Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18833
Título: Avaliação do metabolismo antioxidante durante o desenvolvimento de frutos de clones de aceroleira e sapotizeiro
Título em inglês: Evaluation of antioxidant metabolism during development of acerola and sapodilla clones
Autor(es): Oliveira, Luciana de Siqueira
Orientador(es): Miranda, Maria Raquel Alcântara de
Palavras-chave: Bioquímica
Malpighia emarginata D.C
Manilkara zapota L.
Atividade antioxidante
Enzimas antioxidantes
Compostos bioativos
Data do documento: 2012
Citação: OLIVEIRA, L. S. (2012)
Resumo: O amadurecimento de frutos é um processo complexo do desenvolvimento envolvendo inúmeras mudanças nas características bioquímicas, fisiológicas e sensoriais bem como no metabolismo oxidativo determinando seus atributos de qualidade e propriedade antioxidante Desta forma esse trabalho objetivou analisar as principais mudanças no sistema antioxidante durante o desenvolvimento de frutos de duas espécies tropicais Os frutos de aceroleira (Malpighia emarginata D.C) clones II 47/1 BRS 235 BRS 236 BRS 237 e BRS 238 e de sapotizeiro (Manilkara zapota L.) clones BRS 227 e BRS 228, foram analisados em diferentes estádios do desenvolvimento quanto às variáveis de qualidade pós-colheita compostos antioxidantes atividade antioxidante total (AAT) atividade das enzimas antioxidante e grau de peroxidação de lipídeos. Durante o processo de desenvolvimento das acerolas o conteúdo de vitamina C e de polifenóis solúveis totais (PST) diminuiu resultando em um declínio da atividade antioxidante dos frutos Apesar da redução dos PST o conteúdo de flavonóides amarelos e antocianinas totais mostraram um aumento evidente com o amadurecimento o que pode estar associado à mudança de cor e propriedades antioxidantes nutricionais da acerola Enquanto no sapoti o conteúdo dos compostos antioxidantes diminuiu significativamente ao longo do desenvolvimento contribuindo para uma redução da AAT resultante principalmente do declínio do conteúdo dos fenólicos flavonóides amarelos e polifenóis totais pois o sapoti não é considerado uma boa fonte de vitamina C A atividade das enzimas antioxidantes dismutase do superóxido (SOD) catalase (CAT) e peroxidase do ascorbato (APX) diminuiu ao longo do amadurecimento dos frutos tropicais estudados o que contribuiu para um aumento do estresse oxidativo evidenciado pelo aumento da peroxidação de lipídeos sendo, portanto necessário para facilitar muitas das mudanças relacionadas com a maturação O amadurecimento das espécies tropicais estudadas foi acompanhado por um aumento do estresse oxidativo e peroxidativo o qual pode contribuir para as alterações observadas na qualidade pós-colheita dos frutos e para um declínio em seu potencial antioxidante.
Abstract: Fruit ripening is a complex developmental process involving changes in biochemical, physiological and sensorial characteristics as well as in the oxidative metabolism which result in their quality attributes and antioxidant properties This research described the major changes in the antioxidant systems during development of two tropical fruit species Acerola (Malpighia emarginata D.C) and sapodilla (Manilkara zapota L.) fruits were analyzed at different maturity stages for quality parameters post-harvest antioxidant compounds total antioxidant activity (TAA) antioxidant enzymes activity and cell membrane integrity Ripening process promoted improvements in post-harvest quality of tropical fruits studied In acerola the total vitamin C and total soluble phenols (TSP) content reduced during development which resulted in decline of total antioxidant activity (TAA) In spite of the decline in TSP the yellow flavonoid and total anthocyanins content showed an evident increase at ripening which may be associated to fruit coloring and antioxidant nutrition properties While in sapodilla antioxidant compounds contents reduced significantly during the fruit development which contributed to decreased of TAA that resulting mainly from the decline of phenolics contents such as TSP and yellow flavonoids because sapodilla is not a good vitamin C source The activities of oxygen-scavenging enzymes superoxide dismutase (SOD) catalase (CAT) and ascorbate peroxidise (APX) decreased with tropical fruits ripening which contributed to an increased oxidative stress as evidenced by lipid peroxidation therefore necessary to make easy many changes related to aging The development of tropical fruits studied was accompanied by progressive increase in oxidative and peroxidative stress which can contributed to the fruit postharvest quality and nutritional antioxidant potential.
Descrição: OLIVEIRA, Luciana de Siqueira. Avaliação do metabolismo antioxidante durante o desenvolvimento de frutos de clones de aceroleira e sapotizeiro. 2012. 107 f. Tese (Doutorado em bioquímica)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2012.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18833
Aparece nas coleções:DBBM - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_tese_lsoliveira.pdf1,73 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.