Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1881
Título: Procedimentos dolorosos e alterações nos parâmetros fisiológicos em recém-nascidos sob oxigenoterapia
Título em inglês: Painful procedures and physiological parameter alterations in newborn infants under oxigenotherapy
Autor(es): Barbosa, Andréa Lopes
Orientador(es): Cardoso , Maria Vera Lúcia Moreira Leitão
Palavras-chave: Recém-Nascido
Oxigenoterapia
Data do documento: 2010
Citação: BARBOSA, A. L. (2010)
Resumo: Recém-nascidos (RNs) que apresentam função pulmonar prejudicada, seja pela prematuridade ou por algum diagnóstico que interfira no sistema respiratório, necessitam, geralmente, de algum tipo de oxigenoterapia. Objetivou-se avaliar os parâmetros fisiológicos (FR, FC, pulso e SpO2) na execução de alguns procedimentos dolorosos (aspiração do TOT/VAS, coleta de gasometria, passagem de cateter central de inserção periférica-PICC e retirada de curativo) realizados pelos(as) enfermeiros(as) em RNs submetidos à oxigenoterapia em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN). Para tanto, realizou-se um estudo longitudinal do tipo antes e depois, de caráter quantitativo, em uma UTIN de uma instituição pública de referência na cidade de Fortaleza-Ceará, durante o período de dezembro de 2008 a junho de 2009. Fizeram parte da amostra 125 RNs com, no mínimo, seis horas de vida e internados em leitos de alto risco, que utilizavam alguma forma de oxigenoterapia por um período mínimo de seis horas e que se encontravam clinicamente estáveis. A coleta de dados efetivou-se por meio da observação sistemática e os dados foram registrados em formulários, contemplando algumas variáveis independentes, tais como os procedimentos dolorosos realizados pelos enfermeiros(as) e algumas variáveis dependentes, como os parâmetros fisiológicos de FR, FC, juntos aos visualizados no monitor durante os procedimentos (pulso, SpO2). Além destas variáveis, estudou-se também as características de base dos RNs quanto às condições de nascimento (peso ao nascer, sexo, tipo de parto, Apgar, Capurro) e durante a internação na UTIN (data e horário da internação, data do início da utilização e modalidade de oxigenoterapia instalada ao ser admitido na UTIN, modalidade de oxigenoterapia e peso no momento da coleta, acomodação, dieta, medicação). Tais dados foram adquiridos por meio do prontuário, com o propósito de correlacioná-los com as referidas variáveis. Os resultados mostraram que 92,8% dos RNs eram pré-termo e 7,3%, a termo, sendo que 56,8% nasceram de parto cesárea e 43,2%, de parto vaginal. Quanto ao peso dos bebês estudados, 92,0% pesaram abaixo de 2500g e apenas 7,2%, acima de 2500g. As hipóteses diagnósticas mais presentes foram prematuridade (93,6%) e Síndrome do Desconforto Respiratório-SDR, (52,8%). Ao avaliar o conjunto de parâmetros fisiológicos para os quatro procedimentos pesquisados, houve alterações (p<0,05) de FR e FC para os RNs em Oxi-Hood e CPAP e de pulso (p<0,05) para os RNs em Oxi-Hood, CPAP e VM, sendo a SpO2 o único parâmetro que não sofreu variação significativa (p>0,05) na prática de aspiração do TOT/VAS. Na gasometria, houve variações (p<0,05) de todos os parâmetros fisiológicos, porém, para tal procedimento, as alterações foram diferentes em cada modalidade de oxigenoterapia, ocorrendo variações de FC, pulso e SpO2 nos RN em Oxi-Hood e alterações de FR e pulso nos RNs em VM. Entretanto, na passagem de cateter percutâneo e na retirada de curativo, não houve alterações estatisticamente significantes (p>0,05). Propõe-se aos enfermeiros(as) desenvolverem intervenções que possam manter as variações dos parâmetros de FR, FC, pulso e SpO2 dentro da faixa de normalidade na execução destes procedimentos.
Abstract: Newborn infants that have impaired lung function because of prematurity or any other diagnosis that interferes in the respiratory system, usually need some type of oxigenotherapy. The objectives of this study were to evaluate physiological parameters (RR, HR, Pulse, SpO2) in neonates submitted to oxigenotherapy in a Neonatal Intensive Care Unit (NICU) during the execution of some painful procedures carried out by nurses (orotracheal suction, upper airway suction, blood collectium to gasometry, insertion of a Peripherally Inserted Central Catheter – PICC - and withdrawing of curative). For this purpose, it was developed a before and after longitudinal and quantitative study in a Neonatal Intensive Care Unit of a public institution of reference in the city of Fortaleza-Ceara, in the period of December 2008 to June 2009. The sample was composed of 125 clinically stable newborns hospitalized in high-risk beds with at least six hours of life, and submitted to some type of oxigenotherapy for at least six hours. The data collecting was accomplished by systematic observation and the data were recorded in research forms that contained some independent variables, such as painful procedures carried out by nurses and some dependent variables such as the physiological parameters, like RR, HR and others that were visualized in the cardiac monitor during the procedures (pulse, SpO2). Additionally to these variables, it was studied both characteristics of the newborns regarding the birth conditions (birth weight, gender, type of labour, Apgar score, capurro) and regarding the period of hospitalization in the NICU (date and time of hospitalization, date and type of oxigenotherapy when the baby was admitted in the NICU, oxigenotheray modality and newborn weight at the time of the data collection, accommodation, diet and medication). These data were obtained through the medical charts, with the purpose of correlating them to those variables. The results showed that 92,8% of the neonates were preterm infants and 7,3% were term infants. Regarding the type of labor, 56,8% of the babies were delivered by caesarean section and 43,2% of them born by vaginal labor. According to the weight of the babies under the study, 92,0% weighted below 2500g while only 7,2% were above 2500g. The most common diagnostic hypotheses founded were prematurity (93,6%) and Respiratory Distress Syndrome - RDS (52,8%). The evaluation of the physiological parameters of the four procedures accessed in this study showed some variations (p<0,05) of RR and HR in the newborns using hood and CPAP, and variation of pulse (p<0,05) for the newborns in hood, CPAP and MV; however, the SpO2 was the only parameter that did not suffer any significant variation (p>0,05) regarding the suction of either orotracheal tube or upper airway. Concerning the gasometry, variations were found (p<0,05) in all physiological parameters; nevertheless, the alterations related to this procedure were different for each oxigenotherapy modality, occurring changes in HR, pulse and SpO2 in newborn using hood, and alterations in RR and pulse in neonates under MV; however, regarding the insertion of a PICC and the withdrawing of curative, no statistically significance alterations were found (p>0,05). It is proposed to the nurses to develop interventions that can keep the variations of the parameters of RR, HR, pulse and SpO2 in normal levels during the execution of these procedures.
Descrição: BARBOSA, Andréa Lopes. Procedimentos dolorosos e alterações nos parâmetros fisiológicos em recém-nascidos sob oxigenoterapia. 2010. 117 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1881
Aparece nas coleções:DENF - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_dis_albarbosa.pdf1,16 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.