Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18926
Título: A didática como campo teórico-prático: percepções de pedagogos em formação e em atuação
Título em inglês: Didactics as a theoretical and practical field: perceptions of teachers in training and at work
Autor(es): MOURA, Ingrid Louback de Castro
Orientador(es): MORAES, Silvia Elizabeth Miranda de
Palavras-chave: Public education
Teacher training
Formação de professores
Professores – Formação – Ceará
Didática (Formação)
Prática docente
Data do documento: 2015
Citação: MOURA, I. L. C.; MORAES, S. E. M. (2015)
Resumo: Esta tese tem por objetivo geral investigar as contribuições da Didática como campo teórico-prático com base nas percepções dos pedagogos em formação e em atuação, partindo-se da premissa de que ela representa uma importante disciplina para a formação de professores, mas que, para que ela faça jus a essa função, deve-se olhar para o chão da escola, relacionando teoria e prática. Para tanto, realizou-se uma pesquisa de abordagem qualitativa fundamentada nos pressupostos da epistemologia da prática (TARDIF, 2007), tendo a práxis como categoria central. A procura bibliográfica que fundamentou conceitualmente esta investigação está situada nos estudos de importantes teóricos, referências no estudo da Pedagogia e da Didática, como Candau (2001, 2004, 2007), Franco e Pimenta (2012), Libâneo (1992, 1993, 2003, 2011, 2012a, 2012b), Pimenta (2008, 2011), Veiga (1992, 2006, 2007, 2012), entre outros. Os resultados coletados com 24 pedagogos em formação, através da interpretação de respostas fornecidas a um questionário, mostram que esses sujeitos revelaram curiosidade em entender o que realmente é Didática e, incentivados a defini-la, expuseram uma concepção bastante relacionada à aprendizagem de métodos e técnicas de ensino, a partir de uma compreensão de ensino como transmissão de conteúdos, considerando que a Didática garantiria a eficácia dessa transmissão. Quanto aos professores em atuação, foram entrevistados 9 profissionais atuantes em escolas públicas do Município de Fortaleza. A análise dos depoimentos revelou que, apesar de todos esses sujeitos assegurarem que a Didática é uma disciplina de grande importância para a formação docente, menos da metade lembrou-se do professor com quem a cursou. Destarte, foi possível observar que a concepção da disciplina está relacionada à compreensão de que ela pode colaborar com o trabalho docente – mesmo isso não tendo ocorrido com todos os profissionais investigados –, assim como a noção de que esse componente curricular, sozinho, não dá conta de todos os entraves enfrentados durante o ensino. Além disso, a maior parte dos educadores a identificou como uma disciplina fundamentalmente teórica, advogando que, para contribuir efetivamente para a formação docente, ela precisa se aproximar mais da realidade vivenciada nas escolas, relacionando teoria e prática. Constatou-se que nem mesmo os temas considerados clássicos foram estudados por todos os profissionais formados e que, entre os temas “novos”, a tecnologia não foi debatida durante a disciplina. A interdisciplinaridade foi dita como tratada de maneira superficial, apenas vinculada aos Parâmetros Curriculares Nacionais. Ao sugerirem temáticas a serem abordadas na disciplina, os docentes defenderam que se aprofunde a discussão sobre a relação professor-aluno, professor-família e professor-gestão, assim como a discussão acerca da utilização das tecnologias no ensino. Assim, ao conhecer as percepções dos pedagogos em formação e em atuação sobre a Didática e suas contribuições para o ensino, foi possível observar muitas possibilidades, mas também desacertos desse componente curricular na formação dos professores; finaliza-se com algumas recomendações, a saber: 1) Maior relação entre teoria e prática; 2) Maior proximidade da universidade com a escola e com os professores em atuação; 3) Análise dos temas clássicos; e 4) Abordagem das temáticas emergentes. Todas as indicações que emergem deste estudo são expostas com a intenção de aprimoramento e fortalecimento desse campo teórico-prático.
Abstract: This thesis has the objective to investigate the contributions of Didactics as a theoretical and practical field, based on the perceptions of teachers in training and at work, starting from the premise that it is an important discipline for teacher training, but that in order to do justice to its role, one should look at the school-ground, linking theory and practice. With this in mind, we carried out a qualitative study based on the epistemology of practice (Tardif, 2007), with praxis was the central category. The literature that conceptually grounded this research lies in the study of theoretical references in the study of pedagogy and Didactics, such as Candau (2001, 2004, 2007), Franco and Pimenta (2012), Libâneo (1992, 1993, 2003 2011, 2012a, 2012b), Pimenta (2008, 2011), Veiga (1992, 2006, 2007, 2012), among others. The results collected from 24 teachers in training, through the interpretation of their responses to a questionnaire, show that these subjects are curious to understand what Didactics really is. When encouraged to define it, they exposed a concept closely related to the learning of methods and teaching techniques, based on understanding of teaching as transmission of content, of which effectiveness would be ensured by Didactics. As for the teachers at work, we interviewed nine professionals working in public schools in the city of Fortaleza. The analysis provided testimony revealed that, despite all these subjects ensure that Didactics is a discipline of great importance to teacher training, less than half remembered the teacher with whom he/she had studied. Thus, it was observed that the design of the course is related to the realization that it can collaborate with the teaching - even if this has not happened to all investigated professionals - as well as the notion that this curriculum component alone does not account for all the obstacles faced during teaching. In addition, most of the educators identified Didactics as a fundamentally theoretical discipline, advocating that, to effectively contribute to teacher training, it needs to get closer to the reality experienced in schools, linking theory and practice. It was found that even the topics considered classics had not been studied by all professionals and that among the"new" topics, technology had not been discussed during the discipline. Interdisciplinarity was said to have been addressed very superficially, only linked to the National Curriculum Parameters. When suggesting themes to be covered in the course, the teachers argued that there should be more discussion about teacher-student, family-teacher and teacher-management relationship as well as the discussion about the use of technology in Education. Thus, when getting to know the perceptions of teachers in training and in action on Didactics and its contributions to Education, many possibilities and many mistakes of this curricular component are shown. We conclude with some recommendations, namely: 1) Greater link between theory and practice; 2) Greater proximity of the university with the school and with teachers at work; 3) Analysis of classical themes; and 4) Addressing current issues. All these indications emerging from this study are exposed with the intention of improving and strengthening this theoretical-practical field.
Descrição: MOURA, Ingrid Louback de Castro. A didática como campo teórico-prático: percepções de pedagogos em formação e em atuação. 2015. 161f. – Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18926
Aparece nas coleções:PPGEB - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_tese_ilcmoura.pdf927,72 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.