Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18977
Título: Efeito de dietas com e sem inclusão de farelo de castanha de caju sobre o consumo de matéria seca e parâmetros seminais de ovinos adultos
Título em inglês: Effect of diets with and without inclusion of screenings of the cashew nut on the consumption of dry and seminal parameters of adult sheep.
Autor(es): Medeiros, Michael Nogueira de
Orientador(es): Campos , Ana Cláudia Nascimento
Palavras-chave: Zootecnia
Castanha de cajú, matéria seca- consumo
Of cashew nut, dry-consumption
Data do documento: 2005
Citação: MEDEIROS, M. N. (2005)
Resumo: Visando obter informações sobre a influência da inclusão do farelo da amêndoa da castanha de caju (FACC) sobre o consumo de mateéria seca e os parâmetros seminais de ovinos em confinamento, dezesseis carneiros mestiços de Santa Inês, com idade média de 24 meses, foram distribuidos ao acaso em dois lotes de oito animais cada e confinados individualmente. Os animais experimentais foram submetidos, inicialmente, a um período de adaptação de 15 dias. Após o período de adaptação, foram iniciados os tratamentos T1 e T2, com duração total de 85 dias. O T1 foi constituído por uma alimentação à base de concentrado isoprotéico e isocalórico com 18% de FACC, que foi administrado numa proporção de 1,2% do peso vivo (P.V.), e volumoso (feno de capim Tifton) ad libitum. O T2 foi constituído com o mesmo concentrado isoprotéico e isocalórico com 0 % de FACC. As rações (concentrado) foram administradas uma vez ao dia em cochos individuais. A sobra de volumoso foi coletada e pesada durante todo o período experimental. Os valores médios encontrados para as características estudadas foram: ganho de peso diário (T1) 0,068 g e (T2) 0,094 g; consumo total de matéria seca (T1) 1,255 g + 0,23 e (T2) 1,302 g + 0,22; circunferência escrotal (T1) 30,38 cm + 2,26 e (T2) 31,16 + 2,13 cm ; volume do ejaculado (T1) 0,9 ml + 0,38 e (T2) 1,0 ml + 0,46; concentração espermática (T1) 2,44 x 109 e (T2) 3,15 x 109 sptz / ml; motilidade massal (T1) 3,05 + 1,28 e (T2) 3,24 + 1,26; motilidade individual progressiva (T1) 3,56 + 0,68 e (T2) 3,58 + 0,72; percentagem de espermatozóides móveis (T1) 69,16 e (T2) 70,31. Não houve diferenças significativas (P>0,05) para os diferentes parâmetros entre os dois tratamentos. Desta forma, conclui-se que a inclusão de 18% de farelo de amêndoa da castanha de caju (FACC) no concentrado, para suplementação alimentar em reprodutores ovinos é viável, tendo em vista que os parâmetros estudados nos dois tratamentos não foram afetados negativamente pela presença do FACC.
Abstract: Visando obter informações sobre a influência da inclusão do farelo da amêndoa da castanha de caju (FACC) sobre o consumo de mateéria seca e os parâmetros seminais de ovinos em confinamento, dezesseis carneiros mestiços de Santa Inês, com idade média de 24 meses, foram distribuidos ao acaso em dois lotes de oito animais cada e confinados individualmente. Os animais experimentais foram submetidos, inicialmente, a um período de adaptação de 15 dias. Após o período de adaptação, foram iniciados os tratamentos T1 e T2, com duração total de 85 dias. O T1 foi constituído por uma alimentação à base de concentrado isoprotéico e isocalórico com 18% de FACC, que foi administrado numa proporção de 1,2% do peso vivo (P.V.), e volumoso (feno de capim Tifton) ad libitum. O T2 foi constituído com o mesmo concentrado isoprotéico e isocalórico com 0 % de FACC. As rações (concentrado) foram administradas uma vez ao dia em cochos individuais. A sobra de volumoso foi coletada e pesada durante todo o período experimental. Os valores médios encontrados para as características estudadas foram: ganho de peso diário (T1) 0,068 g e (T2) 0,094 g; consumo total de matéria seca (T1) 1,255 g + 0,23 e (T2) 1,302 g + 0,22; circunferência escrotal (T1) 30,38 cm + 2,26 e (T2) 31,16 + 2,13 cm ; volume do ejaculado (T1) 0,9 ml + 0,38 e (T2) 1,0 ml + 0,46; concentração espermática (T1) 2,44 x 109 e (T2) 3,15 x 109 sptz / ml; motilidade massal (T1) 3,05 + 1,28 e (T2) 3,24 + 1,26; motilidade individual progressiva (T1) 3,56 + 0,68 e (T2) 3,58 + 0,72; percentagem de espermatozóides móveis (T1) 69,16 e (T2) 70,31. Não houve diferenças significativas (P>0,05) para os diferentes parâmetros entre os dois tratamentos. Desta forma, conclui-se que a inclusão de 18% de farelo de amêndoa da castanha de caju (FACC) no concentrado, para suplementação alimentar em reprodutores ovinos é viável, tendo em vista que os parâmetros estudados nos dois tratamentos não foram afetados negativamente pela presença do FACC.
Descrição: MEDEIROS, Michael Nogueira de. Efeito de dietas com e sem inclusão de farelo de castanha de caju sobre o consumo de matéria seca e parâmetros seminais de ovinos adultos. 2005. 56 f. : Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Centro de Ciências Agrárias, Fortaleza-CE, 2005
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/18977
Aparece nas coleções:PPGZO - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2005_dis_mnmedeiros.pdf440,7 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.