúor nas águas de abastecimento público de Fortaleza, Ceará. 2008. 87 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2008.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1875
Aparece nas coleções:DCOD - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_dis_vvieiracamurca.pdf516,38 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.