Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18944
Título: Frequência de fertirrigação potássica no meloeiro e distribuição de k2o com diferentes injetores e idade de utilização do sistema de irrigação.
Título em inglês: Frequency of muskmelon in fertigation potassium and distribution of K2O with different injectors and age of use of the irrigation system
Autor(es): Cavalcante Júnior, José Aglodualdo Holanda
Orientador(es): Azevedo , Benito Moreira de
Palavras-chave: Engenharia Agricola
Cucumis melo L
manejo da fertirrigação
Quimigação
Gotejamento
management of fertigation
Chemigation
Drip
Melão - Cultivo
Irrigação por gotejamento
Potássio na agricultura
Data do documento: 2013
Citação: Cavalcante Júnior, J. A. H. (2013)
Resumo: É fundamental, para um bom manejo da quimigação, que o sistema de irrigação apresente uma boa uniformidade de distribuição de água de irrigação. Uma das alternativas para o uso dessa técnica é o uso de um injetor para aplicar os nutrientes na tubulação de irrigação. O presente trabalho foi conduzido em três experimentos distintos. Na primeira etapa da pesquisa (Experimento 01), objetivou-se comparar a uniformidade de distribuição do potássio na área por um sistema de irrigação por gotejamento, utilizando diferentes tipos de injetores. Na segunda etapa (Experimento 02), foi avaliado o comportamento da uniformidade de distribuição de potássio em diferentes idades de utilização do sistema de irrigação. Na terceira e última etapa (Experimento 03), foram avaliados os efeitos da frequência de fertirrigação potássica nas variáveis de produção do meloeiro amarelo Canarian Kobayashi. Os experimentos foram conduzidos no sítio Paraguai, município de Cruz, localizado na região Norte do estado do Ceará. O delineamento do experimento 01 foi o inteiramente casualizado (DIC), com quatro tratamentos, sendo cada tratamento colocado no campo individualmente, contendo cinco repetições. Os tratamentos utilizados foram: dois injetores Venturi (regulável e não regulável, uma bomba centrífuga e um tanque pressurizado. O teor de potássio contido nas amostras coletadas foi estimado via fotometria de chama. No experimento 02 foi utilizado o injetor Venturi (não regulável) para a injeção da calda fertilizante e utilizou a mesma metodologia empregada no experimento 01 para a estimativa do teor de potássio. Para o experimento fertirrigação potássica no meloeiro, o delineamento foi em blocos ao acaso com seis tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos correspondentes às frequências de fertirrigação potássica foram: duas (2F); quatro (4F); oito (8F); dezesseis (16F); trinta e duas (32F) e sessenta e quatro (64F) fertirrigações durante o ciclo da cultura, sendo avaliados: produtividade comercial (PC); massa dos frutos (MF); diâmetros polar (DP) e equatorial (DE); espessura da casca (EC); teor de sólidos solúveis (SS) e firmeza da polpa (FP). No experimento 01, concluiu-se que o tipo de injetor utilizado na fertirrigação exerce influência significativa na uniformidade de aplicação do potássio pelo sistema de irrigação, com os maiores tempos de injeção proporcionando uma maior uniformidade de distribuição do potássio. No experimento 02, a uniformidade de aplicação do fertilizante foi afetada negativamente após o sistema de irrigação apresentar um ano de uso sem uma manutenção adequada. As diferentes frequências de fertirrigação potássica ao longo ciclo de cultivo do meloeiro amarelo, experimento 03, afetaram significativamente a massa dos frutos, a produtividade comercial e o teor de sólidos solúveis, entretanto, não exerceu essa mesma influência para as variáveis: diâmetros polar e equatorial, espessuras da casca e da polpa e firmeza da polpa. A receita líquida do produtor foi influenciada pelas diferentes frequências de fertirrigações potássica, tendo o tratamento de 64 fertirrigações maximizado a receita líquida do produtor.
Abstract: It is fundamental to good management of chemigation, the irrigation system has a good distribution uniformity of irrigation water. An alternative to the use of this technique requires that the irrigation system is endowed with a gun to apply the nutrients in irrigation pipe. The study was conducted in three stages. In the first stage of research, experiment 1 aimed to: compare the uniformity of distribution of potassium in the area by a drip irrigation system, using different types of injectors. In the second step, experiment 2 was to evaluate the uniformity of distribution of potassium in different age of use of the irrigation system. In the third and final stage, Experiment 3, we evaluated the effects of potassium fertigation frequency in variable production of melon yellow Canarian Kobayashi. The experiments were conducted at the site Paraguay Cruz municipality, located in the northern state of Ceará. The experimental design used in the experiment using different types of injectors was completely randomized (CRD) with four treatments, each treatment individually placed in the field, with five repetitions. The treatments were: two injectors Venturi, a centrifugal pump and a tank pressurized. O potassium content contained in the samples was estimated via a flame photometry. In experiment 02 was used the injector Venturi (not-adjustable) for injecting fertilizer and lime has used the same methodology used in the experiment 01 for the estimation of potassium. For the experiment frequency of muskmelon in fertigation potassium, the design was a randomized block design with six treatments and four replications. The treatments corresponding to the frequencies of fertigation potassium were two (2F), four (4F), eight (8F); sixteen (16F); thirty two (32F) and sixty-four (64F) fertigation during the crop cycle being evaluated marketable yield (PC); fruit weight (MF); polar diameters (DP) and equatorial (DE), shell thickness (EC), soluble solids (SS) and firmness (FP). In experiment 1, it was concluded that the type of injector used in fertigation has significant influence on the uniformity of application of potassium through the irrigation system. The largest fertilizer injection times provide greater uniformity of distribution of potassium. In experiment 2, the uniform application of fertilizer was negatively affected after the irrigation system has a year without proper maintenance. The different frequencies of potassium fertigation along cycle yellow melon cultivation significantly affected the fruit weight, commercial yield and soluble solids content, though not exert the same influence for the variables: polar and equatorial diameters, thickness of the shell and and pulp firmness. Net revenue producer was influenced by the different frequencies of potassium fertigation, treatment 64 fertigations maximized net revenue producer.
Descrição: CAVALCANTE JUNIOR, José Aglodualdo Holanda. Frequência de fertirrigação potássica no meloeiro e distribuição de k2o com diferentes injetores e idade de utilização do sistema de irrigação. 2013. 82 f. : Tese (doutorado) - Universidade Federal do Ceará, Centro de Ciências Agrárias, Departamento de Engenharia Agrícola, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola, Fortaleza-CE, 2013.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18944
Aparece nas coleções:PPGENA - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_tese_jahcavalcantejunior.pdf1,75 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.