Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1885
Título: Leishmaniose visceral : avaliação citomorfológica da medula óssea e correlação com a gravidade da doença
Título em inglês: Visceral leishmaniasis : cytomorphological evaluation bone marrow and correlation with severity of disease
Autor(es): Castro, Alana Jocelina Montenegro de
Orientador(es): Pompeu , Margarida Maria de Lima
Palavras-chave: Leishmaniose Visceral
Medula Óssea
Hematopoese
Data do documento: 2011
Citação: CASTRO, A. J. M. (2011)
Resumo: A leishmaniose visceral (LV) é um sério problema de saúde pública na América Latina e vem apresentando uma letalidade crescente no Brasil. É uma doença infecciosa sistêmica que envolve a medula óssea, causando várias manifestações hematológicas. Objetivos: Descrever as características da medula óssea na LV e correlacionar os achados citomorfológicos com parâmetros do sangue periférico e com os sinais de gravidade da doença. Metodologia: Trata-se de um estudo retrospectivo, com levantamento dos dados clínicos e laboratoriais de pacientes atendidos em três hospitais de referência no Estado do Ceará, entre junho de 2001 a agosto 2010. Foram incluídos 126 pacientes com diagnóstico de LV, confirmado pela detecção do parasito na medula óssea e/ou pela sorologia positiva, através do rK39. As lâminas dos mielogramas de todos os pacientes foram avaliadas e a carga parasitária e os parâmetros hematológicos foram determinados. A gravidade foi determinada pelo risco de óbito, utilizando sistema de escores. Resultados: A idade variou de 5 meses a 79 anos e 74% eram do gênero masculino. Os pacientes residentes em região urbana representaram 68,2% da casuística. Comorbidades estavam associadas em 31,7% dos pacientes. Os achados mais frequentes da medula óssea foram carga parasitária moderada/alta (57,2%), displasia com predomínio de diseritropoese (80,9%), hemofagocitose (30,1%) e granuloma (22,2%). Houve uma associação positiva entre a carga parasitária com neutropenia grave, neutrófilos <500/mm3 (p=0,04) e hemofagocitose (p=0,05). No presente trabalho, utilizando o modelo de prognóstico baseado em escores, foi observado que 23,8% foram classificados como pacientes com alto risco de óbito (≥ 3). A maioria dos pacientes com escore considerado de alto risco de óbito apresentou medula óssea normocelular, carga parasitária moderada/alta, diseritropoese e disgranulopoese. Em relação à presença de granuloma, houve uma associação negativa, estatisticamente significante, nos pacientes com alto risco de óbito (p=0,02). O estudo aponta para possíveis indicadores diagnósticos e de prognósticos identificáveis na medula óssea de pacientes com LV.
Abstract: The visceral leishmaniasis (VL) is a serious problem of public health in the Latin America and has shown an increase mortality in the Brazil. This is a systemic infectious disease involving the bone marrow, causing many hematologic manifestations. Objetives: to describe LV bone marrow features and correlate cytomorphological findings with peripheral blood parameters and the disease severity: Methodology: It is a retrospective study with gathering clinical and laboratory data of patients attended at three references hospital of Ceará State between june 2001 and August 2010. Were included 126 patients with a LV diagnosis confirmed by detection of the parasite in bone marrow and/or by positive sorology, by rK39. The slides of bone marrow aspiration of all patients were evaluated and the parasite load and the hematologic parameters were determined.The gravity was determined by the risk of death using the scoring system. Results: The age ranged from 5 months to 79 years and 74% were male. The patients from urban area accounted 68,2%. Comorbidities were associated in 31,7% patients. The more frequently finding of bone marrow were moderate/high parasite load (57,2%), dysplasia with predominance of dyserythropoiesis (80,9%), hemophagocytosis (30,1%) and granuloma (22,2%).There was one positive association between parasite load and serious neutropenia, neutrophil <500/mm3 (p=0,04), and hemophagocytosis (p=0,05). In this present study, using the model predictions based on scores was observed that 23,8% were classified as high risk of death. Most patients with a score considered with high risk of death had normocelular bone marrow, parasite load moderate/high, dyserythropoiese and dysgranulopoiese. In relation to the presence of granuloma there was a negative association statistically significant in the patients with high risk of death (p=0,02). The study points to possible diagnostic and prognostic indicators identified in the bone marrow of patients with VL.
Descrição: CASTRO, Alana Jocelina Montenegro de. Leishmaniose Visceral : avaliação citomorfológica da medula óssea e correlação com a gravidade da doença. 2011. 70 f. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2011.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1885
Aparece nas coleções:DPML - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_dis_ajmcastro.pdf1,17 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.